5 de jan de 2008

Aos leitores do blog.

Quero agradecer aos leitores do blog pelos comentarios que tem deixado, e pedir para quem ainda nao comentou para que deixe seus comentarios, criticas, impressoes, elucubracoes, desabafos, sugestoes, experiencias, enfim, o que quiserem... Eh uma satisfacao para mim saber que meu esforco em escrever estas linhas esta sendo util. Alem disso, eh tambem interessante para quem entra no blog saber o que os outros internautas pensam.

A quem esta lendo isso pela primeira vez, deem uma olhada nos comentarios, pode ser que os ajude a se animar ou tenha alguma informacao interessante.

Ao pessoal que tem algum tipo de site, blog ou coisa parecida, quero pedir que coloquem links para este blog. Se voces fizerem uma busca no Google sobre a sindrome do panico, vao reparar que ele traz uma serie de sites com informacoes vagas, incompletas, as vezes erradas e tambem muito focados em depoimentos de gente sofrendo dos sintomas. Este tipo de informacao ruim eh prejudicial para qualquer problema que o ser humano possa sofrer, mas eh especialmente nocivo para o pessoal que tem sindrome do panico, que realmente chega a piorar soh por ler aquelas informacoes. Se voces acham que este blog vai informa-las melhor, adicionem links para este blog, pois o algoritmo do Google coloca mais prioridade para sites que tenham mais links, assim este blog pode passar na frente destes resultados nocivos.

Tambem quero convocar todos que ja superaram a sindrome do panico para que se manifestem, disponibilizem suas experiencias e tecnicas utilizadas em algum lugar, pode ser um site, mas comunidades do orkut ou mesmo atraves dos comentarios deste blog. O pessoal que tem este problema se reune, a quantidade deles e o fato de que eles nao terem contato com ninguem que ja resolveu tal problema, faz com que fique a impressao de que a sindrome do panico eh algo insuperavel, ou “incuravel” como alguns dizem. Foi por isso que eu separei alguns dias da minha vida para escrever este texto, pesquisar, reler, reorganizar, pensar, reescrever, ler os comentarios, adicionar mais coisas... Mesmo eu tenho prometido a mim mesmo que nunca mais traria este assunto a tona de novo em toda a minha vida. Cada pessoa que nao tem mais sindrome do panico tem uma divida para com o universo. As pessoas que estao passando por isso estao precisando de voces. Facam sua parte.

Era isso o que eu tinha a dizer, espero ter sido util.

473 comentários:

1 – 200 de 473   Recentes›   Mais recentes»
AnninhA disse...

Olá Alan. Li seu blog todo e adorei seu post.
Espero que muitas pessoas portadoras da síndrome do pânico, possam vir aqui e ler TUDO o que vc escreveu e se ajudarem de alguma forma...
Beijos!!!

Maria disse...

Oi Alan,

As informacoes postas no seu blog chegaram para mim no momento certo...acabei de ter um terrivel crise de panico q me trouxe resultados muito tristes...nao sei talvez irreversiveis...estou assim arrasada...e sem entender pq mais uma eu vivi uma crise tao forte com perdas dolorosas...o medo toma conta de mim ...nao importa o aspecto relacionado - so q eu vou ate o ponto maximo do desespero sabendo q ira acontecer o q eu estou em panico...pra mim esta sendo muito triste e dificil lidar com estas crises q estao acontecendo cada vez mais com frequencia...desde ontem estou buscando ajuda atraves do orkut pra ver se alguem me ajuda a levantar depois da crise q me deixou prostrada no chao...fui ao medico estou tomando remedios pra ansiedade, depressao, vitaminas etc...por ajuda de DEUS eu encontrei estas informacoes no seu blog e vou deixar o meu email para quem quiser se comunicar comigo pra trocar informacoes e/ou ajuda.
Muito obrigada Alan por manter esse blog q podera ajudar a muitas pessoas q sao leigas no assunto.
mdejesus63@gmail.com...um abraco.

Jacinta disse...

Oi Alan,
Sofri com problemas relacionados ao pânico por mais de 15 anos.Desde o dia 01//06/2007 não tomei mais nenhum medicamento nem tive crises, porém desde o dia 11/01/2008 voltei a ter crises, tive outra dia 14/01/2008 e dia 15/01/2008 passei o dia em casa trêmula, com medo de outra crise. Nem trabalhar eu consegui ir.O pior é que sei que essas crises passam, que ninguém morre por causa disso, mas como minhas crises desencadeiam diarréia e uma sennsação de desmaio, fico com vergonha e com medo de ficar suja nos lugares, pois nem todo lugar tem banheiro, nem todo mundo abre a porta de sua casa para um desconhecido ir ao banheiro. É horrível.
Adorei tudo que está escrito em seu blog. Parabéns pela sua atitude. E obrigada. Me deixou mais calma.

Anônimo disse...

Nuss muito legal esses textos.Descrevem claramente o q eu estou passando...pra mim os seus textos foram os melhores q eu ja li sobre sp,me identifiquei muito...continue com esse blog pois atraves dele vc pod concerteza ajudar muitas pessoas...
bjs...

Anônimo disse...

Alan, quero t dizer antes de mais nada PARABÉNS!!! pois me ajudou e ajudara varias pessoas c sp!
bem pessoal quero dizer a vcs q tenho 22anos e posso dizer q desde pequena depertava sinais d stress e medo ate q na minha juventude posso afirmar q sentir a sindrome do panico de verdade,por causa disso nao acho q sou diferente das outras pessoas PRECISAMOS pensar assim Q N SOMOS DIFERENTES DAS OUTRAS PESSOAS pq sei q é uma ideia de quem passa pela sp de pensar q n pode viver igual as outras pessoas q n é igual as outras pessoas q talvez nem esteja ali de verdade e seja tudo so um filme gente posso dizer uma coisa a vcs sorriam mesmo hsauhsuahauh pq isso tudo sentir e as vezes pensei q fosse verdade mesmo mas isso tudo essa sensaçao de desrealizaçao q sentimos é pelo simples fato de estarmos c o pensamento tanto na morte tanto no outro lado q AINDA NAO CONHECEMOS q ficamos assim achando q n estamos mais aqui e sab cmo é q muda isso??? vc feche os olhos e diga p vc mesmo eu estou vivo eu sou igual as outras pessoas fomos feitos da mesma materia e vivemos em baixo do mesmo céu! pq se vc parar p pensar é a verdade, temos o maior medo d morrer e enlouquecer as vezes fazemos desses pensamentos tao fixos nas nossas mentes e nas nossas vidas q parece q ficamos loucos de verdade nao é?? pois é gente sorriam disso tb hsauhsuhauha pq é tudo o poder da mente...por ter passado por isso, sei o quanto é dificil de ter pavor em simplismente olhar pro céu...pensar em ir pegar onibus, olhar para as pessoas..vcs tiveram medo d olhar p as pessoas??
pq ate isso eu senti pessoal...
é muito dificil e pra completar depois q conseguir controlar os sintomas fisicos o q me atormentava
com frequencia era o sintoma de desrealizaçao,,,puts so de lembrar e posso dizer q se me concentrar sinto d novo.."claro neh?? todos nos se nos concentrarmos em uma coisa vamos sentir" vamos fazer um teste:
pense agora numa maça amarela,
agora pense em laranja azul,
e agora em uma banana vermelha!
q coisa naum???
as coisas na verdade nao sao assim
e vc coneguiu pensar nelas mesmo assim n foi??
assim mesmo é c a sindrome do panico e seus sintomas seja ele de
desrealizaçao os fisicos as coisas realmente nao sao assim mas se vc quizer q elas sejam assim elas vao ser ué! entao tudo o q pensamos seja bom ou ruim o nosso cerebro n quer saber ele vai fazer acontecer!
por isso q temos q temos q recorrer sempre ao nosso coraçao e ao nosso verdadeiro eu! vc sabe as coisas q lhe deixam felizes e fazem vc e sentir bem e tambem vc sabe as coisas q lhe fazem ficar triste e lhe fazerem mal tb num sabe? se ainda n sabe..vou lhe mostrar agora q vc sabe e ainda nao sabe...qndo vc pensa em algo q t dar uma paz interior, te faz sentir um sentimento de esperança e amor isso sim sao as coisas q realmente vc quer pq t deixam felizes e qndo vc pensa em algo q t deixa triste, nervoso,agitado,com sentimento de raiva,culpa e sem esperanças isso é o q vc n quer p sua vida pq vc n se sente bem pensando neles...entendeu???
pois bem!
é assim q funciona as coisas...mas so q qndo a gent passa pela sp a gent fica meio q totalmente negativo rsrs a gent mesmo se sentindo mal com os pensamentos ruins..preferimos ficar martelando neles ao inves d darmos a reviravolta geral e dizer q tudo se dane!!! é isso q devemos dizer
QUE TUDO SE DANE!diga: estamos aqui nesse mundo eu e "pense nas suas amizades, na sua familia, no seu cachorro" e vivemos em baixo do mesmo céu, somos constituidos da mesma materia, podemos possuir os mesmos sentimentos.."e agora pense naquela pessoa q vc acha q é feliz da vida e n tem tempo ruim c ela" pensou? agora vou t dizer q vc pode e deve ser igual a ela! e sabe como vc conegue isso?
"SÓ PRECISA VC FILTRAR OS SEUS SENTIMENTOS" PQ O Q NOS PENSAMOS NOS SENTIMOS E TENHO CERTEZA Q NINGUEM VAI QUERER LEVAR OS DIAS DA VIDA TRISTE NEM DESANIMADO PENSANDO SÓ NA MORTE E NAS COISAS RUINS Q PODEM ACONTECER...UM COISA REPITO P VC...FILTRE OS SEUS PENSAMENTOS E VC VAI COMEÇAR A NOTAR A VIDA MUDANDO AO SEU REDOR...
espero ter ajudado algumas pessoas tb ...to cheia d papeis aqui na minha frente lotada d serviço mas resolvi escrevi isso aqui tb pq cmo vcs eu tb passei por isso e posso dizer q superei, mas pq busquei ajuda na pessoa mais importante na minha vida..eu mesma!
bjao no coraçaozinho d todos vcs!
Natália.

Paula disse...

Olha realmente adorei tudo isso, sofri e ainda tenho umas recaidas mais não como antes. A minha primeira crise fui para o hospital e precisei ser dopada, de tanto medo de morrer, com muita taquicardia, enfim, muito sofrimento, agora graça a Deus, a fase ruim passou, procuro não pensar muito no passado, tento esquecer, e tenho Fé em Deus, q vou me livrar ate dessas recaídas...
bjim

shallom disse...

[i][b] nossa seu texto me acalmou bastante... me deu força, sei que agora tenho plena consiencia de minha luta pelo seu texto!

tenho que encarar isso de frente mesmo e ingnorar meus sentimentos e minhas emoções isso será o melhor pra mim, o acompanhamento psicologico já estou tendo..

e tenho certeza que ficarei bem do meu "problema" em breve!!!


muito obrigado por ter postado aki o link, pensava que teria que conviver com esse "problema" pra sempre mais agora tenho novas visões sobre isso" muito obrgado mesmo!!!


"o segredo é não desistir NUNCA!!!"

muita LUZ e PAZ a todos!!!

Carol_ disse...

oi Alan..
adorei seu blog, e ele só veio confirmar o q eu já tinha praticamente ctz.. Bom, minhas primeiras crises foram há anos atras, consegui supera-las sozinha, acho q tinha uns 14 anos..e ontem tive algumas recaidas...tô om 17. Seu blog me ajudou bastante, tirei varias duvidas... n sabia q a sindrome do panico gerava problemas estomacais, isso explica os meus.. huahuahua deve ser engraçado eu achar td isso engraçado.... na horas n tem coisa pior.. mas eu, q apesar de n ser religiosa, acredito em deus, e nas horas da crise me ajuda muito na meditação... n acho q nós devemos pensar, ah, somos pessoas normais.. acho q isso n deve nem se pensar, pq somos TOTALMENTE normais.. devemos aprender a lidar com isso.. muito obrifgdo por ter feito o blog, ajudou bastante... mas queria fzr uma pergunta... pq duas vezes já sai p blocos de carnaval e acordei tremendo, e as crises vieram depois... n sei se a crise veio em função de estar tremendo e ficar com medo, ou se tremi pq viria a crise um tempo depois.. minha mãe n sabe ainda q tenho sindrome do panico, falarei com ela.. mas ela teima em dizer q eu tremo pq bebi e ela diz q n posso beber pq tomo remédio p hipotireoidismo, isso n tem fundamento, pq já bebi inumerassss vezes e nunca deu nd... se alguém já passou por isso me avisa aí.. os tremores podem ser devido a preocupação com a segurança no carnaval.. seilá.. pq durmo e acordo tremendo e eles são horas antes das crises... aí ela veio dizer q tinha medo q o irmão dela trmia qnd bebia e depois começou a desmaiar e depois morreu... foi a deixa p eu de noite praticamente morrer.. huahuauha alguém me ajuda aí... de qlr forma vou no médico... mas depois, pq agora vou p o carnaval de salvador.. ;) Sem beber infelizmente.. bjos p tds.

Anônimo disse...

OI CAROL,
Seus tremores sao sintomas da sp, n importa se eles vem antes, durante ou depois das crises, simplismente eles fazem parte dela =]e em relaçao a bebida, se vc esta fazendo uso de alguma medicaçao é melhor q vc realmente nao beba, até mesmo pq a bebida n faz bem a saúde, mesmo sem fazer uso de medicaçoes, o alcool por si só ja acelera os batimentos cardiacos, isso é normal, e o nosso medo d morrer é tao grande q ficamos alerta p/ qualquer sensaçao do nosso corpo, como se fossemos morrer a qualquer momento:)um conselho q te dou é ler está sempre lendo livros q possam d alguma forma nos ajudar e manter o pensamento firme de q somos "iguais" as outras pessoas, ja q fomos constituídos da mesma matéria :)e q podemos qualquer coisa basta só querer!
lembre-se sempre vc nunca estará só!
força sempre!!!
Natalia

felipedasredes disse...

Me chamo lorena meu namorado tem a "perna quebrada" rsrs eu estou no email dele.Eu acredito nele e o amo muito,ele melhorou bastante depois que me conheceu,nao estou me "achando" e por que como eu o amo percebi que eu tinho um grande papel na vida dele. A parte que voçe fala sobre o que fazer com quem esta tendo a sindrome eu faço isso toda vida sempre fiz e nunca soube de nenhuma informaçao parecida.Ele nao saia de casa a quatro anos atras hoje saimos pra festas ele ja anda de onibus ja fazemos muitas coisas juntos so falta ele controlar os sentidos um pouco mais,eu ja chorei muito mais agora eu sei que tem soluçao. OBRIGADA ALAN! OBS:foi mal ai a escrita rsrsr.

Ligia disse...

Oi Alan, muito legal sua atitude de comentar sobre o q passou...vc ñ tem ideia de como isso ajuda.Pq nós q temos SP temos necessidade de informação e a melhor é aquela dada por pessoas q tb sofrem do mesmo problema.Vendo as pessoas comentarem os tipos se sintomas, a gente percebe q ela se manifesta de diversas formas.Eu tenho Pânico e sofro mas estou aprendendo a cada dia.Sei que se tenho isso deve ser para resolver algum problema dentro do meu inconsciente...procuro não mais fugir dos locais onde ela se manifesta, digo manifesta pq quando sinto parece que outra pessoa assume o meu lugar é a tal da desassociação...mas fico firme e digo p mim mesma tenho pânico mas ele não me tem.Sei q profissionais podem ajudar, mas a melhor ajuda vem de nós mesmos, temos que estar focados para a solução...e ai tudo começa a melhorar...cada um tem um ritmo pode levar pouco tempo para uns e muito tempo para outros...mas quando se tem conhecimento tudo fica mais fácil, a gente sabe q supera, q a gente não vai enlouquecer...não devemos ficar com pena de nós mesmos pq definitivamente não somo as mais sofredoras do planeta e como você citou, Alan, estamos tendo reações do nosso organismo que podem ser atenuadas com um simples pensamento então não é uma doença. faço Ioga e Meditação e exercicios respiratórios q me ajudam muito.Massagem nos pés tb ajudam, os pés são a base de tudo e realmente melhora... Beijo em todos

Flaviane disse...

Cara eu n sei mto como me expressar.. no momentoo eu tava passando por uma situaçao dificil.. moro em fortaleza e meus pais no interior..
Passei minhas ferias toda lah e tivi varias crises.. qndo retornei a fortaleza.. na primeira noite tivi logo uma crise horriveel.. passei a noite inteira sem durmi e isso vai me ajudar mtooo..
Vc eh um cara do bem.. pode ter ctzz q vc tah ajudando mtoo com isso tudoo.. que Deus ti proteja e te abençoe..
E qr sabeer? deus vai ti da tudo em dobroo..
graças a tudo q eu liii fiquei bem mais aliviada.. tanto eu como meus pais.. pois eu mantivi comunicaçao a cada meia hr por telefone..

se vc podeer sinceramente me passar seu msn.. eu agradeço mtoo.. e eu qr e seu q deus tbm qr q eu me recupere..
e qndo eu tiveer boaa.. vou divugar.. estudar mais ainda.. e ajudar pessoas como vc tah ajudando..

brigada por tudo mermo..
votos sinceros de felicidades pra vc..

meu msn eh: flavianetorres@hotmail.com

*se eu poder conversar com vc.. vou ficar mtoo satisfeita..


brigada ;)

Por: Flaviane Araújo Torres
Fortaleza - CE

Alan disse...

Fico feliz por poder ajudar todos voces. Espero tambem contribuir para sua melhora no longo prazo!

Agradeco o carinho de quem quer falar comigo online, mas nao tenho msn, estou evitando gastar ainda mais tempo no computador...

Abracos.

Gentil disse...

Espetacular!!!! sem comentários...

gabriel disse...

Olá Alan!!Tava desanimado e sem espectativas d superar o problema, mas através do seu depoimento consegui enxergar uma saída para sp. Estou procurando ajuda profissional e recomendo a todos q façam o mesmo pois sei q sozinho ninguém supera a sp.
ass: J.C

Leeh disse...

Eu amei o blog, e acredito no que li, pq esses dias tava mt estressada e as crises voltaram, mais o blog me deu mt força e sei que vou superar isso, li o blog todo duas vezes, na primeira eu não intendi mt bem, mais conforme fui lendo tudo foi ficando mais claro, e tudo bate com as pesquisas q eu fiz...

E eu sempre tive problemas emocionais, sempre fui estressada, nervosa e anciosa, então já sei pq tive sp mais agora vou procurar ajuda psicológica e enfrentar as crises e conseguir vencer isso, e espero que tenha tal capacidade como a sua de fazer um blog pra ajudar tb... Pois acho extremamente importante quem superou isso tentar ajudar os outros, pois quando a gente tem sp o que mais queremos é provas que isso não é pra sempre, que um dia acaba e que a gente não vai ficar assim pra sempre, e acalma saber que alguém superou isso!

O Blog ta maravilhoso e mt explicativo, vou recomendar pra todos os meus amigos que tem, ou não sp ^^

Paty disse...

oi, ALan! Apesar de não sofrer da SP, (faço tratamento para ansiedade generalizada, leio seu blog sempre que estou desanimada, pois vejo que há luz no final do túnel. Agora, eu me sinto melhor (a ansiedade já atrapalhou MUITÍSSIMO meus estudos e vida profissional).

Anônimo disse...

Olá Alan,
Passei por tudo issto como você só que durou mais tempo, até porque, apesar das crises serem evidentes, na época o diagnóstico não era feito por um clínico geral como é hoje. Então tomei até xarope para bronquite e asma...rs..
Como você tb me sinto muito melhor, mas foi tudo sozinha ou lendo e ouvindo palestras, etc. Somente restaram alguns sintomas como por ex. depois de muito estress e contrariedades eu ainda fico com aquela "mão" na garganta por dias, perco o sono, minha fisionomia fica visivelmente abatida e fio lutando para não cair em depressão...
Acho que tudo se deve ao fato de eu não ter feito acompanhamento psicológico, tratei com remédios e psiquiatra extamente como vc falou. Mas até hoje luto contra "a coisa", pois fui mãe, mudei de empresa e fui promovida de cargo, dirijo meu carro às vezes tremendo um pouco e ainda sou crooner esporádico em uma banda de baile.(Essa é sempre a prova de fogo...rs...)
O que acontece comigo é o que certamente aconteceu com várias pessoas que vão à psicólogos não tão comprometidos com a profissão: Realmente não ajudam em nada, álém de te deixar mais confusa e em conflito.
Se você mora em Sp e puder me indicar o seu ou algum psicólogo eu ficaria muito grata, pois estou disposta a tentar "sarar de vez"rs...

Agradeço pelo blog fantástico que me mostrou a luz no fim do túnel, vindo de uma pessoa que sabe do que estou falando.
Parabéns e obrigada!
anaanaaninha@yahoo.com.br

Fernanda Sanches Kobayashi disse...

Nossa Parabens!
Seu blog eh muito difirente das coisas que li!
Gostei muito... pow essse lance de vc ter se curado praticamente sozinho, eh muito bom!!
Nao gosto muito de tomar remedios, me deixa muito boba, e as vezes acordava travada...
estranho...
mas o seu blog me deixou muito Feliz mesmo!!
Vou recomendar...
agradeco a Deus por ter colocada isso em minha vida, o seu blog!!!

milenebutini disse...

Querido!!! Seu Blog é FANTÁSTICO!!!! assim como esta me ajudando espero que ajude muita gente, ja add a minha pasta de favoritos, para que num momento de pânico eu possa achar um conforto!!! Fico Feliz por vc, pelo simples fato de vc não ter preconceitos com relação a SPanico, (pq existe e muito) e encarar e ajudar a todos nós que estamos literalmente ansiosos pela VIDA, por VIVER A VIDA!!!
Bjs, se cuida, que Deus continue iluminando seus caminhos para que vc possa dar passos lindos como este gesto generoso que é o seu blog!........

Alan disse...

Nossa, obrigado viu, irei rever a minha vida, estou de feias do colegio desde dezembro nao sai para lugar nenhum, passei a virada do ano em casa, sozinho, mas agora vai ser diferente, devargazinhi e consigo, obrigado de novo.

Lolitas disse...

OLÁ
AMEI SEU BLOG...
ESTOU NUMA FASE DE MELHORA, POIS JÁ CONSIGO ME CONTROLAR E SEI Q A SP NÃO PODE ME DERRUBAR E DEPOIS DE LER TUDO Q ESCREVEU FIQUEI FELIZ POR SABER QUE ESTOU NO CAMINHO CERTO E Q COM PENSAMENTOS POSITIVOS CHEGAREI ATÉ O FIM COMO VC DISSE!
VOU CASAR DAQUI UM MÊS EXATAMENTE E SEI QUE VOU ESTAR BEM!
OBRIGADA E NÃO ABANDONE SEU SITE...
ME AJUDOU MUITO E SEI QUE PODE AJUDAR A OUTROS MUITO MAIS...

Ledzz disse...

Olá!

agradeço muito pelo texto!
realmente me ajudou muito, sofro disso a mais de um ano e ainda não procurei ajuda de psicologo, cai no psiquiatra que me deu remédio pra ajudar a me controlar, mas a vida não voltou ao normal mesmo assim.

Obrigado mais uma vez

Anônimo disse...

ola amigo! gostaria de agradecer por essa iniciativa,pois estamos a procura de uma cura de uma coisa q eu naum gostaria de chamar de SP, mas de sindrome de fe,pois nao nascemos e nem fomos programados a ter isso, por isso a fe de lutar contra algo que naum se ve,se resume no q esta escrito em hebreus 11:1=A fe e o firme fundamento das coisas que se esperam e a certeza daquilo que naum se ve, como vc ja disse temos plena conviccao e certeza que isso passara, e seremos ainda melhores do que somos,tb ao leitores leiam o livro ´´vencendo o panico sem drogas``de Luiz Delfino Mendes,psicologo de sao paulo, procurem no google.

Clau disse...

Olá, Alan... Primeiramente deixe-medizer que adorei suas colocações... Tive uma crise de panico muito forte no dia 10 de março agora e só então compreendi que ela estava vindo silenciosamente já ha algum tempo.
Me senti muito reconfortada com suas palavras e me identifiquei muito com tudo o que vc disse. criei um Blog há poucos dias, não especificamente sobre este assunto, mas como estou passando por isso, falo bastante dele. Estarei linkando vc ao meu Blog.
Um grande beijo, força e sucesso sempre!!!

Mari disse...

Olá Alan achei vc no orkut e vi o link do seu posto adorei! Minha mãe esta com SP e descobrimos recentemente seus comentarios vao ajudar e muito!! Sucesso saude e paz pra vc!! Muito obrigada =)
Mariana Alvarenga BH MG

Tatti disse...

Oi Alan!

Fico muito feliz por ver que existem pessoas que pensam cm eu... relutei por um tempo em aceitar que tinha a Sindrome e ao mesmo tempo fui usando as tecnicas para me acalmar e me conscientizar de que tudo estava na minha cabeça. Aos que tem sind do panico posso dizer que NADA é impossivel e que mesmo que digam que ela não tem soluçao (e vc mesmo já é uma prova de que isso nao é verdade), vale a pena lembrar que sempre existe alguém que promove a mudança e busca a soluçao qd ela ainda nao existe.
Obrigada por tuas palavras e pelo teu jeito de organizar a informaçao para que pudessemos ter com clareza toda a informação necessaria pra nosso tratamento. Espero em breve voltar para dizer que, como vc, me lembro a cada muitos meses, que uma vez tive sindrome do panico.

Bjão!!

Gil Cigano disse...

Olá Alan!

Li o que você escreveu sobre sua experiência ao trato da síndrome do pâmico. Realmente é complicado,
pois, não raro eu me acomento desse
mal, mas acredito que tem como erradicar, não somente este tipo de, digamos, desafio existêncial, mas
todo e qualquer desafio que acomete nós seres humanos.
Se algo não vai bem dentro de cada um de nós, quer sendo uma doença, ou uma anomalia desse gênero é sinal que algo está errado na vida do ser que sofre. Então, mister se faz procurar uma forma de estarmos resolvendo tal problema.
Obrigado por seu depoimento, pois muito me serviu para reforçar mais ainda aquilo que sempre acreditei: tudo tem solução. Suas palavras me trouxeram mais certeza e tranquilidade.
Sucesso para você e para todos que ser fizer presente no seu blog!

Abraços a Todos!!!

Gil

Cris disse...

Alan, hj meu esposo pediu para eu ler seu blog logo que chegou do serviço, pois esperei meus filhos dormir para me concentrar no que estava lendo,pois estou passando por este pesadelo a 1 ano tomando remedios fortes , acabando com minha saude, minha vida parou , nem meus dois filhos me fazem rir mais minha vida perdeu o sentido, vou para o hospital todos os dia se deixar, estou toda furada de tanto soro, vou e volto sem resultados, estou acabando com a minha familia,as pessoas que me amam sofrem com tudo isso, mas e dificil, mas lendo o seu depoimento ate chorei, achei vc uma pessoa fantastica, com uma coragem e tanto acho que seu psicologo e fenomenal, pois ele te ajudou muito, como isso não aconteceu comigo, gastei tudo que pude e estou na mesma ate agora so sofrendo,mas acho que com tudo tenho fe que vou sair dessa , sou mae de gemeos eles tem apenas 3 anos e ja me perguntam se vou para o medico pois e so isso que sei fazer , vou passar esse seu depoimento para mais pessoas que sofrem desse mal, e tenho certeza que um dia tambem poderei ajudar quem esta passando por esse pesadelo, valeu muito fique em paz

Anônimo disse...

oi, alan
obrigada. me salvou !! e vou ajudar outra pessoa com teu texto. nem imagina o bem q fez. bjos

mary

Anônimo disse...

tenho 22 anos e sofro com isso a dois anos,e com esses depoimentos eu me acalmei muito.Espero me ver livre disso também ,é muito ruim cada crise que nós passamos. e enfrentar o medo da recaida é muito dificil , ja pensei em desistir de tudo e deixar o panico me comandar mais agora vejo que posso lutar contra isso por pior que seja,tem horas que luto contra o panico para nao ter mais um ataque,tomo remedio sublingual para me ajudar mais agora percebo que so o remedio nao vai adiantar tenho que mudar os meus pensamentos que muitas vezes sao negativos.
Nao estou curada por completo,mais depois do que li estou com mais força para lutar contra esse terrivel mal que atormenta tantas pessoas,ja passei por tudo que os outros escreverao .
espero melhorar e nunca mais sentir essas coisas horriveis!
obrigado ALAN PELO SEU BLOG !

rubens brunhs disse...

Olá Alan,muito boa a sua iniciativa de passar sua experiência para nós que sofremos com a SP.Eu comecei a sofre de SP em 98,e nesse tempo ja fui em psicólogo,ja tomei todos os tipos de calmantes,mas com o tempo aprendi a domina-la,mesmo assim depois de vários anos sem nem mesmo lembrar de-la tive uma recaida,fraca mas pertubadora.Mas vendo que pesoas como você e as demais que tem deixado seus depoimentos,o primeiro passo importante para acabar com a SP é conhece-la,saber oque faz provocar as crises,para quem sofreu ou sofre falar sobre o assunto ja é um avanço,quem quiser se comunicar comigo deixo aqui o meu e-mail para trocarmos informações e falarmos sobre o assunto,que tanto pertuba as pessoas que passam por isso,quem quiser pode me mandar um e-mail,desde ja agradeço o espaço para falar sobre o assunto e desejo a todos muita força e fé,pq eu sei que se nos unirmos poderemos superar isso,fiquem todos com Deus!

Angélica disse...

mto obrigada...
tive uma crise de choro (mas foi e alegria) depois que li o seu texto.
beijos

Re disse...

Esse blog realmente ajuda muitas pessoas. Estou passando por toda essa situação. Hoje os sintomas físicos estão controlados, mas sinto a sensação de desrealização/despersonalização, muito ruins. Alguém q já sentiu isso constantemente poderia me dizer quando isso passa? Obrigada.

paulinhammoraes disse...

Oi Alan!

Muito legal sua iniciativa!

Apesar de sempre me ser receitado antidepressivo e anti-ansiolitco, ainda não cheguei a tomar (tenho a sindrome da bula rs).

Não sinto o que sentia antes, parece que estou melhor, mais controlada, é como se tivesse os sintomas, mas sem a crise.

Devo dizer que depois que entrei na academia tb me senti bem melhor, apesar de IR pra academia ser um tormento.

E assim como a Angelica tb chorei, mas no meu caso foi de nervoso por ver td o que eu sinto descrito e que tantas pessoas sentem a mesma coisa, me sentia sozinha, como se eu fosse uma ET; o que mais me magoa são as pessoas que não entendem e que acabam nos ridicularizando.

Um beijo e espero que todos melhoremos!

Maurício disse...

Olá a todos,
Minha namorada está com síndrome do pânico. Este blog, indicado por ela mesma, foi de grande ajuda para entender melhor a situação dela, por isso agradeço imensamente. Gostei da parte a respeito de como uma outra pessoa deve agir em relação a quem está passando por isso, quer em uma crise, quer no dia-a-dia, mas a achei um pouco vaga. Por isso, gostaria de perguntar a vocês, que visitam esse blog e enfrentam a SP, qual comportamento vocês esperam das pessoas que estão ao seu lado? Vocês preferem que a pessoa tenha um comportamento mais ativo, tentando ajudar, procurar alternativas, técnicas, ajudar a implementar essas técnicas, conversar sobre o assunto? Ou que procure não interferir, estando disponível quando necessário (ela não é de pedir ajuda, temendo incomodar...)? Ou ainda que a pessoa não se envolva tão profundamente com o problema, servindo como uma válvula de escape, ajudando a descontrair e a levar a mente da pessoa para longe da Síndrome e das crises? Talvez vocês prefiram uma postura diferente dessas que falei, qual seria? Agradeço imensamente qualquer resposta que vocês possam dar, sei que a reação varia de pessoa para pessoa, que depende muito do jeito de quem passa pelo Pãnico, do jeito da outra pessoa, e de como o relacionamento se desenvolve, mas gostaria muito de ouvir a opinião de vocês.
Meu e-mail é mdmvo@yahoo.com.br
Muito obrigado.
Mauricio
(desculpem-me por postar o mesmo comentário em relação a dois posts diferentes, mas gostaria de atingir o maior número possível de pessoas)

Anônimo disse...

Olá,Alan.tenho 16 anos e sofro desse mal desde os 12.É dificil,pois não vivo como uma adolescente normal.não faço coisas que antes fazia.Até pra estudar esta complicado.perdi 2 anos de escola.Ainda tenho ataques frequentemente,mais muita coisa mudou.quando começo a ter ataques,penso que aquilo passará logo,e que tenho de ficar calma.coloquei uma frase que funciona muito:"TUDO PASSA".E procuro rezar muito,pedir forças a deus pra que ele me ajude.Devemos enfrentar esse mal de cabeça erguida e pensar que temos muitas coisas boas na vida.nso em contar para o meu namorado,que sofro de pânico,pois tenho já 5 meses de namoro.É dificil pois ele me chama pra sair,ir as festas e sempre invento algo.bom... acho que vou contar!Gostaria de conversar com pessoas que sofram de pânico,por isso passo para passar meu msn que é: mirella_castro@hotmail.com
muitos bjus alan e obrigada pelo blog! É maravilhoso me sinto muito mais aliviada depois que passei por aki! muitos bjus!

Ricardo disse...

Muito bom o texto, tenho a mesma idade que vc, e sei bem o que é isso, ja passei a fase medica, estou na fase psicologo - psiquiatra, nao gosto de tomar medicamentos, mais tenho a consciencia de q so com eles, nao vou me curar! o seu texto , ajudou muito..obrigado

Renato disse...

Olá Alan,

Gostei muito do seu blog...
Já estou tratando com uma psiquiatra ótima, mas achei que nunca mais iria parar de tomar o remédio...
Mas a leitura do seu blog me deu muita esperança...
Eu sei que vou conseguir...
Muito Obrigado
Muita Paz

Julianne disse...

Olá Alan,
Boa Tarde!

Confesso que quando vi o título "fui ao inferno e voltei" fiquei assustada mas mesmo assim resolvi encarar, estava passando por uma crise e precisava de algo para me tirar da tensão... enfim.
tudo o que li me fez refletir que não devemos perder a esperança, minha historia é igualzinha a sua, me identifiquei bastante. Comecei a uma semana terapia com uma psicologa e comecei a tomar alguns remedios que um psiquiatra me passou... por ums dias me senti ótima, mas ambos me alertaram que eu teria novas crises. Deus é minha principal fonte de energia e é nessa fonte que estou me abastecendo, e mesmo na dor e sofrimento que venho enfrentando me vem sempre a mente a minha vitoria.. não quero desistir, quero poder sentir a paz novamente e sei que isso vai acontecer no nome de Jesus, Amém?! Muito Obrigada por tudo, vc é mais uma prova de que Deus está conosco e que nos ama muito!
Que ele te abençõe grandemente!!!!
Julianne Monteiro
juliannemonteiro@hotmail.com

Icaro Castro disse...

Oi Alan meu nome é Icaro e so de Manaus e tambem desenvolvina sindrome do panico recentemente nesse seu blog achei a resposta que eu estava procurando que nem meu psiquiatra tava sabendo me dar qualquer coisa ta ai meu e-mail icaro_mir12@Hotmail.com

Anônimo disse...

Olá, Alan! Muito Obrigada, sua informações surgiu como uma luz no fundo do poço. Neste momento estou passando pela terrível faze de não querer sair de casa, estou isolada do mundo e de todos... Não suportando esta situação, esta semana fui com meu filho a um psiquiatra e sinceramente não gostei, eu mal falei o que estava sentindo e ele foi logo passando a receita com remédios, apertou minha mão e disse: tome estes remédios e volte daqui ha 90 dias
Acho que não comecei bem.. Agora estou procurando um psicólogo para marcar uma consulta e só então iremos ver esta questão de remédios... Volto para te falar como estou indo... Amigo, te desejo tudo de bom. Um abraço

O sétimo anjo disse...

O seu texto me fez muito bem, ontem mesmo tive uma crise, chegando do trabalho tinha um helicóptero rondando o meu bairro, e me deu todos aqueles sintomas de sempre. Isso tudo começou em mim quando passei duas vezes por situações onde quase levei um tiro, e que passou tão perto de acontecer que nunca mais fui o mesmo, estou com medo de sair de casa, não posso ouvir um barulho que eu já acho que é um tiro. Ta difícil demais de suportar, mas penso que Deus quer tratar isso em minha vida agora, eu acho que Deus só deixa a coisa ficar preta assim por um propósito, eu sinto que é pra me livrar cada vez mais da fragilidade de alma que é normal na minha geração.
Valeu e um abraço.

Tenho lido um site que me tem feito muito bem, eu aconselho todos a lerem é fantástico:

http://www.caiofabio.com/

Renata disse...

Alan,

li seu blog e gostei muito apesar de não concordar com tudo. Achei muito pertinente a colocação sobre a necessidade de Psicoterapia. Sou estudante de Psicologia e vejo que a utilização de remédios é tida como forma de cura: NÃO É. Mas é importante ressaltar que é sim uma doença (reconhecida pela Organização Mundial de Saúde) e que tem sim algo errado o seu corpo, você só não vai morrer por causa disso (IMPORTANTE). É um desequilíbrio nos neurotransmissores, como a serotonina por exemplo. Além disso e principalmente, a causa é emocional e deve ser tratada como tal, com o auxilio de medicamentos QUANDO NECESSÁRIO. Seu depoimento é de muita ajuda e te parabenizo pela iniciativa.

silvia disse...

simplesmente fantástico mesmo!!para quem não tem formação em saúde a única coisa que me vem á cabeça é mesmo a palavar fantástico!de facto o dom da palavra esse encontra-se bem presente!!
tenho este problema há já algum tempo, tb n recorri á medicação, não por complexos ou perconceitos, mas pq n queria andar de "muletas", fiz tratamento natural, mto á base de magnésio entre outros, e senti-me muito mais equilibrada!tb tenho lido muito mesmo, e de facto alguns dos sites que encontro perferia n ver!é normal encontrar mais depoimentos de quem ainda não superou(mas vai superar),...pois são os que estão em busca constante de algo que os ilumine!foi exclenete alan, ao dar a conhecer a sua história!concordo plenamente, e cada vez mais, que a cura não a podemos projectar nos outros, a cura está dentro de nós!!obrigada!

Daniella disse...

Alan, maravilhoso o seu blog, graças a Deus alguma informação boa sobre a síndrome do panico, acredito que tenha cura definitiva, assim como qlqer outra doença, porem a industria de remedios está rica com as doenças... entao.. talvez não interesse para muita gente falar que realmente existe cura para qlqer doença.
Eu sofro desse mal a uns 3 anos e meio .. desde os 20 anos.. e só agora que achei um profissional competente para tratar esse problema, tomei remedios homeopatas por esses anos ...mais só de 2 meses para cá que decidi ir a um psicologo, o que eu vou tb é terapeuta holistico, e o trabalho desses profissionais são maravilhosos, pois eles tratam o ser humano como um todo, emocional e alma. É muito bom gente, aconselho todos a irem, tenho certeza que em breve estarei curada de vez ...pois só tenho sentido melhoras e aprendido muuuuuiiito com a sp.
Em breve quero estar ajudando pessoas que tb passam por esse problema, e lembrem-se primeiramente a gente tem q QUERER sair dessa, é preciso algumas mudanças no nosso padrão mental e no nosso modo de levar a vida.
A SP foi apenas um aviso para que isso aconteça.

PAZ SAÚDE E PROSPERIDADE
Daniella
17/09/2008

Anônimo disse...

Boa noite, Alan! Você poderia me dizer qual é o tipo de terapia que seu psicologo está fazendo com você?
Eu te agradeço de coração.
sandrasimião@hotmail.com

Débora disse...

Oi, vc não imagina o quanto isso tudo que eu li foi importante pra mim, sofro há uns 4 anos e faço tratamento com psicóloga há 9 meses. Mas mesmo assim após uma crise a gente quase perde a esperança. Hoje tento recuperar tudo que perdi minha auto estima, meu amor próprio, minha independência, e principalmente minha esperança de saber que um dia não vou mais ter crises e terei minha vida de volta. Ainda saio acompanhada somente do meu marido, tenho medo, mais aos poucos estou tentando mudar isso, tenho um filho lindo que torçe por mim e isso me dá muita força. Obrigado por essas palavras, por esse incentivo, só mesmo quem passa que sabe o que é isso, apesar de todos tentarem entender sempre acham que é exagero. Vou continuar lutando, já consigo me controlar mais no início de uma crise e as vezes ela nem chega a acontecer devido ao meu controle. Tenho certeza de que em breve serei eu novamente. Obrigado!!!!

Anônimo disse...

...oi Alan, tive uma crise sábado e me desesperei, tive muito medo de perder o controle pq a ansiedade era muita, li tudo o que vc colocou no seu blog e te agradeço, estou mais calma e segura...

ze disse...

cara simplesmente fantástico e real o que vc postou, a cura vem de nós. Só queria fazer uma observação de que homeopatia é mto bom tb para alcançarmos a cura, pois ela fortalece o organismo e nao trata a doença em si, me sinto bem melhor hj em dia graças a esse tratamento e a minha vontade de viver, tenho ctz que tds nós vamos sair dessa!! abraço a tds e que Deus nos ilumine...
parabéns!!

Bia disse...

perfeito o seu texto. seu site deveria vir como a primeira busca do google para o tema "sindrome do pânico". vou usar essas palavras positivas e fundamentadas para combater meus hormônios nocivos que estão me viciando no sofrimento.
muito obrigada por compartilhar. quando vc chegar no céu, saiba que ter feito esse blog contando sua experiência e ter ajudado muitas pessoas, tb deveria ser uma fonte de orgulho para vc!

jaqueline disse...

hoje to sofrendo de panico não consigo nem sair na rua fico com a boca seca tremula com sensação de desmaio enfim to tentando me recuperar sem medicação esta sendo a pior face da minha vida eu acredito que isso vai acabar.
ta sendo bom ler o o blog e saber que não to só.
de ir ao medico e ele dizer que não tenho nada

marcelo disse...

E aí galera, me chamo Marcelo Message, moro em Porto Alegre RS, tenho 29 anos de idade, e já tive a SP quando era bem novo, tinha uns 15 anos eu acho, tb resolvi meu problema na marra, meus amigos me tiram de casa na força me levaram para velejar e me tocar no meio do rio, meu pânico foi tanto, que automaticamente meu cérebro fez com que eu tivesse uma reação para me salvar, após esse susto de verdade melhorei, hoje tenho sentido alguns sintomas, pois tive uma mudança muito repentina na minha vida, na verdade duas mudanças, botei um bar noturno e acabei meu namoro e o pior em dois anos com o bar aberto estou tendo que entrega-lo ao proprietário do imóvel, pois o ponto é alugado, mas não é isso que quero dizer, quero afirmar; sim que os sinais que temos, e é por falta de atenção nossa,e que nós permitimos chegasse a esse ponto, então quando me dá um pico de stresse como esse a SP eu pego meu tênis e saio a correr, ou pego meu kimono e vou para acadêmia lutar uma pouco, pratique esportes ocupe sua mente com coisas novas e que te façam bem, pois se tu deixar o teu cérebro pensar por vc, meu amigo, vc vai passar o dia todo com falta de ar e achando que ta morrendo, já parou para pensar quem é mais forte? Então, "reação" isso vc deve ter esta tonto feche os olhos ou fixe em um único ponto! O coração esta a mil, respire fundo é só sensação! Se tu acha que esta com ataque cardia faça o teste vc vai ver que esta com os batimentos cardíacos normais....
Bom galera estou tento essa crise já faz uns dias mas sei que isso vai passar, pois eu me permiti estar assim agora eu tenho que lutar para que não aconteça mais, por isso não tenho medo e ocupo minha cabeça o máximo possível para que ela não fique me pregando peças como a SP.
Mai informações msn messagejiujitsu@hotmail.com
orkut
marcelo.krowczuk@gmail
abraço para todos e FORÇA, RAÇA E CABEÇA BOA... PAZ MEU AMIGOS

J. Ekman disse...

Eu também fui ao inferno que eu mesmo criei, e voltei.

Voltei graças a muito sacrifício e dedicação, uma dose exagerada de paciência e apoio das pessoas que me amam.

Não foi fácil, mas superei a SP e hoje posso dar minha contribuição.

Tudo começou quando eu estava super bem, tranqüilo e sem ter nenhum sinal, ou indício, de que passaria pelo que passei.

Numa certa madrugada acordei desesperado pensando que iria morrer. O coração estava disparado, eu estava suando em bicas, e a sensação de final da vida tomava conta dos meus pensamentos.

Hoje me pergunto: como podemos ter a sensação de que vamos morrer se sequer sabemos o que é a morte. Acho graça disso, não por não levar a sério o assunto, mas porque nossa cabeça é capaz de pregar as maiores peças na gente.

A primeira coisa que fiz foi me dirigir a um hospital, tentando controlar a enorme ansiedade, afinal para mim não podia esperar mais nenhum segundo, se eu não fosse naquele instante para um hospital certamente eu morreria em casa.

Chegando à emergência do pronto socorro, mediram a pressão e me encaminharam para um eletro. Tudo normal! Sim, os resultados mostraram que eu não tinha absolutamente nada, nem com a pressão, nem com o coração.

Então a Dra. Constatou que era síndrome do pânico.

Eu me perguntava, mas o que é essa síndrome do pânico, eu já ouvi a respeito, tenho amigos que tiveram a SP, mas não é o tipo de assunto que nos interessamos muito em ir a fundo, pelo menos enquanto não passamos pelo pior.

O segundo passo foi procurar um psiquiatra, pois eu já não agüentava mais aquelas sensações estranhas, acordando todas as noites varias vezes, sentindo o coração “disparar”, sentindo os lugares mais comuns se transformando em lugares estranhos, a ansiedade enorme dentro do peito, não eu não agüentava mais.

Enquanto aguardava o dia da consulta fiquei horas na internet pesquisando sobre o assunto. Depois falo mais a respeito disso.

Finalmente chegou o dia da consulta, na sala de espera tinha um folder falando sobre SP, os sintomas, as reações, enfim, realmente eu sentia muitos sintomas descritos ali, mas ainda não entendia o que era a SP.




Não entendia porque tinha acontecido comigo, pensava que síndrome do pânico era causada por quem tem muito medo, por quem passa constantemente por situações de pânico.

Bom eu tinha a SP, na verdade eu já sabia, mas talvez ainda não quisesse aceitar ou me conformar.

Como muitas pessoas, eu achava que a SP era bobeira, que era frescura, que essas pessoas não sabiam lidar com os problemas, talvez eu tenha recebido a lição... hahahaha

Eu tento descontrair com o assunto, porque hoje sei que essa é umas das melhores maneiras de lidar com esse problema, por favor, não me levem a mal.

Brincadeiras a parte, somente quando fui ao psiquiatra para perguntar e tentar entender o que era a síndrome do pânico que entendi que não se trata de frescura, de uma fraqueza ou de algo que podemos evitar.

Não, não podemos evitar.

É algo químico, genético (segundo o Dr.) e que em algum momento das nossas vidas pode se manifestar, mas pode ser também que algumas pessoas pré-dispostas passem a vida toda sem ter a SP.

Segundo o Dr., Normalmente quando estamos num momento calmo e tranqüilo, e justamente quando baixamos a guarda, ou seja, que estamos “desprotegidos”, que a síndrome costuma se manifestar.

Ele receitou dois remédios, uma para o dia, outro para a noite e falou que eu deveria tomar a medicação por 6 meses, para então retornar, verificar o progresso e provavelmente começar a tirar o remédio.

Tirar o remédio? Sim, parece que eles tratam assim qualquer remédio que possa causar dependência. Parece muito natural, mas confesso que para mim que sempre detestei tomar remédio, fiquei bastante desconfortável em tomar algo que pudesse me viciar.

Ele também sugeriu que eu fizesse terapia.

Por favor, isso é algo pessoal, de forma alguma quero contestar a orientação médica, ou sugerir para que as pessoas não tomem remédios.

Tanto que tomei os medicamentos por uma semana.

Mas, como não estava satisfeito com a situação e como não conhecia nenhum psicólogo para fazer terapia (imaginei que pegar algum do livro de referência do plano de saúde poderia não ser a melhor opção), queria escolher com calma.


Sim, tive a lucidez e a calma para viver um dia de cada vez.

Eu já sabia o que tinha, estava medicado (caso precisasse), sabia que não iria morrer por causa da síndrome do pânico, sabia que não tinha nada no coração, sabia que as crises eram freqüentes, mas passageiras, umas mais demoradas, outras mais breves, então não me restava outra coisa a não ser lidar com a aquilo.

Eu continuava procurando informações na internet e sinceramente muitas das coisas que li a respeito eu preferia nunca ter lido. Elas só me deixaram mais tenso, mais preocupado, mais desesperado, mais em pânico.

Foi então que finalmente apareceu uma luz. Esse blog foi o único que me acalmou, tanto pelo relato sincero e muito bem redigido do “autor”, quanto seu conteúdo. Eu li o texto como se estivesse ouvindo uma voz dizendo exatamente o que precisava ouvir.

Foi um alívio enorme e foi o ponto determinante para eu iniciar um novo processo.

Por conta própria parei com os medicamentos e decidi que iria lutar com todas as minhas forças para conter as crises e que nada nem nenhum sintoma seriam mais forte do que minha determinação.

Montei uma tática de guerra contra a SP.

Conversei seriamente com minha mulher, que sempre esteve do meu lado e acompanhou cada passo desta luta, e confesso que essa ajuda, assim como o apoio dos meus familiares foi determinante para solidificar cada pequena conquista.

Sim, sabia que o processo seria lento e doloroso, sabia que não poderia simplesmente acabar com o problema de um dia para o outro, então fui preparado para lutar por pequenas conquistas.

No início eu tinha crises 3 a 4 vezes por noite, isso acabava com meu sono e deixava o dia imprestável, e tinha as crises durante o dia, sem distinção de lugares ou horários. Podia estar no supermercado e começar uma crise, podia estar no transito e começar uma crise, era terrível.

Mas eu sabia que as crises eram passageiras (e sempre são), a crise mais demorada que tive durou cerca de 3 horas, mas isso é muito relativo e com certeza muda de pessoa para pessoa, também isso não é o mais importante, importante mesmo é ter calma e perceber quando a crise vai começar e quando ela vai terminar.


Os sintomas, tanto de início, quanto do término da crise são perceptíveis depois que você compreende o mecanismo da SP.

Eu percebia que teria uma crise quando de repente o lugar parecia ficar estranho, quando eu sentia que meu coração estava descompassado, quando a respiração estava curta e ofegante, mas o pior era quando acordava no meio da noite sem perceber nada, acordava assustado.

Ah, uma coisa interessante, durante o tempo que tive a SP eu parei de sonhar. Conversando com um terapeuta holístico, ele me falou que é um mecanismo de defesa do nosso organismo, daí fica para quem acredita em terapias alternativas.

Na minha busca por solucionar o problema eu fui atrás de tudo que podia ajudar de alguma forma. Decidi não ter receio de nada, não ter preconceito com nada e quebrar vários tabus. Um deles foi procurar um terapeuta holístico.

Isso me ajudou muito, porque além de ocupar meu tempo com algo que desviasse a atenção do pensamento na SP, pude fazer um relaxamento e fortalecer a cabeça, já que a luta que travei contra a SP é uma luta totalmente mental, desgastante e cansativa.

Outras coisas que me ajudaram muito: filmes de comédia, conversar com as pessoas que estavam ao meu lado, relatando as minhas conquistas e comemorando cada passo, passar mais tempo com meu cachorro, cuidar do jardim, organizar todas as coisas que normalmente vão ficando fora do lugar, tomar floral, valorizar mais minha vida, descobrir meus limites, impor restrições, não me permitir ir além cometendo excessos.

A bicicleta foi um dos principais caminhos que encontrei para me apoiar nessa batalha, iniciei com uma carga de exercícios leves, mas gradual e constante.

Passei todos os dias a caminhar, pedalar, nadar, praticar esportes, dentro das minhas condições físicas, (isso tem que ser observado por cada um, pois cada um tem o seu limite).

Voltei a me alimentar muito bem, sim porque a SP muitas vezes nos faz sentir um nó na garganta, tira o apetite, então entramos num outro processo, não nos alimentamos e ficamos mais frágeis.

Voltei também a sonhar, sonhar muito, sonhar colorido, dormir e acordar bem, sem interrupções no meio da noite.

E nada como ter um sono reparador para acordar bem e de bem com a vida.


Conclusões de situações que eu vivenciei e que certamente muitos de vocês vivenciam. Situações que me levaram a entrar num processo cada vez mais profundo de achar que eu podia tudo, que eu podia ir muito além.

Temos mania de achar que podemos sempre ir além, que trabalhar umas (muitas) horas a mais todos os dias passa a ser nossa obrigação, que deixar o lazer em função de compromissos profissionais, que deixar de se alimentar corretamente e passar a comer um lanche qualquer em cinco minutos não vai nos prejudicar em nada.

Nos colocamos em situações extremas de estresse e tensão, muitas vezes não temos como fugir delas por se tratarem de situações “normais” do trabalho que executamos, mas não fazemos nada para balancear, para equilibrar a situação, ou o que fazemos é muito pouco.

Por isso, o ideal seria começar a mudar as rotinas de vida antes que a SP se manifeste de uma maneira incontrolável, sim, porque temos vários avisos que isso pode acontecer, pequenas crises que acontecem esporadicamente e que nunca imaginamos ser o estopim de algo muito maior.

O transito das grandes cidades também é um fator agravante, quem nunca se pegou irritado porque o cara da frente não deu seta, ou porque ao abrir o farol ele demorou 5 segundos para seguir? Gente 5 segundos!

Mas isso basta para uma grande explosão quando estamos dentro das nossas “armaduras motorizadas”, pois nos sentimos poderosos e acima de tudo nos sentimos únicos, porque a nossa volta estão todos os nossos piores inimigos, todos disputando metros e centímetros das vias congestionadas, tudo isso para ganhar alguns segundos.

Sendo assim, nada como colocar uma boa música procurar sair mais cedo, porque já sabendo que a possibilidade de ficar parado no engarrafamento é grande, não seria mais inteligente evitar se estressar por isso, deixar aqueles cinco minutos a mais de cama (ah, é mesmo, estamos cansados porque trabalhamos até muito tarde no dia anterior)...rotina?

Dica, quem puder ir de bicicleta para o trabalho vai descobrir uma excelente alternativa, conciliado transporte e exercício, prazer e consciência de que existem muitas maneiras de sair das rotinas que nos consomem.

Muitas vezes lidamos com situações que não podem ser alteradas, mas na maioria das vezes somos responsáveis pelas rotinas absurdas, pelo desleixo e pouco caso com as coisas simples e justamente essas coisas que servem como válvula de escape.


Voltando ao fio da meada, finalmente, depois de um mês sem ter nenhum sintoma da SP tive uma recaída, mas isso em função do momento de vida que estou passando, pois é um momento de mudanças e indefinições, no meu caso lidar com a síndrome nesse momento foi uma grande lição, eu passaria fácil para um teste de monge Budista.

Novamente por três dias tive as sensações me atormentando e mais uma vez coloquei em prática os exercícios de combate: parar, buscar um local de silêncio e tranqüilidade, respirar profundamente por alguns instantes, meditar, procurar sentir meu corpo e assim perceber o que estava errado, então controlar a situação e esperar passar. E passa, sempre passa, só precisa dedicação e paciência.

Finalmente!

Foi algo estranhamente extraordinário, simplesmente num dia desses eu tive um estalo, foi como um click mental, então percebi que não tinha mais nada, que a SP a partir daquele momento faria parte do passado.

Daí percebi que eu tinha ido a um “inferno” criado por mim mesmo, e que eu finalmente tinha saído de lá.

Espero contribuir de alguma forma com minhas palavras e experiência de vida, e desejo que quem estiver passando por isso, que lute bravamente acreditando sempre na solução, que a solução esta dentro da cada um, não importa que seja um processo longo e árduo, mas é totalmente possível sair dessa, basta acreditar, basta querer.

Me desculpem por me prolongar demais, mas o assunto merece e preferi postar aqui do que criar um outro blog, pois assim acredito centralizar as informações que realmente podem ajudar.

Fiquem em paz

Cristiano Jaguaribe
c1ekman@hotmail.com

Caio disse...

Alan,
Eu estava exatamente no trabalho neste momento, com inicio de uma crisa (coisa que ja tenho a um tempo) eu li e me senti muito melhor de verdade ... Vlw mesmo =]

Anônimo disse...

So queria fazer mais um comentário fui ao médico e constatei de fato de que não há nada de errado comigo, mas quero dizer uma coisa a SP começou ocorrer na minha vida, quando comecei a exagerar no consumo de drogas Maconha/Cocaína, e o engraçado que nunca achei anda a respeito sobre isso, dos relatos que eu li e continuo lendo a SP ocorrer com pessoas normais, rotinas normais com vidas normais, eu sempre tive uma vida noturna muito forte o uso de drogas foi consequencia de noites mal dormidas e claro, q pq eu queria usa-las mas enfim , so me deparei com a sindrome a partir do momento que consumia drogas, por exemplo em uma sexta feira eu usava cocaína no dia seguinte trabalhando ou quando estava prestes a dormir pronto aparecia aquela sensação horrível de morte, achando que meu coração iria parar ou que eu pararia de respirar, hoje faço tratamento com um psicologo e suspendi completamente o uso de drogas pois facilita a SP.

essa é minha história, pena que achei esse blog um pouco tarde mas.... foi de muita ajuda.

Anônimo disse...

PARABÉNS Alan, n tive como n deixar esse recado p vc... suas palavras vieram pela boca de um anjo. por um momento cheguei ate a acreditar que n teria mais crises.. rsrsrs. sei que n sera bem assim... mas assim como vc estou aprendendo a controla-las e espero me livrar delas definitivamente SE DEUZ QUIZER. tudo de bom p vc e que seu blog consiga aliviar mais e mais pessoas com esse problema. abraços

Anônimo disse...

Parabéns por ter aprendido a falar. E tambem a ler e escrever.
E por ter doado seu tempo e experiência para ajudar pelo menos 1 pessoa.

Cátia disse...

É um situação muito complicada.Minha vida era perfeita, mas estava sobrecarregada, comecei a me sentir muito mal, tinha crises de choro ao sair de casa minhas mãos suavam muito no ônibus me dava desespero a cada vez que ele parava, sentia tontura,falta de ar.Sempre tive muito medo de desmaiar e essa situação me deixava mais apavorada.Fui ao médico fiz tudo quanto foi exame que não deram absolutamente nada.As pessoas me diziam que era emocional fui então atras de um psiquiatra que diagnosticou depressão e me passou remédio,não tomei e não fui mais não aceitava que aqueles sintomas fossem de depressão. Continuei a passar mal, até que um dia quase desmaiei na faculdade aquilo pra mim foi o fim.Larguei tudo não aguentava mais sair e passar mal,me dizem vc tem que continuar, eu continuava e nada melhorava.Qdo desisti de tudo minha mãe resolveu me levar em um médico que ela passava a anos ele é clinico e cardiologista,ao contar todos meus sintomas ele pediu um exame:curva glicemica de 3h,descobri que tinha hipoglicemia minha alimentação foi controlada.Mas o medo continuou, voltei ao mesmo psiquiatra e decidi tomar o remédio, primeiro comecei a passar com uma psicologa que recomendou a voltar com o psiquiatra.O remédio que ele me passou me fez muito mal minha pressão estava caindo muito me deixando mais apavorada, me deixando com medo de sair de casa.Parei com tudo O psiquiatra me fez ficar pior e com a psicologa qdo eu conseguia me desabafar o tempo tinha terminado,sem contar que quase desmaiei na sala dela depois disso voltei p/ falar que não ia mais.E assim estou só saio sozinha se for para lugar perto.Perdi as esperanças em relação a psicologos e psiquiatras,pra completar meus pais foram morar no interior eu moro com minha irmã, meu namorado é o que mais me ajuda,tenta entender,mas só entende quem passa por isso,como tive complicações com a minha saúde fico mais apavorada inda qdo passo mal muitas vezes fico com medo de morrer,e não falo p/ ninguém.Só meu namorado sabe qdo estou bem ou não só de olhar pra mim.
Foi otimo ler tudo que escreveu vou procurar uma psicologa quem sabe tenho sorte desta vez.
obrigada.
se alguém quiser me dizer algo deixo meu e-mail catia_dike@hotmail.com
bjos

Julianne disse...

Olá Pessoal, olá Alan.... ha algums meses atras estive por aqui e até deixei um comentário quem quiser ver está mais em cima, foi postado no dia 09/07/2008 as 13:04
estava tendo uma crise horrivel.
Bom pessoal voltei pra contar a todos q estou curada e desde o final de outubro nao tomo mais medicação nenhuma. quero primeiramente agradecer a Deus por toda força e amor, a Alan que com poucas palavras me fizeram ver q com atitudes simples eu chegaria lá... e posso garantir, eu cheguei!
recomendo a todos fazer um tratamento bem feito, com profissionais qualificados e principalmente ter fé em Deus... garanto a vc q tudo passa, cada dias os sintomas se tornarão mais fracos e aos poucos tudo volta ao normal, tenham paciencia tudo vai dar certo!
desejo a todos paz no coração e na mente :) quem precisar de ajuda ou querer saber mais sobre meu caso podem me enviar um email no endereço: juliannemonteiro@hotmail.com

Silvinho disse...

Oi Alan
depois de ler o seu blog tive uma grande melhora Graças a Deus.
Que Deus continue te iluminando sempre.

camila disse...

Ola Alan...cheguei muito triste em casa hoje pq eu não aguento mais viver com isso...li tudo o que escreveu parece ate que eu é que havia ecrevido tudo aquilo, só ainda não encontrei a minha "cura" mas suas palavras me fizeram voltar a ter eperanças novamente, sua iniciativa de colocar isso para que pessoas como eu possam ler e tentar chegar a nossa vitoria é muito legal..

Lis disse...

Oi Alan! Parabéns pelo blog. Tenha a certeza de que você já ajudou muitas pessoas! Eu fui uma delas. Obrigada de coração. Seus pots me acalmaram, tomei coragem para sair sozinha e deu tudo certo. A respiração ainda não está a das melhores, mas não senti tontura, nem sensação de desmaio e nem a minha cabeça quente. OBRIGADA!! Um grande abraço!

Anônimo disse...

obrigada, obrigada, obrigada. Não tenho palavras para descrever o que esse blog significou para mim. Já me faltam forças para relatar o que ando passando com as crises de Pânico, por isso só me resta dizer que vc mudou minha vida.
Enviado de Deus.
OBRIGADA!

Anônimo disse...

Olá Alan. Não sei se ainda acessa seu blog, mas queria dizer que é isso mesmo o que vc escreveu. Tudo são coisas da mente, assuntos mal resolviidos, ou falta de coragem para resolve-lo, é como se seu corpo te obrigasse a tomar atitudes que talves vc não tomaria no estado normal.Bom pelo menos é assim que eu estou encarando isso.
Espero que com a ajuda de Deus nós todos estaremos, em breve, livre desse mal.

RODNEY disse...

CARA, TUDO Q DISSE EH PERFEITAMENTE VERÍDICO... A MUITO TEMPO NÃO SEI OQ EH CRISE, ATE ESQUEÇO DE TOMAR REMEDIOS DE MANUTENÇÃO.... SABE PQ, PQ ENFRENTEI COM GARRA DE SER FELIZ E APRENDI ATE LEVAR ESSE PROBLEMA NO BOM HUMOR... E NEM LIGO PRA MAIS NADA, NAO DEIXO DE FAZER NADA NA MINHA VIDA MAIS POR CAUSA DA SP...
ACREDITEM, TODOS PODEM CONSEGUIR...
ABÇÃO
RGBECKER

Michele Seckler disse...

oi....li seus posts e fiquei mais informada e satisfeita!
estou no inicio do tratamento mas tenho certeza de que logo estrei livre disso..!
estou bastante conciente do meu papel no tratamento e estou me ajudando ao máximo!
tenho certeza de q vou conseguir!
parabéns pela iniciativa de ajudar as outras pessoas com a sua experiencia!

maria luiza disse...

olá alan, li o seu blog e nossa como me fez bem! tive uma crise insuportavel hj e ja me sinto melhor, e tenho apenas 15 anos e sofro desde os 7, bom espero voltar e dizer que estou curada. Obrigada mesmo .. beijos

Bridgi disse...

Parabéns pela iniciativa!

Você me ajudou e muito!

Marlene disse...

olá...venho aqui deixar o meu testemunho que a sindrome do pânico tem cura sim!tive crises durante 4 anos, foi muito sofrimento....como todos entendem,não vou estar a deixar detalhes pois os sintomas já todos sabem quais são....!
Hje posso dizer que foi devido a este "problema", que passei a viver de acordo com o meu eu verdadeiro!!!hje sei que nenhuma crise de pânico aparece sem causa alguma....n acredito mesmo(excepto causas organicas), falar de genetica é reduzirmo-nos demasiado....medicação sempre encarei como muletas, ajudam a aliviar os sintomas, mas não curam!!BEM , axo k uma vez que superei era meu "dever" deixar ás milhares de pessoas que sofrem deste mal, que existe cura, que esta sindrome não é mais que uma consequência , um pedir socorro interior, para haver mudanças....acreditem na inteligência interior que de facto temos....acreditei que a cura fica muito próxima quando a encarmos como algo bom...eu sei que ouvir isso ate parece de loucos, mas acreditem que hje penso assim!!vejam os seguintes artigos que foram mto importantes e decisivos para ...O SEGREDO N ESTÁ EM LUTAR...LUTAR CONOSCO PRÓPRIO...NÃO é o camiho...entendam a doença, n se foquem apenas nos sintomas isso é o menos, aprendam com as crises querem dizer , pedir , revejam as vossas vidas...bem ficam aqui estes sites....reflitam neles!!!!http://www.alfmarc.psc.br/psi_pani.asp

http://www.igt.psc.br/ojs/include/getdoc.php?id=651&article=32&mode=pdf

http://www.portaldomarketing.com.br/Artigos_Psicologia/Transtorno%20de%20Panico%20como%20simbolo%20de%20transformacao.htm

BEM existem muitos mais sites interessantes mas axo k esses s muto bons, invistam em pesquizas mais cientificas, e desse estilo!

ESpero ter ajudado....sempre que vinha para a net eu atÉ CHorava quando encontrava sites e testemunhas de cura deste problema.....acreditem e n percam as esperanças nunca...a cura existe!!abraços ps: desculpem a forma de escrever…é o habito …de abreviar todo!!hehe

Anônimo disse...

Nossa, me senti muito melhor depois de ler que o Allam escreveu, e todos os demais contários de quem ainda vive com sp, e dos que já a superaram.
Estava me sentindo anciosa, com medo de novamente ter medo. Sabe aquela sensação de querer sair correndo, chorar ou gritar, mas ter medo de fazer isso, justamente pr temer perder o controle? Eu estava assim!
Tenho sp há uns 7 anos, desde os meus 11 já sentia alguns sintomas, mas agora com 19 que pude viver o ápice do problema! Pensei muitas vezes em desistir, acordava já com todos os sintomas e passava o dia inteiro muito nervosa... Pedia para Deus me levar, queria acabar com todo meu sofrimento, que não me deixava mais viver!
Antes disso, eu tinha tido uma crise forte de pânico, com medo de enlouquecer, de esquecer de tudo... Fui parar no médico, então ele prescreveu uma medicação p tomar de manhã e de noite. Ele me pediu pra retornar quando os primeiros 20cpm terminassem, mas infelizmente eu não segui o conselho do médico e simplesmente parei por conta própria! Foi meu pior erro, pois fui parar no fundo do posso, simplesmente não vivia mais, os sintomas e as crises não me deixavam em paz um só minuto do dia. Então, retornei a medicação, e gradativamente senti que melhorava. Faz uns 2 meses que tomo os medic. e me sinto melhor! Mas nunca mais fui a mesma, sinto que estou diferente, ainda tenho alguns sintomas, principalmente a sensação de desrrealização!
Desejo um dia estar 100% bem!
Pretendo procurar um psicólogo pra me auxiliar nesse processo, pq a caminhada é árdua, sempre é bom termos alguém perto, que entenda do assunto para nos ajudar.
Beijos à todos!
Que Deus abençõe vocês com muitas alegrias!

marlene disse...

esqueci-m de deixar meu mail, para o caso d eventualmente alguem quiser mandar seu mail..sou a marlene que deixou comentário acima..
em 24/03/09...abraço a todos

marlene.pt.pan@hotmail.com

Anônimo disse...

Oi Alan!

Sofro desse mal a uns 15 anos e só agora estou procurando ajuda.Só quem passa por isso sabe o sofrimento que se tem(é que não é nenhum exagero!)!
Gostaria de agradecer o material postado, pois o fato de saber que existe cura(diferente de muitos outros posts) me deixou com mais esperanças quanto a recuperação!

Beijos :)

Gabriel disse...

SENSACIONAL COM CAPS LOCK LIGADO!



MANDOU BEM DEMAIS!

Paulo Roberto disse...

Caro amigo,
este post foi de tremenda utilidade para mim,
tenho apenas 17 anos e aos 13 começei a sofrer certos ataques do panico, que na verdade nem sabia o que eram, fui acompanhado por um psicologo, mas nem me lembro dereito como superei momentaneamente tal problema, ja que era uma criança e não entendia bem o que aconteçia. Atualmente venho sofrendo com a sindrome do panico e agora sei o que se trata. Estou na luta para me libertar. O seu post me fez chorar e tudo cara, [haushasuhas]
muito obrigado mesmo. Tudo o que dissestes só me deu forças e segurança para combater este meu problema.
Abraço!

Anônimo disse...

cara! valeu mesmo,vc não tem noção de como me ajudou.venho sofrendo a um ano extamente,e nesse tempo consegui dar uma boa controlada n SP,porem morria de medo de comer fora de casa (tinha medo de engasgar),e hj tive uma recaida enquanto estava numa festa,só q desta vez tive medo de faltar ar,chguei desesperado,vim pra internet e graças a Deus consegui achar seu texto.e realmente ,a partir d hj vou procurar ajuda,vou ter consiciencia d q preciso disso.Com seu texto aprendi q meu orgulho só piora as coisas.
MUITO OBRIGADO E PARABENS POR TER VENCIDO ESSA BATALHA,QUE É A PIOR SENSAÇÃO QUE SE PODE SENTIR NA VIDA.

Anônimo disse...

Olá meu querido amigo!!

Muito obrigada por compartilha sua dor, sofrimento e angustia. Eu no momento fui diagnosticada com Sindrome do Pânico e sua palavras estão me ajudando muito a superar esse momento tão dificil que estou passando.

Muito obrigada!!!
Renata
(renatamedeiros@simonsen.br)

Anônimo disse...

OI, ALAN OBRIGADO PELAS DICAS QUE DEU EM SEU BLOG, LI INTEIRO E ADOREI, ME SINTO OUTRA PESSOA APOS A LEITURA E VOU POR EM PRÁTICA O QUE APRENDI COM VOCÊ SUAS TECNICAS PARA SUPERAR OS SINTOMAS, SOFRO DESSE MAL A QSE 7 ANOS DIFERENTE DE VC ME AFOGUEI NOS REMEDIOS, MAS PERCEBO QUE DE NADA VEM ADIANTANDO POR ESSA RAZÃO VOU DETERMINAR EM MINHA VIDA EM NOME DE JESUS QUE NÃO MAS VOU PRECISAR DESSAS DROGAS E PEÇO E BUSCO EM DEUS UMA FÉ INABALÁVEL PARA SUPERAR ESSAS CRISES HOROROSAS.
ME CHAMO LUCIENE RODRIGUES TENHO 33 ANOS E SOU DE RIO BRANCO-ACRE.
UM GRANDE ABRAÇO E SUCESSO!

Sandra disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

Vc disse uma grande verdade (dentre tantas outras). A SP pega nas pesoas "boas", que se preocupam demais com o proximo, que nao suportam mentirar, nem ver ninguem ser passado para tras discaradamente. Parabens pela iniciativa e pelo conteudo do seu blog.

Rafael

Anônimo disse...

Oi
Nossa li seu blog,parabéns...
sofro ja faz 5 anos,ja passei mau e varias situaçoes ate medo de namorar eu tenho,pq não qero passar isso na frente das pessoas,eles acham que estou loca,moro numa cidade pequena e isso e comum aqui,ja fui varias vezes para o hopital...mas como vc colocou em seu blog isso so aontecem com as pessoas boas,mas com a SP mudei minha vida,não ligava muito com os outros so pensava em mim mesma,hjja vejo o mundo de outra maneira...mas assim não curei a SP pq tenho medo ate de dormir,durmo sempre com a TV ligada para não me sentir sozinha.Espero que agora que li seu blog que eu posa controlar.Parabéns mesmo
beijão
Angela
brisie@gmai.com

Marília disse...

Olá Alan,

Encontrei o teu blog por um estranho acaso, e gostaria de te dizer que fiquei bem mais tranquila ao ler os teus posts. Não me sinto sozinha, agora que sei que todas essas informações da SP. Comecei a ter a SP esse ano, com ataques fortes, o último até foi na quinta-feira, mas acho que, na verdade, sempre tive. Sou extremamente perfeccionista e exigente comigo mesma, e tenho dificuldades de aguentar a pressão que eu (sem razão) me imponho. Além disso, moro sozinha, e POA tem me parecido uma cidade "grande" demais, tenho me sentido perdida.
Não sei quando vai ser o próximo ataque, parece que a qualquer momento posso cair no abismo de novo, mas estou tentando trabalhar isso.
E tenho fé que vou conseguir.
Beijos,
Marília
Se alguém quiser conversar:
marilia_bortoluzzi@yahoo.com.br

Juliano disse...

Bom dia Alan...primeiramente parabéns pelo seu blog, tenho certeza de que ajudou e ainda ajudará muitas pessoas com este problema.

Eu já passei por isso e realmente sei como é difícil estar nessa situação, principalmente quando estamos com uma "carga" de problemas em nossas vidas...parece q essas coisas potencializam esses sentimentos no nosso corpo. Mas como vc disse, isso serve para alertar-nos de que estamos fazendo algo de errado, e o primeiro passo para sair dessa é tentar nos ajudarmos em primeiro lugar, depois o que vir é lucro!...hehehee

Parabéns mais uma vez na iniciativa de fazer este blog...e desejo força a todos que estão passando por essa!!!

Como diz o provérbio: "É sempre mais escuro antes do amanhecer"

Beatriz Callegari disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Beatriz Callegari disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Lilian S. Richter disse...

Muito obrigada pelo seu blog depoimento. Encaminhei o endereço para a minha filha e tenho certeza que a leitura será muito importante para ela: nada melhor do que as palavras de quem já superou o problema. Obrigada de coração.
Um abraço.]
Lilian Sargaço Richter

Anônimo disse...

óla Alan ! boa noite!

muito legal seu post.,garanto a vc que esta sendo muito útil as pessoas!

parabens por essa atitude


muito obrigado de coração.

Anônimo disse...

Olá Alan.

Antes demais, devo dizer que nem sou de ler textos grandes na Internet e de fazer comentários em blogs, mas há pouco comecei por dar uma vista de olhos às primeiras linhas do teu texto e quando me apercebi já tinha chegado no final, e lido tudo com o maior agrado. O que escreveste deu-me forças para acreditar que estes receios e medo que sinto - e que, afinal, toda a gente sente, pelo menos uma vez na vida -, não é algo crónico como a nossa mente nos leva a pensar, e sim passageiro; mas para o qual preciso de procurar a ajuda de um profissional e deixar de lado a ideia de que aguento tudo sozinho. Obrigado pelo incentivo que colocaste nas palavras do teu depoimento, e por mostrares que depois da tempestade, existe, sim, a bonança.

Um forte abraço a você e a todos [[ ]]

Anônimo disse...

tive uma
crise de panico na sala de aula
e desde entao minha vida virou um inferno. Pior é que eu ja estava sentindo alguns sintomas ha muito
tempo, porem, por nao saber o que
isso cuminaria, ignorei os sinais.
Alem de timida
hoje tenho
medo de ter outra taquicardia e
+ diarreia ... tremores...
minha mente esta um bagaço.. eu
comecei
a fazer psicanalise e meu
psiquiatra receitou uns remedios
Pelo fato da psicanalise ser demorada mudei para um psicologo e
entao iniciei um tratamento, faz 3
meses. Agora pouco larguei o
psicologo pois nao me identifiquei
com a terapeuta
e pior, este é meu ano de
vestibular
ainda mais pra medicina! Sempre
fui muito inteligente mas
o panico esta conseguindo estragar
isso em mim.
o ano ta passando rapido e estou desesperada pois ainda nao fiquei
boa... tenho medo quando estou na
aula

Algumas pessoas falam que o que cura é o amor .....
porem as pessoas que convivem cmg
nao tem me apoiado tanto quanto preciso..
As vezes eu so queria ter alguem que
eu pudesse contar meus medos desabafar.. ser protegida.......
mas nao vejo essa pessoa na minha vida.
As vezes acho que quem pode me curar é Deus
e sim eu sei que ele pode
mas tenho medo de ficar muito presa a
uma religiao....... e pirar mais
ainda.
Depois que entrei no psicologo eu melhorei do panico.. Descobri que
a melhor forma de vencer o medo
é enfrentando-o.
Agora larguei o psicologo porque
nao achei minha psicologa uma pessoa boa, ela parecia nao ter paz. E eu, apesar de ter SP, acho que
tenho mais amor no coraçao que

muito psicologo por ai... Porem
agora tenho pensamentos de morte
quase sempre...... =/ ate pensei em
me jogar de um predio... Sei que
nao é o melhor.....
Nao sei o que faço fico vagando pela internet procurando curas
respostas.....
Minha vida passou... esta passando
tao rapido e nao gosto do que tou passando.......
Nao sei como pude perder tanta
vida, tanta felicidade, tantas oportunidades.Alem do sofrimento
que causei nas pessoas ...
Alem da pessoa que estou sendo
agora =/... Nao suporto
mais esse meu jeito de ser...
Queria ser diferente....
Eu so queria levar uma vida normal
so queria ser feliz por me sentir
livre..
Vou procurar outro terapeuta que
eu me identifique mais...
E acreditar que tudo vai ficar bem!

Ja tinha lido o blog antes e
isso me deu forças quando li!!!
Sempre que tiver triste
vou lembrar da sua vitoria
Muito obrigada por ter vencido!

Vânia disse...

Oi,Alan depois de ingressar nessa triste realidade da síndrome do pânico comecei a ler tudo sobre o assunto mas seu blog me acalmou me trouxe paz,me deu esperança de mudar essa realidade e sabe de uma coisa: EU FUI CURADA!.Li o manual de tratamento e tudo que vc me indicou.Obrigado, agora sou eu que atravez de um blog testemunho minha cura em nome de Jesus pois quero assim como vc ajudar outras pessoas que estão escravizadas por este mal.OBRIGADO MAIS UMA VEZ.

Rodrigo disse...

Alan... Parabéns!
Tive minha primeira crise em Abril/2009. De lá pra cá mudei algumas coisas em minha rotina.
Faço terapia há 3 anos, procurei um psiquiatra e comecei o tratamento. É horrível, mas como vc bem disse tem saída.

O melhor de tudo é que passamos a ver a vida de uma outra perspectiva. Passamos a nos respeitar mais. Passamos a conhecer e lidar com nossos limites.

No meu caso, passaei por muitas mudanças em minha vida num espaço curto de tempo. Todas essas mudanças e as pressões produzidas por elas deflagraram as crises.

A mais recente foi a notícia da gravidez da minha esposa. Parece bobagem mas uma notícia maravilhosa como esta fez "desmoronar" a minha capacidade adaptativa.

Hoje, quase 4 meses depois tenhos momentos de maior ansiedade, mas não tenho mais as crises, ou elas são muito menos severas que as primeiras.

para quem quiser falar a respeito:
rodrigocaravelli@hotmail.com

Sucesso a todos
Rodrigo

Sol disse...

Oi Alan ! Parabens pela sua atitude, pois com certeza ela já ajudou e ainda vai ajudar muita gente. Afinal os especialistas não fazem isso e quando fazem cobram. Não temos uma publicação tão completa como a sua. Temos muito pouca informação sobre o assunto.
Informações realmente úteis. Que Deus te ilumine e te recompense em dobro pela sua ajuda. OBRIGADA.
Sol Balseiros - 31 anos - SP.

wesley disse...

Olá, parceiro,
Já sofro sp a quase 03 anos,n aceito tomar remédios e hoje estou mal, tenho uma Empresa e tenho q levar ela,n posso faltar um dia, tem sido um tormento muito grande.
É NORMAL A PESSOA COM SP ABSORVE TODOS OS PROBLEMAS, ATÉ MESMO AQUELES Q Ñ SÃO NOSSOS, ME CULPO POR TD.TENHO MEDO D TD, EU ERA MUITO CORAJOSO, ESSA SINDROME PANICO, SÓ PODE SER COISA D OUTRO MUNDO, ALIAS SÓ QUEM PASSA PRA ENTENDER, QUEM Ñ PASSOU NUNCA ENTENDERIA.
WESLEY

Rachel disse...

Olá Alan,

estou sem palavras!!! Li tudo do início ao fim e realmente me deu uma aliviada incrível no peito. Ainda estou fazendo de tudo para ser uma pessoa vitoriosa. Como vc mesmo disse, li muita coisa por aí que me fez enfraquecer, mas algo aqui dentro, muuuito íntimo, me dizia que não era possível estar enlouquecendo sendo a pessoa lutadora que sempre fui. Mas tb bem daquele tipo que vc cita no texto, cheia de força para fazer de um tudo pelos outros, mas sem nenhuma força para fazer de um tudo por mim.

Seu relato me fez realmente acreditar que tem jeito pro "meu" problema. Que tenho chances de recobrar a auto-confiança e ser feliz! Obrigada pelo texto maravilhoso e eu já tinha feito esta parceria com o Universo mesmo antes de ter lido aqui... em breve qd eu vencer este meu momento vou disponibilizar minha história para muitas pessoas que sofrem deste mal e que não veem a saída. Eu já fui uma delas, mas agora me vejo em plena recuperação. Ainda estou numa fase bastaaaante complicada, pq não estou querendo ficar mais em casa sozinha e nem saia mais... uma subvida daqueeeelas. Mas preciso me lançar ao mundo não é mesmo? Já que vc me GARANTIU que não há chances de enlouquecer... acho que vou tentar ir ali... dps mais adiante... mais adiante... e um dia volto pra contar a minha vitória por completo! rs

Sou otimista e olha que esse pânico é bem teimoso... mas uma hora ele cansa. Serei mais forte! Um forte abraço e mais felicidade pra vc! Tudo o que a gente faz de bom para o mundo retorna imprescindivelmente para nós. Não tenha dúvidas de que vc é um ser iluminado!

Obrigada!

Rachel

Anônimo disse...

boa noite

Tambem tive PANICO, convivi como um cyborg (dopado) durante 4 anos, hoje tenho muito poucas crises e sei que passa, mas descobri o que estamos vivendo!!!!

Naqueles dias havera choro e ranger de dentes, entao pergunto o que e depressao e Panico? Nada mais que isto... Estamos muito proximos de algo muito extraordinario.. Entao sorriam pois Jesus nos ama, somente Jesus pode nos libertar de tudo isto. ELE EH O CAMINHO A VERDADE E A VIDA.VLW

Rachel disse...

Alan, vc é RJ? Estou a procura de um psicológo que realmente entenda do assunto! Vc pode me ajudar caso seja do RJ? Indicaria alguém? Obrigada

Saulo disse...

Opa, li e me sentir bem melhor , por um momento te fantasiei como se fosse um amigo muito intimo me dando conselho bons que tudo isso vai passar, me sinto bem melhor agora tentarei fazer com que eu tenha meu 'auto-controle' ;

Brother, gostaria muito de te conheçer, se for possivél me mande um e-mail, saulo0_andrade@hotmail.com // Abração, vou durmir muito mais tranquilo !

Cícero disse...

Cara, meus parabéns pelo texto. Você realmente faz um bem danado pra muita gente, inclusive pra mim.

Que Deus abençõe você e todos que lêem esse texto.

Pollyana disse...

Parabens pelo seu blog eu ameei ate me senti melhoe depois de ter lidoo.. eu passo por isso tbm tem um tempo que eu to otima mas tem outrass que eu to malznaa...
eu queria ter outro contato comitgo comverssa assim comtigo axo que vai me fazer fica melhorr qualque coiza me adc ai pra gente trocar experiençias http://www.orkut.com.br/Main#Profile?rl=bgp&uid=17174093951863299146

''MEU ORKUT SE THU ME ADD SE INDENTIFICA TAA BJOSS...

Alyson Souto Araújo disse...

Esse foi o melhor texto que eu achei na net sobre o assunto , melhor e mais explicativo até que o de alguns "especialistas".voçe é muito bom !!!

Anônimo disse...

Pessoal, li um livro ótimo sobre o assunto e indico!

VENCENDO O MEDO
AUTORA: JERILIN ROSS

Rachel

Sidney disse...

vlw allan tenta minha cura com esse comentarios seu obg por td amkgos

wilson gomes disse...

wilson disse...
prazer alan,como é confortante saber que apesar de alcoolico e adicto em recuperaçãoa 16 anos me restou essa terrível herança do panico.Parte ruim da crise não narrarei mas sim a vontade virtuosa de vc vencer essa doença sorrateira ,ardilosa que abusa de mim quando quer...ou seja abusava ,trabalho com futebol e vejo que aminha vontade de acertar talvez seja um dos "muitos' motivos de recaídas da SP.
SÓ POR HOJE UM DIA DE CADA VEZ TBM VENCEREI O PÂNICO..tenho um casal de filhos de 21 e 18 anso e um casamnto de 25 anos,,ahh tenho 49 anos
e desde 1993 apos abstiencia aciam venho tentando e muit vencer o SP E SE VC VENCEU TBM VENCEREIIIIIIIIIIIIIIIIIIII!!

Marthita disse...

Olá Alan.Sou de DOurados -MS, tenho 43 anos,
Li seu blog todo e adorei foi esclarecedor


A duas semanas estou com essses sintomas horriveis e estranhos.A primeira foi dentro de um shopping quando fui a passeio em Ponta Porá- MS, minha pressao esta 180/100.
Tinha todos os sintomas que vc sitou no seu blog.
cheguei na minha cidade procurei meu cardiologo, ele esta fazendo alguns exames para contataçao de que pressao alta nao da afliçao , nem medo de morrer, nem vontade de desmaiar.

Observei as coincidencias ao ir ao supermercado ou restaurantes.eu sentia as mesmas coisas horriveis.
AGORA NO DIA 19/11/2009 VOU VISITAR UM PSIQUIATRA
enquanto nao constatar.Eu nao consigo sair de casa por medo.

Meu filho entra ao supermercado eu fico no carro.

Obrigada, pensei que este mal nao tinha cura e que eu estaria a ponto de ficar louca.
mas vc me deixou mais confiante.

Espero que muitas pessoas portadoras da síndrome do pânico, possam vir aqui e ler TUDO o que vc escreveu e se ajudarem de alguma forma...
Beijos!!!

Marthita vidal Guillent

Rachel disse...

Pessoal, li um livro ótimo sobre o assunto e indico!

VENCENDO O MEDO
AUTORA: JERILIN ROSS

Rachel

beatriz disse...

olá alan! li seu depoimento e confesso q me senti melhor fazem 3 anos que sofro com as crises de panico ,chego a ter medo de tomar até os remédios q os médicos me passam pois não consigo acreditar q sofro de pânico as crises somem por um tewmpo depois voltam li varias coisas q realmente me desanimavam, mas ao ler o seu texto me senti mais confiante parabéns pela sua atitude de escrever esse depoimento sei q ajudará varias pessoas como eu...

beatriz disse...

alan queria parabenizar vc por sua atitude de escrever seu depoimento tenho pânico a 3 anos as crises passam por uns tempos, depois voltam já encontrei varias matérias sobre essas crises, mas confesso q o seu depoimento me deixou mais confiante.Espero que possa ajudar mais pessoas como eu ...parabéns!

wilson gomes disse...

oi alan e pessoal que acessa aqui com grande interesse de saber sobre SP,ontem voltei a ficar nuima sessão de cinema sem ter de sair correndo como um desesperado...que bom que vcs acessem o blog do ALAN,POIS PODERÃO COMO EU POSSO PERTILHAR COM SUCESSO AS SUAS LUTAS E VITORIAS COM A SP..DEVO LEMBRAR QUE MINHA LUTA TEM 16 Anos DESDE QUE ME ABSTIVE DO ALCOOL E DAS DROGAS,PORTANTO SE ESTOU VENCENDO UM DIA DE CADA VEZ ESSA TORMENTA QUEM AQUI ACESSOU TBM..DEIXO AQUI EM ANEXO MEU MSN...VEJA NÃO DEVE-SE BRINCAR COM SENTIMENTOS DAS PESSOAS QUE PORTAM ESSA DOENÇA,,OK !!!
WWW.WILSONPOKE@HOTMAIL.COM
QUERO DEIXAR CLARO QUE É POSSÍVEL UMA SESSÃO INTEIRA DE CINEMA E IA ESQUECENDO A RETIRADA ,"GRADATIVA DO MEDICAMENTO,,OK...MAS SEMPRE COM ASSISTENCIA MÉDICA
AGRADEÇO ESTE ESPAÇO PRESTIMOSO ,QUEM DERA TIVESSEMOS UMA CHAT AO VIVO DE BATE APAPO COM ESSA ABRANGENCIA....
DEUS ABENÇOE A TODOS!!!! É POSSÍVEL VIVER SEM SP.....

Cristiane disse...

Oi Alan td bem com vc?? Sabe que eu sempre que não to me sentindo bem eu leio sobre o assunto pois tenho medo de morrer sei lá rsrs.
Mas graças a Deus eu encontrei seu blog que ta tudo muito bem explicado muito obrigada e parabéns por essa atitude, eu me sinto bem melhor agora.
Bjs°°

Rachel disse...

Bom, eu li o livro

VENCENDO O MEDO
AUTORA: JERILIN ROSS

Estou fazendo terapia cognitiva comportamental e posso dizer que VENCI POR COMPLETO A SÍNDROME DO PÂNICO. É exatamente como o Alan fala neste blog, acreditem! Chega uma hora que passa e vc lembra disso como uma vaga lembrança de infância. Mas procurem ajuda! Procurem mesmo!!!

EU VENCI E VOU ESCREVER SOBRE ISSO! HOJE POSSO DIZER QUE SOU UMA PESSOA DIFERENTE, MUITO MELHOR!

Sorte para todos! Não desistam de procurar o devido tratamento com um psicólogo. Procurem textos bacanas... quantas vezes na angústia eu voltei a ler de fio a pavio este texto do Alan. É possível vencer! Eu venci! Vcs tb vecerão! Tenham força para enfrentar e ficarão curados!

Tudo de melhor para todos!

Nicholas Pufal disse...

Pessoal,

eu ja tive sindrome do panico no passado, por conta da ingestao de uma droga (experimento estupido juvenil). A droga provavelmente me causou uma imensa de uma culpa, e os sintomas que tive na epoca foram muito alem dos descritos aqui. Muitos acham que tiveram crises fortes. E para muitos que dizem NÃO aos remédios, eu digo: isso varia, e deixem um médico cuidar. Eu particularmente ODEIO psiquiatras. Na época procurei um que quase me matou com os remédios. No lugar dele, procurei um neurologista, o qual realmente me ajudou e me deu apenas 1 remédio (APRAZ) em dosagens MUITO baixas. Por conta de stress e falta de perspectivas, problemas financeiros, isolamento, etc, voltei a ter crises de ansiedade e uma ou outra crise de panico (nada comparado ao que tinha antigamente). Voltei a tratar com o mesmo neurologista e desta vez estou tendo consultas com uma psicologa. Para mim, esta sendo a melhor combinação.

Os remedios podem ajudar voce a retomar a rotina, mas se voce é dependente deles, procure rotas alternativas. Nao fique dependente... Use eles de forma sábia, nao abuse, e tudo ficará bem. Mas mude... Mude a sua rotina, seja mais feliz, conheça pessoas novas, faça atividade física (muito importante), faça yôga, saia... Enfim, viva a vida sem medo. Como garantia, eu sempre levo na carteira o medicamento. É apenas a forma que achei de ficar seguro. Mas sempre tratem de mudar de vida. Ninguem vai morrer, isso a minha psico e meu neuro sempre me disseram. E outra: agradeçam a DEUS que o corpo de vocês está libertando essa instabilidade através de um pânico, e não através de um câncer ou outros problemas. O simples fatos de nós termos problemas de ansiedade, significa que o nosso corpo esta liberando isso tudo, ou seja, nao estamos armazenando, o que é algo saudável - e eu sei como é horrivel uma crise, eu sei o quanto abala, eu sei que as vezes é quase que impossivel aceitar que estamos bem, mas nós estamos bem sim, e todos nós vamos superar, assim como muitos já superaram.

debora disse...

ooi alan (:
parabéns pelo seu blog, as coisa que eu li me deixaram mais tranquila, tenho sindrome do pânico ja faz 2 anos, agora eu tenho 16, e tem momentos que são muitos dificies pra mim, tenho uma crise eu sei o que tenho que fazer pra ela melhorar, mais parece que o medo e maior que eu mesma, e isso vai me sufocando,posso estra na escola,cinema, ou até com as minhas amigas ou familiares, a crise vem e me deixa sem reação, mais graças a Deus, já melhorei muito dez de quando eu percebi que tinha isso ( com a ajuda da minha piscicologa), com a ajuda de rémidios e consultas com piscicologos, e to tendo mais coragem para enfrentar tudo isso.Continue com seu blog e muito bom mesmo, e pode ta ajudando muitas outras pessoas, assim como também as coisas que eu li, vão me ajudar a entender um pouco mais sobre esse problema, vou deixar meu msn se você quiser adc debora_thaizinha@hotmail.com, beijo :*

Anônimo disse...

Olá Alan, acabei de ler seu blog e fiquei impressionada como voce descreveu tao bem... Eu estava lendo e me vendo na sua 'pele'..tudo que vc passou eu tbm passei...mas o meu pior medo ainda é o de enlouquecer!Fiquei aliviada ao ler td que vc escreveu aqui...é muito bom saber que pessoas ficaram bem...Voltaram a sua rotina...as vezes ate de forma mais saudavel!!!
Continuo aqui na minha luta constante com esperança de dias melhores...Ja melhorei em relação as crises...mas o que me perturba mais é o medo de enlouquecer, despersonalização e a sensação de irrelidade!!! Mas tenho fé que vou conseguir superar esses ultimos sintomas!!
Muito obrigada pelas palavras...com ctza elas me ajudaram bastante!!

Jessica G.

Alessandro disse...

Olá Alan.
Eu adicionei seu blog no meu favoritos e nem tive tempo de ler ele devido a correria do dia dia e minha luta contra a Sindrome.
Hoje estou curado e resolvi dar uma lida em seu blog e sou testemunho de que tudo que vc descreve realmente é verdade.
Em breve estarei escrevendo um livro ou até mesmo um blog e pretendo publicar para que as pessoas possam ler e entender que a Sindrome do Pânoco tem cura.

Parabéns pelo seu Blog... Adorei..

adriana disse...

Alan li seu blog e amei,estou passando por o mesmo problema e fiquei mais calma em saber que ñ é uma doença e que não mata e tem curar,pois quem tem sofre muito, e os parentes mais ainda,vc ñ sabe o quanto vc me fez feliz hoje,porque todo os site que eu procurei,só queriam vender livros e ñ ajudar,porque nem todo mundo que procurar no site tem dinheiro pra comprar livros e nem animo pra ler, quem tem esse problema quer é a curar imediata ou uma palavra que faça ver que ela e forte o bastante pra lutar e si recuperar o mais rapido possivél,fico feliz por vc ser uma pessoa unjida de Deus,e ter um coração bom pra colocar esses conselho no blog,pois hoje vc me fez feliz,amanhã outras pessoa e depois milhares. sou evagélica e estarei orando todos os dias por vc, que Deus te abençoe e inlumine sua vida pra todo sempre,1000bjs. E,assim, se alguém estar em cristo é nova criatura;as coizas velha ja passaram eis que tudo se fez novo.romanos,6:23

AF disse...

Obrigado!!! Realmente ajuda este blog.Estou fazendo um tratamento com medicamentos mas queria complementar com outras técnicas...

valquiria disse...

Graça e paz querido Alan , estou no trabalho lutando contra esse problema e seu texto foi simplesmenete o melhor que ja lí , agradeço a Deus pela sua vida e sua cura , enquanto busco a minha. Hoje irei para a minha primeira consulta com a psiquiatra, pois depois de quase 10 anos tendo essas crises (com grandes intervalos), eu decidi procurar ajuda profissional, tem sido muito, muito dificil, só Deus mesmo pra confortar, porque sua mente só te diz ao contrario. Estou em busca da cura sim , pois desde o inicio eu sempre acreditei na cura , que nós não nascemos com isso e não vamos morrer com isso, ou desse problema. Voltarei aqui para contar a minha vitória em nome de Jesus. Deus te abençoe.

Mayra disse...

Olá Alan.
Fiquei muito feliz de ter encontrado o seu blog. Mesmo.
Ainda não sei se o que realmente tenho é sindrome de panico ou não, porque normalmente tenho quando sei que tenho de ir para a escola, e como já li aqui, o nervosismo causa diarreia e afins e fico com medo de sair de casa.
Estive na casa no meu pai de férias no ano passado, em Espanha, e tive bem, penso que foi pq estive bastante distraida.
Nao sei se pode ser panico da escola o que possa ser, mas é panico, heheh.
Vou seguir com a ajuda de um psicologo e logo veremos o que é.
De qualquer maneira, seu blog me ajudou e muito.
Beijos e muita sorte na sua vida!

Anônimo disse...

Gente como me sinto mais calma depois de ler estes relatos!!!
Primeiro uma breve bibliografia sobre minha vida rsrsrs
Estudo(estou terminando meu curso), trabalho( trabalho em uma penitenciaria imagina o stress),tenho duas filhas pequenas, um marido e uma mãe que agora vejo que tb tem sindrome do panico ... Estou exausta fisica e mentalmente tive meu primeiro ataque fortissimo a 6 seis dias, na verdade estou com o ataque do panico a 6 dias pq eles não param ... estou exausta já fui duas vezes ao hospital e nada pressão normal , glicose , tudo bem.. como assim tudo bem?! me perguntava .. até que resolvi pesquisar hoje passei o dia na frente do pc lendo tudo a respeito e me enxerguei no blog ... Vi que há muitos anos,cerca de uns 11 anos, meu corpo me dá sinais de fragilidade e cansaço como esquecimentos muitos fortes, tonturas que sempre foram encarados como besteiras, crises de choro enfim...
Mas agora que descobri o que tenho e agradeço a Deus e é Nele que me amparo pois ainda tenho muito a viver e realmente vou ter que mudar muita coisa em minha vida ... Já marquei para conversar com minha supervisora vou pedir remoçaõ da penitenciária, antes tinha 20 minutos para sair da facul e chegar ao trabalho não vou mais fazer isso .. vou entrar como todo mundo uma hora mais tarde e não tem problema saio uma hora mais tarde, vou congregar numa igreja sempre foi meu sonho mas nunca tive tempo ....na verdade vejo que sempre tive tempo mas tinhamedo da responsabilidade... Já marquei Psiquiatra pra mim só não fui ainda por causa do carnaval, não atendo mais ligações do trabalho em casa hj não atendi , confesso que me senti culpada mas na hora das minhas crises quem sofre sou eu .. Mas hj vejo que sempre me preocupei d++++ com os outros e agora eu sou a penalizada e preciso mudar não quero mais sentir isto e vou me tratar .. Ontem no meio de uma crise , permaneci deitada e orei com toda intensidade e advinha dormi ...A SP serviu para eu parar , reavaliar e ver que preciso viver ainda melhor, com amis qualidade de vida...Amigos fiquem com DEUS ...Para mim que há seis dias vivo com a SP sem tregua( estou um caco) mas na verdade convivo com ela há muito tempo sem saber que era SP .. Ficar um dia bem já é uma vitória e hj estou bem GRAÇAS A DEUS.
"De tarde, e de manhã, e ao meio-dia, orarei; e clamarei, e ele ouvirá minha voz".

Anônimo disse...

Ola Alan,

parabens pelas suas palavras, me identifiquei demais!!!tenho sindrome do pânico a 6 anos, no começo não entendia nada do que estava acontecendo comigo, tinha certeza que o problema era na cabeça ou no coração...claro tive crises, parei no hospital, palpitação, sensações de desrealização, abri mão de trabalhos...enfim, é a primeira vez que escrevo um comentario em algum texto que eu tenha lido sobre o assunto, mas hoje sigo essa linha de raciocinio tbm!Se o nosso corpo é capaz de curar uma serie de enfermidades que sofremos pq não reeducar nossa mente?!Passei todos esses anos da minha vida procurando um motivo para tanto "sofrimento" e percebi que tdo isso acontece porque nosso corpo esta precisando de atenção!como se fosse uma criança desprotegida...ele quer atenção, segurança...e esta gritando por isso!Hoje percebo que tudo que buscamos esta dentro de nós, ja cheguei a tomar remédios (rivotril 0,5 e Serenata 0,25) mas chegou em um ponto que meu corpo rejeitava os remédios, fiz tratamento com psicólogo, acupuntura, técnicas chinesas maravilhosas( isso sim vale muito a pena e o resultado é expatacular)vc equilibra seu corpo e mente, mas infelizmente é uma medicina alternativa que custa caro e como não estava trabalhando tive que abandonar o tratamento, mas, pretendo retomar logo pois amo amo amo...já com os remédios não me sentia avontade...então parei para escutar o que essas sensações que estavam berrando dentro de mim queriam me dizer...encontrei pessoas maravilhosas que me fizeram enxergar a vida de uma outra maneira, me colocar em primeiro lugar sempre, me afastei de outros que não me faziam bem e eu insistia em estar perto, doando as energias que eu não tinha e o melhor de tudo encontrei a minha religião que é o que me da forças e muitas explicações até mesmo da nossa pergunta que não quer calar "porque comigo???"...Enfim, resumi um pouquinho do que passo e passei..e vou abrir para voces desde já que tenho certeza que não vai demorar muito vou me livrar de tudo isso, estou com o pensamento firme "quem manda aqui sou eu", e também pq fugir dos problemas ou se desgastar procurando respostas não da mais!é resolver!...mesmo sendo uma fase dificil da minha vida não quero simplismente passar por cima e ter receio de olhar pra tras, afinal se eu fizer isso estarei sendo "medrosa" coisa que já decidi que na minha vida eu não quero mais!Sendo assim ja comecei a escrever algumas coisas sobre a minha experiência com o Panico e quero poder postar em breve e dizer que eu venci e como você disse 1 pessoa pode ler ou 1000...mas quero levar minha palavra de conforto e de vida...o melhor é saber que podemos contar sempre com alguem não importa aonde e em primeiro lugar com Deus! que assim seja! Abraço a todos que passarem por aqui e força.

Stefani

Tatiane disse...

Olá Alan,

Acho que seus comentários foram muito importantes para mim. Acredito em tudo o que você falou, mas por em prática às vezes é muito difícil.
Tenho uma profissão estressante - sou bancária, o que dificulta mais a minha recuperação.
Agradeço por suas palavras e um dia, tenho certeza, farei o mesmo que você: vou dizer a todos: "Venci a síndrome do pânico".

Beijos,

Tatiane

Cami disse...

Oi, gostaria de agradecer a você por ter escrito esses posts sobre a síndrome do pânico, me sinto muito melhor e aliviada depois de ler tudo isso, pois nem sabia que o que eu tinha era isso e que várias pessoas já sentiram, pensava que o que sentia era anormal e só eu sentia. Foi uma ótima idéia você ter criado esse blog para ajudar as pessoas, futuramente também quero escrever sobre isso e poder ajudar. Muito obrigada pela ajuda!
Beijos

Código13 disse...

Sofri por uns 4 anos com a Síndrome do Pânico, nos primeiros anos os médicos não foram conseguirão diagnositocar o que era. Fui a cardiologista e neurologistas. E um neurologista que me disse que poderia ser "apenas" pânico. Entre aspas por que apesar de ser algo fisico causa um desconforto muito grande.
Fui ao psiquiatra e iniciei o tratamento com o Anafril ( cloridrato de cloripramina). O medicamento ajuda bastante. Mas que realmente foi tratamento com Auto-hipnose. A auto-hipnose funciona porque com o treino você consegue se colocar em um estado de relaxamento assim que os sintomas do pânico começarem. Com o tempo você vai perceber que o pânico é inofensivo e cada vez as crises de pânicos vão ser menos frequentes.
Um dia eu me senti tão bem que não quis mais tomar o remédio e perguntei parao médico se eu poderia parar. O médico reduziu a dose e depois parei.

SMM disse...

Oi, Cássio tudo bem ? Adorei teu blog, adorei mais ainda que fala de uma cura sem remédio, achei demais! Meu nome é Iara, sou do blog Sindrome de mim mesma e vc me perguntou se jovens como vc entram no meu blog. Na verdade eu tenho 36 anos,mas comecei a ter crises com 14, tive síndrome até os 30. Tenho todo o tipo de leitores,mas a maioria são jovens sim, eu entendo perfeitamente eles, justamente porque já passei por ali. A coisa mais maluca da síndrome é como ela de uma maneira ou outra, ela te liga as pessoas e no fim a idade não tem muito a ver, porque a pessoa se identifica.Bom, se cuida muito, e adorei mesmo teu blog!

Anônimo disse...

Alan, meus sinceros agradecimentos por seu post. Eu estava aqui quase desistindo, mas você fez-me realmente querer continuar a lutar pela ''extinção'' da SP. MUITA FORÇA pra todos que, assim como eu, estão nessa jornada!

Anônimo disse...

" Me sinto melhor apos ter lido todo este texto "
Obrigada Alan! Muito obrigada!

Nossos serviços disse...

Olá tava procurando na internet uma luz para o que estou passando e derrepente encontro você e me deu um alivio ler tudo que precisava saber. Estou fazendo analise a dois meses e tenho começado a melhorar, hoje particulamente não me senti bem, ao encontrar o seu blog nossa! Vc não sabe o quanto me sinto bem depois de ler o que vc escreveu. Quero te agradecer por ter esse blog, porfavor continue nos ajudando.

Edmar Zatarin disse...

Alan e leitores. Ainda sou portador de uma ansiedade que me incomoda um pouco, mas também aprendi a lidar com ela, ignorando-a.

Parabéns pelas palavras e pela atitude em prol dos outros. Realmente na internet tem um monte de asneira e só deixa quem tem pânico com mais medo.

Pessoal, aqui vai uma valiosa dica: visitem o site www.sempanico.com.br e comprei o e-book digital que os caras vendem. É muitíssimo bom, sensacional! Aborda tudo o que o Alan falou e muito mais. Não estou aqui para fazer propaganda do site e também não estou ganhando com isso, mas visitem, vai ajudar mais ainda quem precisa e quem esta sofrendo desses sintomas desagradáveis do pânico.

Alan, realmente, aquele que se cura do pânico é quem não tem mais medo de ter outro ataque. Pessoal, a cura, se analisarmos um pouco, é muito simples, mas ao mesmo tempo, leva um certo tempo para nos acostumarmos com ela, mas é extremamente simples. Não há motivos para temermos tanto, nunca houve motivo algum. É essa nossa cabeça que nos leva à pensamentos errados, ansiosos.

Alan, um grande abraço. Fica com Deus, cara! A glória será sempre dele, este é o mais intímo sentimento que o ser humano pode ter, servir a Deus e aos homens.

Pessoal, vida longa a todos nós! Abs.

Edmar Zatarin - Piracicaba/SP.

Anônimo disse...

Oi tenho sp ah alguns meses antes tinha apenas transtorno fóbico ansioso hj tenho síndrome do pânico é a pior doença do mundo é pior que a dor física nossa meu deus divulgue mas o seu blog tem muitas pessoas necessitando de ajuda. Abracosssssssssssssssssss.

Anônimo disse...

eu tive minha primeira crise ha 1 ano e 8 meses, no ultimo dia da faculdade, foi horrivel, hj estou bem melhor, as vezes me dá uma recaída, mas muito pequena, mas ja aprendi a lidar com isso. Crêio que Deus vai me curar por completo, pq ele não faz nada pela metade. Sempre me baseio no que aconteceu com Jeus, o tempo q ele teve q carregar a sua cruz? Então nada é pra sempre, na hora certa Deus vai te curar.
Aprendi em um curso de teologia q estou fazendo que " depressão, sindrome do pânico", é doença da alma. E q é a alma q esta pedindo socorro, até acredito nisso.
Como o Alan falou, por um lado a sindrome do pânico, nos ajuda a refletir sobre a vida, eu por exemplo mudei muito, passei a dar mais valor as pequenas coisas, nao me estresso por nada.
Tomo remedio, dose pequena, e vou na psicologa q me ajuda muito.
Mas o q me ajudou mesmo foi a libertação espiritual, cada dia tenho buscado mais a Deus, e sei q ele vai me curar por completo.
Não fique com medo, nunca ninguem morreu disso, é tudo coisa da nossa cabeça, uma alucinação. Tenha fé em nome de Jesus vc vai ser curado.

Anônimo disse...

Tenho sindrome do pânico...é a pior sensaçao que existe pois parece que vamos morrer(apesar de não saber qual é verdadeira sensaçõa da morte)slei que não vivi legal faz uns 6 anos,tomo tanto remédio que me sinto um vegetal(acho que eles não curam,apenas adormece a verdadeira razão do pânico...na familia nimgue compreende,não acredita,acha frescura..e assim vou levando minha vidinha mediocre....

Denise disse...

Oi Alan, estava na internet procurando algo sobre o assunto que não me assustasse e encontrei rs.Admiro muito o que fez, é dessa forma que me sinto, querendo ajudar as outras pessoas tb.
Gostaria de saber como faço para ter contato com vc.
deixarei aqui meu email, caso seja possivel nossa comunicação, lembrando o que vc mesmo disse, "quem ja se curou tem uma dívida com o universo" rs

aguardo seu contato!

meu email é denise-score@bol.com.br

Mi disse...

Bom Dia!!!
Parabéns, foi a primeira coisa que lí e que fala coisas boas pois tudo que lí até agora me deixaram mais pra baixo e tendo mais medo ainda, já guardei o blog em meus favoritos, pois vou usa-lo como forma de tratamento.Obrigada, acho que depois de tudo o que lí aqui foi o que mais me ajudou, estou em crise ainda, meu médico quer que eu tome remedio, estou relutando, por causa dos efeitos colaterais, mas vou conseguir, agora sei que vou.
Michelle.

Anônimo disse...

Olá
eu gostaria de agradecer, por este blog existir.
Ajudou-me muito

Muito obrigado

si disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
si disse...

simplesmente foi o melhor texto que ja li,voce me deu animo,tirou um pouco do medo que sentia,parabens.

Anônimo disse...

Oi meu manorado tem a sindrome do panico, e apos le este depoimento consigo saber como ajudar ele qunado tiver uma crise.Gostaria de agradecer por esar ajudando nao so a mim mas a todos que passa por este problema.
Muito obrigadooo...
BEIJO

Anônimo disse...

Estou emocionada com o seu depoimento. Que força você teve! Eu não tenho essa força sozinha, busquei a Deus e hoje sou evangélica, quem diria!!!!!!! Mas, eu precisava mudar minha concepção de vida, era muito autoritária, não tinha religião, perfeccionista, intolerante e trabalhava demais.Junto a isso uma série de problemas pessoais e traumas de infância. Um dia não aguentei, tive depressão e ataques de SP. Hoje estou quase curada da depressão, mas ficou os ataques de pânico. Mas, creio em nome de Jesus, que um dia vou ser curada e poderei ajudar outras pessoas com meu testemunho para honra e glória do Senhor, porque sozinha eu tenho certeza que não suportaria. Foi dessa forma que encontrei abrigo nos braços do Senhor Jesus que tem transformado minha vida, aos poucos num processo lento, mas, que um dia será completado, eu creio. A palavra de Deus é tão viva que um dia de extremo medo, eu abri a Bíblia e pedi ao Senhor que me desse uma palavra de conforto, que aliviasse minha alma e assim ele me mostrou: "Não temas, porque eu sou contigo, eu te ajudo, te esforço e te sustento com a destra da minha justiça". Is 41:10. Foi um momento de grande descoberta, saber que realmente Deus está ao meu lado porque clamei. E ultimamente, tenho pedido uma direção a Deus do que tenho que fazer para minha cura definitiva, pois tomo Assert 50mg, mas não resolve.

Então, encontrei este blog e me deu mais esperança ainda. Creio que Deus irá te abençoar grandemente. Pois, você está cumprindo um dos madamentos do Senhor que é amar ao próximo como a ti mesmo, e o amor não é feito somente de sentimentos e sim de atitudes como essa sua, de compartilhar algo tão íntimo. Você é admirável, e seguirei seu exemplo quando for curada.

tch disse...

parabens pelo blog vc é muito inteligente eu estou pasando por essa faze terrivel ansiedade stress fobia socia sindrome do panico e com depre agora estou um pouco melhor mas faz 60 dias ke nao vo para minha loja é terrivel sempre fui uma pessoa do comercio praticava motocross esporte perigozo corrida de carro e agora ter medo as vezes até de dirigir é foda to me abilitando aos poucos gostari de conversar com algem meu endereço é tchornobaymotos@gmail.com as pessoas achan k estress depres e fobia é frescura idiotas sao eles mas o deles virá um dia abraços

Anônimo disse...

Ola Alan, parabens pelo blog, vc me ajudou muito e tenho certeza que ajudou tambem muitas pessoas!. Infelizmente os livros que falam desse problema nos deixam com mais medo e nao nos ajudam. Tive SP durante a minha primeira gravidez a 2 anos atras, deveria ter sido um momento lindo, mas foram muito dificeis...nem tenho como explicar, hj Gracas a Deus, a psicoterapia e a minha forca de vontade,fe, estou melhor, mas ainda nao livre, enfim, gostaria de deixar o meu contato carmo.cibele@bol.com.br , porque gostaria de fazer umas perguntas, se possivel.

Obrigada por me ajudar e por esse blog!. Cibele.

Deus é fiel disse...

Parabéns, Alan. Gostaria de agradecer profundamente pela sua iniciativa, pois estou na metade da leitura do Manual que vc indicou e me sinto muito melhor. Pois, agora sei que não vou morrer de um ataque de SP, apenas meu corpo está respondendo a fuga emocional. Esta semana recebi a notícia que haviam matado o filho de uma amiga, no momento pensei que ia passar mal, mas nossa!!! consegui encarar e o ataque não completou o seu ciclo, pois antes eu não podia ouvir falar de morte, que o ataque já se tornava efetivo.

Vou deixar o nome de um livro para os seus leitores que muito tem me ajudado na tentativa de curar meus traumas emocionais:

"CURA PARA OS TRAUMAS EMOCIONAIS",

David a. Seamands, ed. Betânia. Comprei na Casa da Bíblia.

Vanessa Sae Iañez disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Vanessa Sae Iañez disse...

Olá Alan,estou passando por esse doloroso processo,mas com um agravante na minha historia,meus parentes por parte de mãe,tios todos tem/tiveram,alguns deles superaram,mas minha mãe não aguentou as tristezas,os medos, o sufoco e infelizmente se suicidou qdo eu tinha 3 anos de idade,fatores "geneticos" podem contribuir mto para q a pessoa venha a ter o Trantorno/Sindrome do panico...Eu passei meses terríveis,meus ataques não duravam minutos nem segundos,os primeiros sim,mas infelizmente passei um mes inteiro sem comer,dormir,pensar com logica,um mes com panico,tremendo HORRIVEL...Não sabia oq fazer...Isso já faz 4 meses...Realmente sempre fui uma pessoa boa,e sempre me culpei mto por td...E minha vida sempre foi complicadissima,desde q nasci praticamente.
Então,longe do meu pai q mora com sua nova familia,sem mãe,amigos(pq nao tinha tempo p isso),recem separada(por mtas traiçoes),trabalhando 6X1,sem grana,com minha filha d 3 anos dependendo de mim p quase tudo ainda,sozinha(oq nunca gostei,sempre tive medo da solidão),me senti desprotegida,só no mundo,sem ninguem q me amasse e eu nunca fazia nada q eu gostava,pq achava errado largar a nene p me divertir com amigos...Fiquei assim...To tomando antidepressivo e ansiolidico q meu psiquiatra receitou,melhorei muito,mas fico tão perdida.Tenho estudado na internet disturbios de personalidade,t. bipolar e até esquizofrenia,parece q não tenho,mas morro d medo d ter.Mesmo pq o sintoma q não me larga é a despersonalização,então como não me sinto "em mim" penso,será q to louca de vez,analiso meus atos e estranho,chego a estranhar meu corpo e até minha vóz...Acho q preciso msm é correr p um psicólogo e tirar esse fantasmas d minha mente de vez,afinal junto com o Panico parece q to na maior crise de identidade do mundo...Seu blog ajudou-me muito!
Deixo aqui meu tel celular,p q vc entre em contato comigo se possível,a melhor coisa q existe é saber q não sou um peixe fora d'agua e q isso pode sim acabar.
Bjaoooo e fique sempre assim, BEM!!!
118507-3230
*OBS aos leitores:Favor não liguem p trotes,já tenho problemas d+ p enfrentar...rsrsrs

Vanessa Sae Iañez disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Áurea Batista de Sousa Sardinha disse...

Nossa adorei esta matéria...Tive sídrome do pânico em 02/2008. E tudo que você falou é verdade.O que mais me chamou atenção foi quando você disse:''Curiosamente, somente boas pessoas sofrem da Sindrome do Panico. Geralmente porque elas se importam demais com os outros e nao conseguem impor limites, ficando muito tempo numa situacao aonde sao pressionados por outras pessoas (familiares, amigos, conjuges, a sociedade, ...); estao infelizes com sua propria realidade, mas nao lutam para abrir seu espaco, por nao querer magoar ninguem.Eu agia assim e agora parei para pensar um pouco em mim.Ainda sofro aqui em casa com o meu marido que me maltrata muito, mas estou lutando para ser mais feliz.Gostaria de saber se existe alguma comunidade no orkut...seria bom partilhar estas situações com outras pessoas.Uma vez eu estava com minha irmã em uma consulta e na sala de espera entrou uma senhora e ela estava como se estivesse com pânico, eu fui até a ela e perguntei tem problema de pressão? e ela me respondeu não...Ai percebi que ela estava no início de uma crise de pânico, ela entrou logo, pois parecia muito mal..agitada querendo vômitar e ia ao banheiro toda hora e ia de um lado para o outro.Bom, ela estava acompanhada de um homem e de mais duas pessoas e estas pessoas estavam meio que envergonhadas ai eu me lembrei que eu havia passado por isto também.As pessoas não estão preparadas para entender esta situção.Entrei e vi uma moça que a acompanhava e perguntei o que ela tinha e ela me respondeu:Não sei ficou assim derrepente.Eu disse a ela:''Ela está com sídrome do pânico e o outro rapaz que a acompanhava me disse e isso mesmo.Ela ficou assim quando passamos no local aonde ela capotou com o carro.Ela naquele momento lembrou-se do acidente e veio o medo.Bom não tive mais contato com esta pessoa e até fiquei meio que chateada por não ter pego o tel.dela para ajudá-la.Tudo que você mecionou é verdade..Eu andava arrumada com a carteirinha do plano de saúde no bolso, por ter que precisar.Tinha diarréia nas crises, e vontade de urinar.O meu medo era da pressão subir e os médicos não conseguirem controlar.( perdi minha mãe com Avc.) e ela morrera com a minha mesma idade da época 49. anos.Agora não faço mais terapia, eu mesma resolvi mudar.Os médicos me diziam você tem duas opções:Morrer ou viver.Mas porque eles diziam isto porque eu não pensava em mim e sim nos outros:Irmãos, filhos e marido.Fui morar em outro lugar mais tranquilo e parei com as medicações, agora só tomo rivotril pois a minha neuro..prefere mater, pois ainda fico um pouco ansiosa quando tenho algo para resolver.Mas a fé me ajudou muito e as medicações também, foram um conjunto: A FÉ (ORAÇÃO)e as medicações.Um forte abraço!!!Áurea Batista de Sousa Sardinha..R.J.

Áurea Batista de Sousa Sardinha disse...

Nossa adorei esta matéria...Tive sídrome do pânico em 02/2008. E tudo que você falou é verdade.O que mais me chamou atenção foi quando você disse:''Curiosamente, somente boas pessoas sofrem da Sindrome do Panico. Geralmente porque elas se importam demais com os outros e nao conseguem impor limites, ficando muito tempo numa situacao aonde sao pressionados por outras pessoas (familiares, amigos, conjuges, a sociedade, ...); estao infelizes com sua propria realidade, mas nao lutam para abrir seu espaco, por nao querer magoar ninguem.Eu agia assim e agora parei para pensar um pouco em mim.Ainda sofro aqui em casa com o meu marido que me maltrata muito, mas estou lutando para ser mais feliz.Gostaria de saber se existe alguma comunidade no orkut...seria bom partilhar estas situações com outras pessoas.Uma vez eu estava com minha irmã em uma consulta e na sala de espera entrou uma senhora e ela estava como se estivesse com pânico, eu fui até a ela e perguntei tem problema de pressão? e ela me respondeu não...Ai percebi que ela estava no início de uma crise de pânico, ela entrou logo, pois parecia muito mal..agitada querendo vômitar e ia ao banheiro toda hora e ia de um lado para o outro.Bom, ela estava acompanhada de um homem e de mais duas pessoas e estas pessoas estavam meio que envergonhadas ai eu me lembrei que eu havia passado por isto também.As pessoas não estão preparadas para entender esta situção.Entrei e vi uma moça que a acompanhava e perguntei o que ela tinha e ela me respondeu:Não sei ficou assim derrepente.Eu disse a ela:''Ela está com sídrome do pânico e o outro rapaz que a acompanhava me disse e isso mesmo.Ela ficou assim quando passamos no local aonde ela capotou com o carro.Ela naquele momento lembrou-se do acidente e veio o medo.Bom não tive mais contato com esta pessoa e até fiquei meio que chateada por não ter pego o tel.dela para ajudá-la.Tudo que você mecionou é verdade..Eu andava arrumada com a carteirinha do plano de saúde no bolso, por ter que precisar.Tinha diarréia nas crises, e vontade de urinar.O meu medo era da pressão subir e os médicos não conseguirem controlar.( perdi minha mãe com Avc.) e ela morrera com a minha mesma idade da época 49. anos.Agora não faço mais terapia, eu mesma resolvi mudar.Os médicos me diziam você tem duas opções:Morrer ou viver.Mas porque eles diziam isto porque eu não pensava em mim e sim nos outros:Irmãos, filhos e marido.Fui morar em outro lugar mais tranquilo e parei com as medicações, agora só tomo rivotril pois a minha neuro..prefere mater, pois ainda fico um pouco ansiosa quando tenho algo para resolver.Mas a fé me ajudou muito e as medicações também, foram um conjunto: A FÉ (ORAÇÃO)e as medicações.Um forte abraço!!!Áurea Batista de Sousa Sardinha..R.J.

WALTER disse...

OLA AMIGO MUITO OBRIGADO POR SEU EMPENHO EM ESCLARECER A SINDROME NO MEU CASO EU ACHO QUE JA NASCI COM ISSO POIS SOFRO DESDE CRIAÇA HOJE TENHO 57 JA TOMEI TUDO QUE É REMEDIO BONS MEDICOS SOU CONHECEDOR DO ASSUNTO MAS AS VEZES ELA VOLTA COM TUDO E AI NAO SEI MAIS NADA MAS AGRADEÇO SEUS TEXTO É MUITO BOM TER PESSOAS QUE PROCURAM AJUDAR AS OUTRAS FELICIDADES PARA VOCE AMIGO E OBRIGADO.

ivvi_angel11 disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

PARABÉNS A VC QUE ESCREVEU ESTE TEXTO. SEM DÚVIDA AJUDA ÀQUELES QUE LEEM.
EU TAMBÉM ACREDITO QUE A SINDROME DO PANICO TEM CURA. VOCE É UMA PROVA DISSO.
OBRIGADO POR COMPARTILHAR DA SUA EXPERIENCIA COM O RESTANTE DAS PESSOAS.
QUE DEUS TE ABENÇOE MUITO

iana disse...

oi Alan,gostei muito do seu blog.tenho sp à quase dois anos estou me superando aos poucos.e vc pode ter certeza q depois de ter lido o seu depoimento me sinto mais confiante em mim mesma.vc teve um ato muito corajoso postanto esse blog,vc expôs seu problema as pessoas; quando na verdade queremos esconde-lo com medo de sermos taxados como loucos.Admiro muito atitudes como a sua que procura ajudar o próximo mesmo que tenha que ser o exemplo vivo da narrativa.Obrigado!beijos...

Anônimo disse...

Oi Allan, adorei seu blog, até pq estava começando a ter uma crise. Sofro com esse mal já fazem dois anos e meio, já frequentei psicologos jjá tomei remedios tipo sertralina e rivotril e nada hj amamento uma filha de nove meses e por isso não tomo nada.Vou procurar ajuda novamente espero ter sorte com o proximo psicólogo.Obrigada por suas palavras um super bjo!!!

Anônimo disse...

Valeu alan...
muito bom seu blog!!!
espero q continua assim ajudando
quem precisa...Eu trabalhava na iveco tinha muita pressao sobre mim
ate quando tive um ataque sindrome do panico!!!!!fiquei dois anos sobre essa pressao depois eles me mandaram embora!!!!!!!Esses dias tive uma crise e estava com um poico de medo novamente.....mais depois d ler seu blog estou otimo acredito em mim sou eu posso sair dessa.....valeu.....a e uma tenho muita fe em deus........q mais nunca vai acontecer isso novamente......quem tem medo e homem d poca fe....como diz jesus!!!vo coloca a frase dele aqui.....Em Mateus 14, temos a passagem que relata que Jesus estava andando sobre as águas e Pedro quis encontrá-lo: “Senhor, disse Pedro, se és tu, manda-me ir ao teu encontro por sobre as águas. Venha, respondeu ele. Então Pedro saiu do barco, andou sobre as águas e foi na direção de Jesus. Mas quando reparou no vento, ficou com medo e, começando a afundar, gritou: Senhor, salva-me! Imediatamente Jesus estendeu a mão e o segurou. E disse: Homem de pequena fé, por que você duvidou?” (Mateus 14.28-31). Abrasss a todos e q todos podem sair dessa!!!!!!!!

Casemiro disse...

muito bom o seu blog tive sindrome do panico e acabo de me curar, a unica coisa na qual vc esqueceu é de dizer que quando se tem uma crise A PESSOA DEVE IRONIZÁ LA RIR DA CRISE POR MAIS DIFICIL Q SEJA , POIS O PANICO VC PODE EVITAR O QUE VC NAO PODE EVITAR SÃO OS SINTOMAS MAS SE QUANDO OS SINTOMAS QUE EU SEI Q SAO HORRIVEIS SO QUEM SOFREU OU SOFRE SABE VIEREM TENTE NAO ENTRAR EM PANICO EM TENSAO TENTE RELAXAR E FAZER DE CONTAS QUE E BESTEIRA TUDO ISSO , POIS SE VC NAO ENTRAR EM PANICO CERTAMENTE OS SINTOMAS QUE CAUSAM O PANICO NAO IRAO CAUSAR MAIS O PANICO E CERTAMENTE OS SINTOMAS DO PANICO IRAO SUMIR BREVEMENTE NOVAMENTE EU REPITO O PANICO VC PODE EVITAR JÁ OS SINTOMAS DO PANICO VC JÁ NAO PODE EVITAR MAS SE VC EVITAR O PANICO VC IRÁ MELHORAR , FIQUE TRANQUILO VC NAO VAI MORRER E ISSO VAI PASSAR NAO USE DROGAS COMO MACONHA E BEBIDA ISSO IRÁ TRIPLICAR SEU PANICO E SEJA FORTE E ORE PARA DEUS QUE EU TENHO CERTEZA Q VC IRÁ SAIR DESTA PARA UMA MELHOR !!UM FORTE ABRAÇO A TODOS E QUE DEUS OS ABENCOEM

Anônimo disse...

Muito obrigado pela ajuda Alan! Não tire seu blog do ar nunca falou?! Com certeza já ajudou e ajudará muitas pessoas.
Tenho síndrome do pânico e realmente concordo que os piores momentos são aqueles em que não sabemos o que está acontecendo conosco e que sensações tão horríveis são essas. O susto e o medo dessas sensações são cicatrizes que nos marcam pra valer.
Mas a partir do momento em que esse medo passa a ser melhor compreendido, ele diminui (mas não some por completo a princípio).
As crises se transformam em uma constante ansiedade, pelo receio de novas crises, mas que com o tempo, tratamento, fé em Deus e paciência se esfarelam e viram apenas lembranças de tempos que ajudaram-nos em nossa construção como seres melhores.
Repensar a vida é uma oportunidade ímpar para quem passa pela síndrome do pânico. Repense a sua! Veja o que você pode fazer para se ajudar, mas não se esqueça de uma coisa: mais do que se ajudar é a oportunidade de ajudar alguém. Por isso te parabenizo Alan!
Que Deus esteja com todos vocês!
Jesus te ama e está contigo sempre!

Anônimo disse...

ALAN, SUAS INFORMAÇÕES SERVIRAM BASTANTE PARA EU APRENDER MAIS COM ESSA SP. TENHO ISSO QUASE 02 ANOS E HJ ESTOU CONSEGUINDO LIDAR QUASE SEM USO DE MEDICAMENTOS. MAS O MEDO DO FUTURO E DO SUCESSO AINDA FAZ PARTE DO MEU DIA DIA. TENHO FÉ EM DEUS DE UM DIA VOLTAR A SORRIR, TRABALHAR, ESTUDAR, ENFIM, REALIZAR-ME PESSOALMENTE E PROFISSIONALMENTE. PERDI MUITO TEMPO CONVIVENDO COM ISSO, E DEIXANDO MINHA FAMILIA SEM SABER O QUE FAZER, E ATE HOJE ELES ACHAM QUE ISSO É COISA DA MINHA CABEÇA E QUE PASSA. SIM, PASSA, MAS SÓ QUEM TEM ESSE PROBLEMA QUE SABE COMO QUE É.

ABRAÇO

GE disse...

Ainda bem que existem pessoas dispostas a ajudar a quem tem o mesmo problema.Tenho ansiedade generalizada e os sintomas são os mesmos.
Muito obrigada pela ajuda, com certeza vou me controlar mais quando a ansiedade bater....
Geórgea
Volta Redonda-RJ

ysa disse...

Obrigada Alan!

Anônimo disse...

Saudações Alan,
muito bom, direto e objetivo, era isso que eu estava procurando.
Obrigada.
Maria

Anônimo disse...

Bom nao sei se oq into e diferente a vc mais eu sinto um bolo na garganta muita tontura falta de ar um ar quente no ros nao sinto mais esse ar fresco dor na nuca dorb nas costas uma sensacao de q seu pescoço nao esta aq coraçao rapido muito medo de morer tristeza so para vcs ter uma nosao eu trabalhava meu imprego era maravilhoso mais tive que sair estou assim a um ano e 8 meses nao aguento mais so agora que estou. tomando remedios eu tinha medo faz uma semana que comesei a tomar. ja vi muito casos mais nenhun igual a o meu pq nao tenho crise sinto isop todos os dia tod a hora falo isso com lagrimas nos olho pq ja nao sei oq faser parei a minha vida engordei 20 quilos porfavor se tiver alguel com os mesmos sintomas q os meu dessa.mvz@hotmail.com entre em contato com migo eu pesso

Maria Carolina disse...

Olá Alan
Muito boas suas informações, tenho sindrome do panico ja fazem 10 anos e olha que eu só tenho 23!!!
Mais tenho certeza cada vez mais de que a cura é possivel.
Obrigada

Rayssa disse...

Parabéns pelo blog...me ajudou muito!

Edson Silva disse...

adorei o blog, muito bem escrito e orientador! sou edson tenho 18 anos e sofro com a SP A 2! a minha 1° crise foi em 2008 no mes de janeiro. eu estava assistindo o filme OS ESQUECIDOS na globo, foi horrivel eu pensei que fosse enlouquecer, acordei todos em casa e o meu desejo foi sair de casa de ir pra fora, fui e fiquei lá por um bom tempo ate que passou e entrei pra casa e fui formir, mas a sensação que se pasou comigo no dia seguinte quando acordei foi pior do que os sintomso fisicos que senti na noite, eu me sentir como se não fosse eu, como se eu fosse um estranho, como se eu não existisse mais, apartir desse dia eu senti como se minha visão tivesse perdido brilho, como se tivesse se estretado,fui no medico ele diagnosticou sindrome do panico, pasou remedios pros nervos pra me acalmar, tomei e me senti muito melhor, passei mais ou menos 1 ano sem ter mais nada,e nisso a medicação ja tinha acabado! porem quando foi no mes passado tive outra crise, essa forte, tão forte quanto a 1° e no outro dia quando acordei a sensação foi a mesma (não sou eu) depois da 2° crise tive outra, e essas crises sempre aconteceram quando eu ja estava deitado! Quando foi ontem; 25/12/2010 eu estava voltando da casa de um primo e passei em casa para por um filme pra baixar e descer pra rua de novo, porem quando eu ia na metade do caminho começei a sentir os sintomas que eu senti dentro de casa, minhas pernas começaram a ficar tremulas e fracas e a confusão na minha cabeça me fez pensar que eu fosse desmaiar ou morrer no meui da rua (em relação e esse sintoma: minha cabeça fica como se estivesse pesada ai depois fica leve de mais, e fica se alternando nessas funçoes: pesada, leve, pesada ,leve...esse sintoma eh normal alguem ja sentiu? jera uma confusão e uma tontura muito profunda, mas passa, mesmo as vexes demorando muito...)fui pra casa de um amigo e fiquei la sentindo tudo (tontura, cabela confusa, não me conheceno, palpitação no peito - isso eu ja aprendi a controlar um pouco.) a gente conversou eu me distrai e pasou os sintomas, porem a cabeça sempre parece confusa, dormi e quando acordei hoje tô com a mesma sensação de cabeça confusa e quandp penso que pode vir outra crise de panico começo a sentir tontura e a tremer,,,isso eh horrivel...o pior eh que agora estou com memdo de sair de casa e acontecer outra vez a crise na rua...alguem me ajuda...ai meu msn:

edsonavril@hotmail.com

katota disse...

Parabens Alan !
Li varios artigos a respeito sobre SP. Varios artigos comentam que depressao e SP serao as "doencas" do seculo.
Faz 2 semanas que estou passando por isso, achei que era gastrite nervosa, mas nenhum remedio fazia melhorar a angustia de achar que passaria mal do estomago no onibus. Um dos clinico geral que eu fui comentou que poderia ser a Sindrome do Panico e seria interessante procurar um psiquiatra. Procurei e estou em tratamento com remedios, eles ajudam com certeza pois inibem a producao de algumas substancias responsaveis pela ansiedade, mas o principal e voce entender o que realmente temos. O remedio apenas alivia a dor, nao trata os sintomas. Ainda nao procurei um psicologo, estou tentando me controlar pelas dicas de varios blogs e relatos de pessoas que passaram por isso. Ja estou muito melhor. Pretendo procurar um psicologo, pois assim conseguirei lidar com meu lado emocional.
Agradeco a todos por compartilharem esta situacao bem desconfortavel.
"Quem sabe concentrar-se numa coisa e insistir nela como único objetivo, obtém, ao fim e ao cabo, a capacidade de fazer qualquer coisa." Gandhi.
Rafael Kataoka

Mineiro disse...

Esse texto é um Best Seller para pessoas com SP. Estava no meio de uma crise quando procurei na internet e achei o blog. Sofro a um bom tem com isso, mas tenho certeza que vou passar por isso. Melhora para todos nós!

Thiago disse...

Olá alan. primeiramente parabens! vc e um vitoriozo,alan essa sp vem me tirando o sucego ah mais de 2 anos. tive uma crise hoje muito forte...pensei q ia morrer, todos os sintomas q vc fala eu sinto,depois q li seu blog melorei muito...abrasão fera. qualquer coisa se quezer se comunica e so : thiago_luizaguiar@hotmail.com abrasos*

janio flavio disse...

oi alan!

e verdade que as pessoas que sofrem desses males da sp, tem que evitar cafe,e coca cola e todo tipo de bebida ou alimento que tipo assim contenha cafeina ou algum elemento quimico na formula que deixe a pessoa mais ativa?o cigarro atrapalha a recuperação? eu reparei que quando eu fumo começo a ter as crises, quando eu paro, depois de um determinado tempo, tenho uma consideravel nelhora, sera que o cigarro ta contribuindo para minhas crises, ou eu quem botei na cabeça que o cigarro me faz ter as crises de panico,meus sintomas são falta de ar não consigo respirar direito tenho que puxar o ar bem fundo,começo a vomitar,o coraçã- acelera dai quando nao aguento suportar a crise,que na maioria das vezes tento me controlar,mais em boa parte das vezes nao consigo,dai corro pro hospital e o medico me examina dis que não tenho nada no coração nem no pulmão,dai ele me aplica uma diazepam, num instante fico calmo e volto pra casa tranquilo,o pior e que td q vc falou bate comigo, minhas crises acontecem quando eu estou bem, quando nao estou pensando em nada, quando estou tranquilo, estou tomando medicação,que esta ate resolvendo ja faz um tempo que precisei ir ao hospitalpor conta de crises, antes eu ia quase todos os dias,meu caso e um pouco contrario do seu pq nao consigo passar sem meus remedios um abraço amigo.espero que vc responda essas minhas duvidas de ante mão obrigado. manda a resposta por faco no meu e-mail executive.janio@ig.com.br

Larissa disse...

Estou na adequação de cada sintoma. Faz algumas semanas que me sinto assim, que tenho dores e muito do meu pscicologico, só penso coisas absurdas e tenho muito medo. seu blog me ajudou muito e esclareceu muitas duvidas. Obg. agora só me resta procurar um pscicologo para me avaliar melhor.

Anônimo disse...

Eu tive uma melhora considerável em meu estado de saúde, e boa parte dessa melhora se deve ao que vc alan escreveu aqui. Tem quase 3 meses que tive meu último ataque de pânico. Ainda tenho alguns sintomas de ansiedade, mas nada que se compare a como estava há algum tempo atrás. Realmente com o tempo os sintomas vão ficando mais fracos. Tudo que vc diz aqui é verdade e estou vivenciando isso.
Obrigado por compartilhar conosco sua experiência.

Daqui a algum tempo voltarei aqui pra dizer que estou completamente curado, embora hoje ja me sinta completamente curado, mas quero que o tempo comprove isso.

Um abraço a todos e força sempre

DANIEL P S

Anônimo disse...

Querido amigo,

Gostaria de lhe dizer muito obrigado e lhe dar parabens pelo blog. Estive a ler ontem a noite e me trouxe uma força que há muito tempo havia perdido, mas que sabia que um dia a teria de volta. Moro em Portugal a 5 anos e td isso começou aqui. acredito que a minha mudança de vida, etc e tal. Minha primeira crise foi ai no brasil (salvador), quando estive de féria. Aconteceu dentro de um shopping certer foi terrivel, falta de ar, nervoso etc. de lá pra cá fiquei traumatizado...somente um ano depois vim procurar um psiquiatra. Que me receitou uma medicação que tomo tdos os dias pela manha (ele diz que é pra mim deixar mais acordado, ativo). Alem disso comecei a 4 semanas atrás o uso de acumputura. Na verdade lhe digo que a minha melhora veio da acumputura e depois de ter lido o seu dopoimento. Hje peguei o carro e fui a uma cidade aqui perto...fiquei 2 horas andando na rodovia e observando o mar e as pessoas. Quando senti que estava a começar o mal estar disse a min mesmo venha panico, venha panico e ai nao tive nada. Fui ouvindo musica, observando td e derepente me senti como se nao tivesse nada. Olha amigo muito obrigado por nos encorajar. Andei lendo alguns depoimentos que infelizmente so nos coloca pra baixo. OBRIGADO! OBRIGADO E OBRIGADO! Quem quiser saber mais pode me enviar mensagem andrews_bahia@hotmail.com Grande abraço!

Las naves disse...

Olá rapaz...
Seu blog me despertou digno interesse! Me fez enxergar meu problema com outros olhos...Tenho 22 anos e sofro de sindrome do panico. Tentativas de suicidios, medo de sair de casa, estress, entre outros fatores caracterizaram meu quadro. Principalmente a vontade de morrer...ME sinto melhor agora, estou fazendo tratamento medicamentoso e acho que esta surtindo efeito. Gostaria de manter contato com você via email. Se puder...
Parabéns pelo Blog!

Anônimo disse...

Cara , voce é nota 10 , voc falo tudo mesmo , o pessoal coloca muito medo em nós que temos isso, apesar de n caber mais medo na gente.
FICO FELIZ POR SUAS PALAVRAS!

Anônimo disse...

Bom dia!

Simplesmente perfeito o seu blog.
Sofro com a síndrome do pânico desde 2008. Fiquei bem durante um bom tempo, porém as crises voltaram, violentas, como vocês já imaginam.
A melhor coisa é ter o apoio e o entendimento de todos vocês que acompanham o blog. É empolgante saber que poderei levar minha vida sem esse terror.

Um dia li em outro site uma frase que se define bem, por tudo o que sentimos e sabemos como é:

"Eu não desejo nem para o meu pior inimigo"

Pessoal, vamos ter FORÇA!

elendil4321 disse...

Ola Allan!

Sou grata a Deus pelo seu Blog ele realmente esta salvando minha vida! OBRIGADA,OBRIGADA,OBRIGADA... Tenho 23 anos, me chamo Tiana, sou da Paraiba e tenho sindrome do panico. Desde a adolescencia notei q tinha algo de errado comigo, sintia MEDOS ENORMES de tempos em tempos, mas nunca procurei ajuda pq tinha medo de descobrir q tinha algum problema mental e tb tinha medo q as pessoas achassem q eu era louca ou q tivessem pena de mim.tive algumas crises aos 16 depois aos 18 e agora, soh q agora elas estao mais intensas e depois de ler seu blog decidi me tratar amanha vou ao psicologo comecar minha lutar. Nao aguento mais ter medo de ter medo!!! nao aguento mais viver assim, vem 1medo tao grande d fik louca, associado com vomito, tontura, taquicardia e tremores. Mas se Deus qser vou me curar! e tb vai ser gracas a vc Alan obg!!!! pq vi mt sites q so me fizeram mal e hj encontrei no seu blog 1aento! se puder entre em contato comigo: tiana.borba@hotmail.com

Fique com DEus!

Aline disse...

Oi alan, eu tenho 16 anos e desde janeiro estou com os sintomas da crise de pânico. Eu ainda não fui ao médico - e sei que é errado - porque meus pais não dão atençao ao que eu sinto, a única pessoa que me ajuda é a minha irmã. Eu costumo ter crises á noite, e ir dormir para mim agora é um pesadelo. Antes de achar esse blog com "o que fazer na hora da crise" eu já tentava me distrair. Nesses últimos meses eu comprei praticamente uma livraria inteira somente para me distrair nesses momentos de desespero, porque são muito, muito ruins. O pior de tudo é quando os familiares não entendem o que acontece a gente. Não são eles que sentem, eles não ligam, não imaginam como é, e nem querem fazer nada para ajudar. Geralmente quando eu tenho crises eles me deixam sozinha, e eu tento mudar meus pensamentos, mas é muito difícil.
Como você citou no seu blog, a primeiras crises são terríveis. A minha primeira eu não gosto nem de lembrar. Teve uma hora que eu pensei "Se eu sobreviver á isso, eu não morrerei tão fácil". É horrível pensar uma coisa dessas, mas na hora em que você está tendo crises você só pensa nisso - pelomenos isso acontece comigo - e esses pensamentos não abandonam a minha cabeça, o que piora a situação. Eu marquei uma consulta com um médico para daqui á quinze dias. Eu estou tentando me segurar, porque quero me curar de vez pois isso está atrapalhando a minha concentração e os meus estudos. Eu espero que um psicólogo possa me ajudar, e espero ficar curada dessa síndrome do pânico.
Meu nome é Aline, se puder mantenha contato comigo o meu e-mail é:
ninee.gomes@hotmail.com
Obrigada

Anônimo disse...

O blog é excelente, também tenho dificuldades em determinadas situações sociais, passarei a seguir estas dicas que me parecem ser muito úteis, e antes pensava que este problema seria resolvido somente através de medicamentos, pois cheguei a iniciar um tratamento com psiquiatra que logo na primeira consulta me receitou vários medicamentos,estes sendo de controle especial, (que não citarei nomes para não induzir a auto-medicação) e não obtive resultado, por não me ajudar e pensar que somente com os medicamentos esta situação se resolvesse e com isto abandonei o tratamento, mas cheguei a conclusão que, o que resolve nossos problemas somos nós mesmos, então para superarmos tal barreira depende de nossa força não física, mas sim mental, como em alguns posts que explica como devemos driblar esses sintomas. Atualmente não superei, mas tenho certeza que me livrarei deste mal, pois não nascemos para sofrer e sim para sermos felizes.


José Roberto

Fabio disse...

Caro Alan,

Estou sem palavras para te agradecer por ter escrito esse blog! A primeira crise que tive foi ontem, e serei eternamente grato a você por ter compartilhado estas informações conosco.
Definitivamente me sinto seguro para fazer o que quiser e enfrentar estes problemas de corpo e alma.

A unica coisa que me deixou verdadeiramente curioso é porque você chegou a conclusão de ter uma dívida com o universo...! Eu gosto de tentar entender a linha de pensamento das pessoas, e de fato a sua me intrigou muito!

Seria um prazer poder conversar com você um dia.

Mais uma vez, deixo claro a minha eterna gratidão por ter compartilhado tais informações com o mundo!

Um Abraco!!

Thamy sódo Jonnhy disse...

Oii Alan,adorei ler tudo isso,me deu um animo muito incrível,eu também sofro desse transtorno,espero q esteja orgulhoso de ter ajudado"pelo visto" tanta gente,eu quero muito melhorar e peço a Deus força.te cuida e Obrigada por tudo!!! Thamyres

Daniela disse...

Alan, acredito que existem pessoas iluminadas para discorrer sobre absolutamente todos os assuntos dessa vida. Com certeza, neste sentido você é uma delas em se tratando da sindrome pânico. Você conseguiu transformar em palavras o que uma pessoa que esta passando por este problema precisa ouvir. Confesso que não li uma nem duas, mas várias vezes, sempre que me sinto frágil dou uma espiada no seu blog e reponho minhas forças.

Gostaria de saber como se sente após três anos da criação do blog em relação a sp.

Obrigada.

Anônimo disse...

Olá Alan. Gostaria de parabenizá-lo pelo Blog, Eu tenho SP a 4 meses, mas, graças a Deus, estou bem melhor. Agora que li seu depoimento, tenho certeza que logo não sentirei mais. Nada como Fé em Deus!
Parabéns

Michela

inteligência emocional disse...

Incrivel, cara que bom ter lido esse blog, tenho 24 anos e a 6 anos tenho vivido isso, nunca busquei ajuda, porque achava tudo muito absurdo e sentia vergonha de dizer o que acontecia comigo, me isolei totalmente, e quando tento estar em meio as pessoas a crise volta, mas esse mes procurei uma psicologa, fico feliz em saber que voce superou, de alguma forma me trouxe um novo animo, Obrigada...

pri disse...

boa noite, estou tendo essas alteracoes ha 3 meses, no inicio foi desesperador mas hj ja consigo me controlar, estou indo no psiquiatra, terapeuta cranio sacral e sempre buscando consolo e forca a Deus...ele é nosso unico salvador..

boa sorte a todos...fiquem na paz!

DANIELA disse...

OI ALAN... FIO MUITO GARTA POR VC TER FEITO ESSE DEPOIMENTO, POIS ESTOU PASSANDO PELA SINDROME DO PÂNICO E PODER SABER DE ALGUÉM QUE JÁ SUPEROU ESTA ETAPA É MUITO IMPORTANTE PARA MIM. JÁ ESTOU COM ACOMPANHAMENTO DE PSICÓLOGO E ONTEM FUI AO PSIQUIATRA QUE RECEITOU UNS MEDICAMENTOS. GOSTARIA DE PODER MATER CONTATO COM VC PARA ESCLARECER ALGUMAS DÚVIDAS QUE SURGIRAM. FICO MUITO FELIZ EM SABER QUE TEM ´´CURA´´ E QUE NÃO VOU ENLOUQUECER DESTE MAL... OBRIGADA...

Anônimo disse...

Bacana sua sindrome ter durado só 8 meses, eu continuo neste inferno a 5 longos anos!!! Tentei todos os tratamentos possiveis e imaginarios e continuo tentando. Concordo em muitas coisas com vc e discordo de outras, mas em geral seu blog é bem bacana, falar das experiencias vividas sempre incentiva as pessoas a se tratarem ou ao menos a se questionarem. Parabens!

Anônimo disse...

Muito obrigado por suas palavras, pois sinto isso faz 4 anos mais sei que vou superar, ainda mais com essas palavras.
Muito obrigado mesmo, e abraços...

Anônimo disse...

Foi muito útil.
Muito obrigada!
Sim, temos uma 'dívida com o Universo'. Quem superou pode ajudar muito quem ainda passa por isso.
Estou divulgando o seu blog.
Paz e serenidade.
Lorena

Anônimo disse...

Oi Alan, outro blog que tb pode ajudar:

http://panikentosonline.blogspot.com/

e pra seguir no twitter:
http://twitter.com/#!/panikentos

Serenidade a todos.

Min disse...

Nossa vc não sabe como me ajudou , acordei ruim hoje com tremedeira .. nao tava querendo ir para o curso com medo .. depois que li o post já mudei meu conceito ... vou ir pro curso mesmo com medo ... sei que no momento parece que vou morrer ... mais sei que não vou... não posso me entregar a doença ...
Obrigada pelo conselho Alan!

Adriano disse...

OI ALAN, ME CHAMO ADRIANO VIEIRA, TENHO 26 ANOS E MORO EM SALVADOR-BA. GOSTEI MUITO DE TUDO QUE LÍ. ME CONFORTOU BASTANTE. ESTOU DE FÉRIAS E, POR SINAL, PASSANDO DIAS DE TERROR TRANCADO NO QUARTO. SÓ SAIO ACAMPANHADO DA MINHA FAMÍLIA NESSES ÙLTIMOS DIAS. POIS, ESTOU TENDO CRISES NA RUA E ESTOU SEM SABER COMO VOLTAR PARA CASA. " SEM FORÇAS" SABE? TIVE CRISES ALGUMAS VEZES, MAS, ESTAVA CONSEGUINDO CONTROLAR. PORÉM, ESTOU COM MEDO DE RETORNAR AO TRABALHO E MEU CHEFE DIZER QUE JÁ CHEGUEI PASSANDO MAL, JÁ QUE PEDÍ MINHAS FÉRIAS POIS CITEI QUE ESTAVA BANTANTE ANSIOSO E ESTRESSADO. O QUE EU FAÇO? OS DIAS DE FÉRIAS ESTÃO ACABANDO E EU NÃO SEI MAIS O QUE FAZER DE TANTO MEDO. ATÉ COM AS PESSOAS QUE MAIS AMO, NA RUA, ESTOU TENDO CRISES; E POR DUAS VESES PRECISEI QUE FOSSEM ME BUSCAR NO TRABALHO DE CARRO. NÃO QUERO INCOMODAR AS PESSOAS QUE AMO. ENTRETANTO, ESTOU VENDO SE MARCO A MINHA VOLTA AOS ATENDIMENTOS COM A MINHA PSICÓLOGA, POIS, ABANDONEI FAZ UM TEMPINHO. O PROBLEMA, É QUE ESTOU COM MEDO DE SAIR NA RUA E TER UM ATAQUE NOVO COMO TIVE ESTA SEMANA QUE INSISTÍ, LUTEI COMIGO MESMO, E SAÍ. ACABEI ME DANDO DE MAL E PRECISEI LIGAR PARA CASA PARA ALGUÉM VIM ME BUSCAR. TENHO PASSADO DIAS DE MUITO SOFRIMENTO, E AS PESSOAS ESTÃO SE AFASTANDO DE MIM POR ACHAREM QUE SÓ FAÇO ME LAMENTAR OU NÃO SOU MAIS AQUELA PESSOA ALEGRE E SORRIDENTE QUE FUI NO PASSADO. TAMBÉM SINTO FALTA.PORÉM NÃO CONSIGO RESGATAR O QUE EU ERA. MORRO DE MEDO DE PERDER A MINHA MÃE , QUE É A ÙNICA PESSOA QUE ME ENTENDE, JÁ FALEI PARA ELA. SE ISSO ACONTECER ... NÃO SEI O QUE SERÁ DA MINHA VIDA, POIS, NÃO QUERO DEPENDER DAS OUTRAS PESSOAS DA FAMÍLIA, JÁ QUE ESTÁ DIFÍCIL PARA MIM ATÉ IR TRABALHAR. POR FAVOR, SE PODER ME AJUDAR ME ADCIONANDO NO MSN OU ORKUT PARA ME DAR UM AUXÍLIO MELHOR EU AGRADEÇO. O MEU E-MAIL DO MSN E ORKUT É: nanoguetho@hotmail.com
DESDE JÁ AGRADEÇO, E DESEJO À TODOS UMA BOA SORTE EM TODAS AS ÀREAS DE SUA VIDA. OREM POR MIM PARA QUE ME RECUPERE. GRANDE ABRAÇO!!!

Majô Mello disse...

Olá!
Acabei de ter uma crise, e chequei a pensar que hoje seria meu último dia de lucidez.
Chequei a ser proibida de pesquisar sobre o assunto na internet, mas dai "joguei" no Google "Sindrome do Pânico pode enlouquer o doente?".E tive como resposta suas palavras.
Alan, em seu texto você começa dizendo de que não sabe quantas pessoas serão "afetadas" por ele, mas posso lhe garantir que eu fui CONTAMINADA por sua mensagem. E o passarei a quem eu puder atindir.Chequei a imaginar: "Caramba fui eu que escrevi isso?!"
Muito obrigada pela sua sensibilidade em dividir sua experiência conosco.
Abraços.

Halles disse...

oi! Eu tenho 22 anos e tenho ataques ah um ano. to passando pra diser OBRIGADO! e deixar meu msn: halles_clave@hotmail.com Afim de trocar informacoes sobre SINTOMAS.

Anônimo disse...

ola ALAN MINHA FILHINHA DE APENAS 10 ANOS ESTA COM SINDROME DO PANICO EU JAMAIS ESPEREI PASSAR POR ISSO EU ESTOU SOFRENDO MUITO JUNTO COM ELA QUANDO ELA TEM ESSAS CRISES ELA CHORA E FALA QUE QUERIA FICAR PEQUENINHA DE NOVO PQ QUANDO ERA PEQUENA NAO SENTIA ESSAS COISAS RUINS EU FICO COM O CORAÇAO PARTIDO DE OUVIR ISSO E NAO PODER FAZER NADA .MAS DEPOIS QUE LI O SEU DEPOIMENTO FIQUEI MAIS ESPERANÇOSA.EU TENHO FE QUE DEUS VAI OLHAR POR ELA TAMBEM.FICA COM DEUS!

Jorge disse...

Estava lendo o texto há poucos minutos no blog do Alan (Fui ao inferno e voltei, a superação da sindrome do pânico), o qual achei por acaso via google. Fiquei bem mais calmo e achei fantástico o texto.

Deixe apresentar-me, tenho 59 anos, moro no Rio de Janeiro-capital, sou casado, tenho uma filha de 26 anos, trabalho com prestação de serviços (muito estresse), sou profissional liberal mas não estou atuando há 10 anos (era mais estresse ainda). Perdi um filho por doença há uns dez anos (isso me detonou), gosto de estudar tudo.

Porém há uns quatro/cinco anos que essa praga de síndrome quase que tem parado minha vida. De início achava que eram problemas cardiacos e o médico prescreveu mil exames e tudo normal. No eletrocardiograma, às vezes dava arritmia e ele diagnosticou-me com isso. Até ter uma crise forte no trabalho, voar para o consultório (antes coloquei um frontal 0,5 mg debaixo da lingua) e lá chegando uma hora depois, estava sem qualquer sintoma. Fiquei com esse médico por dois anos e tomando medicação que poderia afetar minha retina (um tal de amiodarona). Ele nesse dia deu-me alta e encaminhou-me para um neurologista. Ainda tomo o tal frontal, agora 1 mg antes de dormir, porém, sinto-me escravo desse remédio que é tarja preta (vi também que causa dependência) e isso impede-me de tomar um simples chopinho ou uma taça de vinho. Melhorei bastante com a neurologista e foi ela que manteve e aumentou a dose do frontal (1 mg). Quero encontrar outras opções que não prendam-me a remédios para sempre.

Consegui um acordo na empresa onde trabalho e praticamente não vou ao escritório. Trabalho de casa usando email, etc (sistema home-office). Consigo sair sem problemas (acho que não tenho agorafobia), porém, prefiro sempre ficar em casa. Não obstante, sinto que isso, apesar de prático, está isolando-me e talvez causando-me um pouco de depressão.

Gostaria de compartilhar com vocês a vivência da S.P., trocar experiências e quem sabe, ajudar-se mutuamente.

Alan, seu texto ajudou a muitas pessoas. Parabéns !

Muita paz a todos !

Mayara disse...

Obrigada pelas palavras Alan.
Estou totalmente travada dentro de casa. Naum consigo fazer nada a naum ser ter medo de morrer e ficar louca!!!
Naum aguento mais isso.
Espero que um dia eu tambem venha postar algo na internet que ajude os outro... assim como vc!
Um grande beijo e Parabêns

Ademir Mirage disse...

Parabéns ao Alan, vou recomemndar mto esse bolg, queria confortar todos que nunca na história da medicina mundial alguém morreu de SP, não deixa secuélas, simplesmente nada! não tem como apagar certas coisas da mente, mas temos como recodificar nossos pensamentos, portanto galera, não desanimem, eu sei que é mto punk, mas tem como vencer...aprendi a relaxar, não dar mto importancia aos sintomas, não fugir tb, fugindo só deixamos ele cada vez maior, encare, substime...vc pode derrota-lo, afinal é vc quem cria isso...uma dica que eu dou é pedalar, pelo menos um exercicio de 30min por dia para repor a endorfina serotamina...pq quanso estamos com essas substancias do sangue serve como um escudo, é quando parece que as vezes lembramos do panico mas não damos mta importancia p ele...é isso galera, podemos vencer sim, sem drogas...pra que estragar o corpo com drogas que só mascaram os sintomas, pra quem é mto ansioso durante o dia vale pena calmantes natural, suco de maracujá, chá de tilia, eu tomo chá de capim cidreira as vezes e é mto relaxante...termino aqui, vamos lá guerreiros, Deus nunca pertube a tranquilidade dos seus filhos senão for para dar algo maior e melhor, confiem e lembrem-se, SP é a maior mentira que sua mente ja te contou, e agora que vc ja sabe disso, viva a vida porraaaaaaa, passa rapido demais, não vamos perder tempo dando importancia p pânico, ele que se férreeee...jamais vai nos vencer, a superação depende de nós, Podemos todos as coisas nequele que nos fortalace, e pessoal, por favor, ninguém vai morrer, qtas crises ja tivemos e nunca morremos, não deixe mais sua mente lhe pregar mais uma peça, vivaaam e fiquem com Deus! valew

Ademir disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ademir disse...

Quem quiser me add pra trocar uma idéia, sintam-se a vontade...as vezes é bom filosofar sobre o assunto com alguém que sabe oq é SP!

adem-rs@hotmail.com

Ademir disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

Obrigada por vc existir simplesmente! Deus te abençõe pela ajuda.

mak disse...

olá Alan. adorei seu blog. tenho sindrome do panico desde que mei filho nasceu. Tenho 24 anos e meu filho tem hoje 2 anos e 4 meses. è horrivel a sensação quando se está em crise. eu nao aguento mais. tomo citalopram e ontem me deu uma crise fortissima e tive que tomar rivotril pela primeira vez. sou contra remedios, mas como estava tendo crises direto, resolvi tomar. o ruim é tbm depois da crise. morro de medo de ter nova crise, minha mae tenta me ajudar, mas as vezes até piora. tenho meu flho, ontem me viu chorando. tao pequeno! quem quser me add no msn pra trocar experiencias e nos sustentar um no outro me add:
morenakoerich@hotmail.com
fé em deus e a cura pra todos

Rogério Júnior disse...

Olá Alan, parabéns pelo blog, gostei bastante do que li, tenho SP, não sei a quanto tempo, passei por mais ou menos um ano vivendo bem, sem crises, retomando minha vida, mas agora estou novamente tendo, junto com Agorafobia, que é o medo das crises e depressão, devido a ter parado a minha vida, o que eu queria te perguntar é se nunca mais teve, crises ou medo de ter crises novamente. um abraço

«Mais antigas ‹Antigas   1 – 200 de 473   Recentes› Mais recentes»

Google