5 de jan de 2008

Aos leitores do blog.

Quero agradecer aos leitores do blog pelos comentarios que tem deixado, e pedir para quem ainda nao comentou para que deixe seus comentarios, criticas, impressoes, elucubracoes, desabafos, sugestoes, experiencias, enfim, o que quiserem... Eh uma satisfacao para mim saber que meu esforco em escrever estas linhas esta sendo util. Alem disso, eh tambem interessante para quem entra no blog saber o que os outros internautas pensam.

A quem esta lendo isso pela primeira vez, deem uma olhada nos comentarios, pode ser que os ajude a se animar ou tenha alguma informacao interessante.

Ao pessoal que tem algum tipo de site, blog ou coisa parecida, quero pedir que coloquem links para este blog. Se voces fizerem uma busca no Google sobre a sindrome do panico, vao reparar que ele traz uma serie de sites com informacoes vagas, incompletas, as vezes erradas e tambem muito focados em depoimentos de gente sofrendo dos sintomas. Este tipo de informacao ruim eh prejudicial para qualquer problema que o ser humano possa sofrer, mas eh especialmente nocivo para o pessoal que tem sindrome do panico, que realmente chega a piorar soh por ler aquelas informacoes. Se voces acham que este blog vai informa-las melhor, adicionem links para este blog, pois o algoritmo do Google coloca mais prioridade para sites que tenham mais links, assim este blog pode passar na frente destes resultados nocivos.

Tambem quero convocar todos que ja superaram a sindrome do panico para que se manifestem, disponibilizem suas experiencias e tecnicas utilizadas em algum lugar, pode ser um site, mas comunidades do orkut ou mesmo atraves dos comentarios deste blog. O pessoal que tem este problema se reune, a quantidade deles e o fato de que eles nao terem contato com ninguem que ja resolveu tal problema, faz com que fique a impressao de que a sindrome do panico eh algo insuperavel, ou “incuravel” como alguns dizem. Foi por isso que eu separei alguns dias da minha vida para escrever este texto, pesquisar, reler, reorganizar, pensar, reescrever, ler os comentarios, adicionar mais coisas... Mesmo eu tenho prometido a mim mesmo que nunca mais traria este assunto a tona de novo em toda a minha vida. Cada pessoa que nao tem mais sindrome do panico tem uma divida para com o universo. As pessoas que estao passando por isso estao precisando de voces. Facam sua parte.

Era isso o que eu tinha a dizer, espero ter sido util.

474 comentários:

«Mais antigas   ‹Antigas   201 – 400 de 474   Recentes›   Mais recentes»
Anônimo disse...

Vc precisa saber de uma coisa: só por escrever esse blog vc fez a diferença na vida de muitas pessoas. Sofri com SP por muito tempo sem saber o que tinha. Gostaria de ter encontrado teu blog na época...realmente tem muito artigo por aqui que só nos puxa pra baixo. Hoje ainda preciso trabalhar o auto controle qdo me vejo diante de situações de intenso stress, mas estou bem. Deus te abençoe, sempre. Vc depositou uma gotinha no oceano das nossas vidas, querido, mas, se nao tivesse feito isso, essa gotinha faltaria!!!! Equilíbrio, para todos nós!!!

Nati_ disse...

ai! passando por esse inferno tb! mas já já passa. Acho que é um tempo para mim, pensar/ repensar as coisas que andam acontecendo, que eu to fazendo. menos trabalho, menos stress. mais atividades físicas.
Vou melhorar! E todos que estao aqui também!! Cada dia uma vitória!
Vamos pensar mais em nós!
BjÃo

Ansiedade e Pânico disse...

ataques de pânico podem dar dentro do carro? Tive uma viagem de carro longa e quando entrei num congestionamento e não conseguia mais ficar dentro do carro. Desde esse dia que comecei a morrer de medo de andar de carro. De qualquer forma vou começar um tratamento alternativo. Para que quiser é www.sempanico.com/

Emy Silva disse...

Tenho um amigo que tem síndrome do pânico e não entendia muito sobre esse assunto. Depois que li esse blog passei a entender. Agora é torcer para que ele volte a ficar bom.

@franirosa disse...

Estou tendo essas crises recentemente, vou passar pelos médicos agora. Além dos calmantes, já percebi que escutar algumas músicas e brincar de "lego" com objetos me ajuda muito a mudar o foco da minha concentração... mas ler seu blog me ajudou muito, muito mesmo.

Obrigada!

ASA disse...

Olá Alan. Bacana. Mas o que aconteceu desde seu ultimo POST? Você é de SÃO PAULO? Quem foi o psicólogo que te ajudou? Algum livro? Me mande respostas no meu e-mail: alexsamidearruda@gmail.com Valeu!

Anônimo disse...

Oi Alan!
Me senti melhor ao ler suas palavras. Obrigado.
Estou também tentando sair dessa sem remédios e sei que vou conseguir.
Um abraço.

Anônimo disse...

Alan, você apesar de não ser profissional da área da saúde, e talvez por isso, disse várias verdades que eles não dizem por total conveniência financeira. A sociedade está cada vez mais doente, e como você disse, nunca vi nenhum Paulo Maluf com Síndrome do Pânico, apenas pessoas boas. Enfim, muito bom o texto!

Sil disse...

Muito bom! Gostei principalmente qdo vc enfatizou primeiro ir ao médico para descartar qualquer outra doença. Digo isso pq no meu caso comecei a sentir os primeiros sintomas em março/2011 e com o tempo as crises foram ficando mais frequentes, porém não tinha certeza de nada. Acontece que dia 1/06/11 tive a pior crise e resolvi ir ao Pronto Socorro e para minha surpresa, descobri que tinha uma arritimia (bradicardia) cardíaca que foi se agravando e depois de muitos dias de UTI, implantei marcapasso. Mas durante a internação, tive algumas crises de ansiedade e foi aí que ficou claro que simultaneamente eu sofria de arritimia e SP. Ficou difícil identificar quais sintomas eram de uma e de outra doença, já que alguns são idênticos. Aí a barra pesou mesmo e para segurar um psiquiatra do hospital me receitou um antidepressivo. Tenho ainda o 1º retorno do implante do marcapasso, mas assim que resolver isso, vou procurar terapia para a SP tb. Obrigada!

Anônimo disse...

Alan, Parabéns. Que ser humano iluminado de não só vencer o pânico, mas também ser corajoso o suficiente para levar sua experiencia a outros que sofrem.

Anônimo disse...

Li todo o seu blog, mais o que mais me aflinge é como pedir ajuda a minha família. Apenas meu marido presenciou minhas crises. Mas preciso achar uma forma de conversar com meus pais e pedir ajuda para lidar com isso. Nao consigo mais trabalhar e nem resolver mais nada na minha vida pois sinto tanto medo que e angústia que não suporto sair de casa.

Doni disse...

Caro Alan,

Muito obrigado por ter postado seu relato. Tenha certeza de que está ajundando muita gente, inclusive a mim.

Deus lhe abençoe

Van disse...

Querido Alan,

Obrigado por expor suas experiências com a Síndrome do Pânico em seu blog, tem sido de grande ajuda não só a mim como também para milhares de pessoas que sofre com este mal.
É verdade que muitas vezes, paramos e pensamos que as terríveis sensações que esta doença trás nunca irão passar, temos a sensação que iremos sucumbir e desistir. Mas com muita fé em Deus, muita psicoterapia e uma vontade enorme de vencer este mal, arregaçamos as mangas e corremos rumo ao sucesso – A CURA. Por isso, devemos manter a calma e estarmos confiante que está tempestade irá passar e que um lindo sol brilhará para sempre em nossa vida.

Quem quiser compartilhar suas dores e vitórias deixo meu e-mail: vansister@bol.com.br e MSN: van_magic@hotmail.com

Fátima disse...

Olá Alan, Li seu blog, e quero agradecer por vc ter tido esta iniciativa de ajudar muitas pessoas que passam por esse problema, eu hoje estou me recuperando mas já dei muito trabalho para os famíliares, ia muitas vezes até 04 vezes ao dia no médico , de manhã no particular á tarde no hospital e as vezez voltava muitas outras vezes , enfim cansei de fazer eletro e sempre não dava nada procurei todos os especialistas possiveis, cardiologistas, tratamento de labirintite climatério en fim gastei muito até saber que era sp, cheguei a abraçar poste em plena av Liberdade achando que ia cair e morrer.até que um ginecologista me falou da sp e me indicou um pisciquiatra e com medicamentos e consultas c/ pisicologo hoje estou praticamente curada.
Por favor continui com oseu blog vai ajuadr muita gente eu mesma vou indicar as pessoas
Que Deus te ilumine cada vez mais
um abraço

Rose disse...

Olá Alan! Após ler tudo que vc postou, agradeci muito a Deus pela oportunidade de ter encontrado palavras que me trouxeram tamanha esperança. Que Deus continue te abençoando e sustentando sempre.

Anônimo disse...

Oi, Alan! Tô tendo crises desde segunda-feira, quando sofri um assalto. Já tinha tido algumas vezes com essa sensação de morte, exatamente pela perda de um primo. Agora depois do assalto, fico tendo a sensação exatamente igual a sua, de que vou enlouquecer. Além disso, tenho aquela necessidade constante de ouvir que isso não causa nenhum tipo de surto. Seu blog me ajudou muito, ainda estou no começo das crises, mas como já superei uma vez, espero que ocorra de novo. Gostaria muito que respondesse. Obrigada

Daisa disse...

Esse blog é fantastico!A quase 2 anos venho sofrendo desse mal,mas sei com a mesma certeza que vc tem Alan,que EM NOME DE JESUS,vou aprender a vencer o medo e a domina-lo.Obrigada por tão sabias palavras,Deus te abençoe sempre.

Civilizaçoes Pré Colombianas disse...

Eu tô sofrendo tanto... queria conseguir como vc conseguiu! Cinco anos de sofrimento! Seu depoimento me ajudou muito, mas ainda estou longe da tão sonhada cura

Anônimo disse...

eu tenho 50 anos e à 25 sou portadora da síndrome do pânico.
na realidade eu tive apenas 2 crises; as quais foram suficientes p/ conviver c/ o medo d ter aquelas crises.
e tb desenvolvi a agorafobia.
meus receios d ter a crise se agravaram e meu porto seguro sempre foi alguém perto ( alguém da família por ex ).
perto q eu digo é junto mesmo ... 24 hrs por dia; fora ou dtr d casa.
vou à lugares pertos mas ñ ultrapasso d carro mais q 3, 5 km e sem trânsito.
à pé ñ ando nem 2 quarteirões sozinha.
ñ são 25 dias e nem 25 meses.
são 25 anos q carrego este fardo e vegeto; pois sempre fui uma pessoa ativa e independente.
fico imaginando minhas filhas casadas ou eu bem velhinha c/ este problema... sinto mais medo ainda.
demorei pelo menos uns 3 anos p/ descobrir q eu era uma portadora desta síndrome.
na época ( l986 ) ainda ñ haviam estudos.
frequentei por 3 meses uma psicóloga mas meu dinheiro ñ deu p/ terminar o tratamento.
nunca, nunca tomei nenhum remédio pois tb ñ quero ser dependente d remédios.
escondo as chaves d casa d baixo do meu travesseiro obrigando o primeiro q acordar pela manhã; me chamar p/ saber q ñ ficarei sozinha.
ultimamente sinto q ela tem se agravado e tenho ido trabalhar c/ meu marido.
fico 9 hrs junto c/ ele dtr d um caminhão.
chego cansada e td por fazer em casa.
fico deprimida, triste, incapaz e infeliz.
mesmo em anos anteriores eu suportava bem; ficava sozinha pois sabia q minhas filhas trabalhavam perto então qlq coisa eu poderia pedir socorro à elas.
agora elas trabalham longe.
teve épocas q eu até conseguia ficar em casa sozinha mas sempre algum vizinho teria q ficar sabendo do meu problema p/ se por ventura eu tivesse uma crise poderia me socorrer.
é deprimente pois sei q ñ existe uma cura definitiva pois depende muito da pessoa, da força da vontade e tals ...
sei tb q nenhum medicamente é eficaz ( mesmo receitados por psiquiatras ) pq ñ existe e nem nunca existiu algum tipo d exame q diga q algum neurônio está falhando e nem a qtdd d medicamento p/ curá-lo.
sou ansiosa, sempre fui mas algo deu errado no meio do caminho e acho q remédios ñ ajudam e por isto nunca procurei psiquiatras.

Anônimo disse...

eu tenho 50 anos e à 25 sou portadora da síndrome do pânico.
na realidade eu tive apenas 2 crises; as quais foram suficientes p/ conviver c/ o medo d ter aquelas crises.
e tb desenvolvi a agorafobia.
meus receios d ter a crise se agravaram e meu porto seguro sempre foi alguém perto ( alguém da família por ex ).
perto q eu digo é junto mesmo ... 24 hrs por dia; fora ou dtr d casa.
vou à lugares pertos mas ñ ultrapasso d carro mais q 3, 5 km e sem trânsito.
à pé ñ ando nem 2 quarteirões sozinha.
ñ são 25 dias e nem 25 meses.
são 25 anos q carrego este fardo e vegeto; pois sempre fui uma pessoa ativa e independente.
fico imaginando minhas filhas casadas ou eu bem velhinha c/ este problema... sinto mais medo ainda.
demorei pelo menos uns 3 anos p/ descobrir q eu era uma portadora desta síndrome.
na época ( l986 ) ainda ñ haviam estudos.
frequentei por 3 meses uma psicóloga mas meu dinheiro ñ deu p/ terminar o tratamento.
nunca, nunca tomei nenhum remédio pois tb ñ quero ser dependente d remédios.
escondo as chaves d casa d baixo do meu travesseiro obrigando o primeiro q acordar pela manhã; me chamar p/ saber q ñ ficarei sozinha.
ultimamente sinto q ela tem se agravado e tenho ido trabalhar c/ meu marido.
fico 9 hrs junto c/ ele dtr d um caminhão.
chego cansada e td por fazer em casa.
fico deprimida, triste, incapaz e infeliz.
mesmo em anos anteriores eu suportava bem; ficava sozinha pois sabia q minhas filhas trabalhavam perto então qlq coisa eu poderia pedir socorro à elas.
agora elas trabalham longe.
teve épocas q eu até conseguia ficar em casa sozinha mas sempre algum vizinho teria q ficar sabendo do meu problema p/ se por ventura eu tivesse uma crise poderia me socorrer.
é deprimente pois sei q ñ existe uma cura definitiva pois depende muito da pessoa, da força da vontade e tals ...
sei tb q nenhum medicamente é eficaz ( mesmo receitados por psiquiatras ) pq ñ existe e nem nunca existiu algum tipo d exame q diga q algum neurônio está falhando e nem a qtdd d medicamento p/ curá-lo.
sou ansiosa, sempre fui mas algo deu errado no meio do caminho e acho q remédios ñ ajudam e por isto nunca procurei psiquiatras.

mak disse...

mais um blog para ajudar

http://vidaesuascrises.blogspot.com/2011/08/um-novo-comeco.html

Karina disse...

Alan, enfrento o mesmo problema que você enfrentou... Acho que o pior de tudo isso que a gente passa é ainda ter preconceito sobre um problema desses, principalmente pela parte médica. Eu não sabia que estava tendo ataque de pânico e fui mal tratada num pronto-socorro, fui examinada como se fosse indigna de estar lá. Gostaria de ler ainda algo sobre isso e que as pessoas me escrevessem, compartilhassem mais sobre isso, estou iniciando meu tratamento esta semana e se tudo der certo, terei minha mente de novo noi lugar. Um abraço. karinarazzu@yahoo.com.br

Juliana RJ disse...

OlÁ!

Meu nome é Juliana, descobri que tinha a síndrome aos 16 anos, fiz tratamento durante 1 ano e meio e parei, me senti bem melhor, voltei a ter crises aos 20 anos e voltei a me tratar, e me tratei por mais 2 anos, fiquei bem uns meses e hoje com 24 anos estou no auge da crises, por incrível que pareça ja estive pior, cheguei a vestir manequim 34 e ficar em cima de uma cama sem sair no portão de casa, hoje aprendi a controlar pelo menos uns 5% das crises, não tenho vida social, mais agradeço por conseguir pelo menos trabalhar!Sempre escondi meu problema no trabalho, quando me sentia mal inventava uma desculpa para ir embora, mais infelizmente tive uma crise terrível dentro da empresa, não sei se foi infelizmente ou felizmente, pois depois dessa crise estou tendo todo acompanhamento de um psicologo pela empresa estou realizando a TCC e agora vou voltar a me tratar com psiquiatra! Hoje é a primeira vez que procuro na internet alguem que pudesse me entender, alguém que soubesse como é sentir assim... Não sei quanto tempo vai levar, mais tenho que fé que voltarei a viver minha de forma feliz e saudavel! Amei o blog e desculpem, mais eu precisava desabafar...

Anônimo disse...

obrigada.

Anônimo disse...

Olá Alan,
Estou neste momento chorando de verdade, e faz tempo que não choro de alegria, acho que é um alívio dificil de explicar, estou talvez no momento mais delicado da síndrome e a palavra desespero é quase um sinônimo do que vivemo na sindrome, gostaria de saber como vc está agora e agradece-lo por sua " compaixão" ao escrever o blog e aliviar as dores e dúvidas tão torturantes que sinto.Se puder e estiver em condições de mater contato, segue meu e-mail:cassia.derita@hotmail.com.DEUSte abençõe por toda
eternidade.

Anônimo disse...

Olá pessoal ..eu tenho sindrome do panico a 7 meses ...passei por momentos horriveis ..achei que não irria suporta ... Mas graças a Deus ..consegui ..superar muito mais rapido que imagineiii ...os sintomas começaram a desaparecer ..no 3 mes de tratamento ..por isso dou a dica procurem um medico ..peçam ajuda ..não tenhams medo ou vergonha ! è tão normal ..é uma doença que esta atanco muita gente ..Façam o tratamento correto ..Se ajudem ao maximo ...mesmo nos momentos em que voce não acredita mais em nada ..tente ..supere-se ...E pode ter certeza ..voce não vai morrer ..Sensação de desmaio ..coração desparado ..tremores ..sufocamento ..muita ansiedade fazem parte das crises ...mas fiquem tranquilos ..ela vai passa ...e voce não vai morrer ...hoje eu estou bem ..não considero-me curada ..mas estou chegando lá ..ainda tenho alguns medos ...mas crises ...nuncaaaaaaa mais ! Desejo a todos voces ..que se curem logo ..pois seiii que quem tem essa sindrome ...sofre de mais ! Que Deus abençoe cada um de voces ...e que ele de forças para voce vencerem essa luta !

Marina Giuliani Rodrigues disse...

Olá, meu nome é marina e eu fui diagnosticada com sindrome do panico a mais o menos, 7/8 meses, logo após um acidente terrivel no local onde trabalho, a principio tudo estava bem, mas após 3 meses, começaram a aparecer os sintomas, o medo de morrer, insegurança, meu corpo tremia, suava demais, muito medo, terrivel, pois é, fui de primeira constatada o stress pós traumatico, mas a partir do momento qe comecei o tratamento, foi verificado pela psicologa que eu ja tinha a sindrome do panico, porem esse foi o estopim para a mesma se tornar constante, fiz um tratamento com 12 sessões de psicologa, e 3 de psiquiatra, tomo benepax e alprazelom para momentos de crise quando nao consigo me controlar, episodios isolados acontecem, por exemplo quando alguma tragedia acontece proximo onde moro, alguma fatalidade, entre em panico, com medo de morrer, e no resto do tempo eu fico com medo de ter uma nova crise do panico, é terrivel, porque minha familia fica apavorada, sem saber ao certo o que fazer e me sinto um fardo, pois tenho 19 anos e é dificil de me ver nessa situação de insegura, eu namoro a 3 anos e 9 meses, e com o medo de sentir o medo, eu evito muito a ir a lugares onde eu ja tive ataques, momentos isolados, e enfim, percebo que meu namorado fica frustrado por eu evitar as vezes sair com ele, eu me sinto afastando meu namorado, é tanto sofrimento ao longo do dia, com medo de sentir o medo que me sinto exausta, e é dificil pra mim, quando li o texto do blog foi como se alguem tivesse me dito: eu te entendo, compreendo, calma! na internet quando voce procura no google a respeito da sindrome do panico, parece que eles fazer de tudo pra voce ficar com mais medo ainda, voce le as pesquisas e na maioria diz que nao cura, que demora, que é ruim...é tao dificil, muitas vezes me sinto sozinha, desde que esse medo de sentir o medo se instalo em mim, durmo com a minha irma de 11 anos, me sinto culpada porque ela se sente responsavel por me fazer bem e é um peso gigante para uma criança, mas entendo que todos tentam fazer de tudo pra ajudar, mas é dificil, por diversas vezes pensei em desistir em joga tudo pro alto, o tratamento quem bancou foi o local de trabalho mesmo porque foi la que tudo começou...porém agora o tratamento "finalizou" e agora eu nao tenho como bancar as sessoes de psicologa, nem psiquiatra, hoje tomei minha ultima dose de benepax e agora só voltando ao consultorio, para conseguir uma receita, tenho medo de voltar ao zero com a falta do remedio mas ao mesmo tempo me sinto fraca por nao conseguir superar isso sem o remedio...me senti confortada, e sei que esse blog é de 2008 e provavelmente vai ser dificil de voce me responder, mas gostaria de dizer que conforta ler o seu blog, por saber que ha alguem que REALMENTE me entende! Obrigado...

Sandra disse...

Parabéns pelas reconfortantes palavras, pela preciosas Dicas, são de fato de grande valia.
Meu esposo tem a SP há uns 5 ou seis anos, teve uma sequencia de crises durante uns dias, tomou remédios e nunca mais teve. Agora esta semana novamente está tendo crises, associadas a medo de doenças, está dificil. Mas foi maravilhoso ler seu texto, porque fico sem saber como ajudar. Dessa vez, ele vai fazer tratamento com psicologo e psiquiatra e já entendeu que tem que encarar a situação.
Mais uma vez parabéns por dividir suas experiencias.
Abraço.

carol disse...

Olá Allan,
SIMPLESMENTE INCRIVRL..eu estou em tratamento ainda mas isso me ajudou mto mesmo,é sempre bom ler slgo util e saber tmb que outras pessoas que passaram por isso se curaram...mas vale frisar que depende 90% de nós mesmos, de nossos habitos e principalmente pensamentos....amei seu blog..parabéns..e fé em Deus..

Anônimo disse...

Oi Alan, sou Fernanda.Sofro de SP. por causa dela já passei por coisa pesada mesmo, mas tenho sempre a certeza de que tem gente que passa coisa pior.Decidi brigar pela minha vida.Tenho agora como lema da minha vida: Tá na chuva pra se molhar.Então vou lutar o máximo que eu puder para viver da melhor forma possível.Tudo o que vc escreveu me deu ainda mais força para continuar, vc não tem noção.Obrigado mesmo.Um abraço!

Anônimo disse...

TÔ PASSAND0 POR SP A 3 ANOS,JÁ TIVE UMAS 4CRISES NESSE PERÍODO.AS VAZES PENSO Q ESTOU LOUCA COM TANTOS PENSAMENTOS IRRACIONAIS Q SE PASSAM EM MINHA MENTE.MAS NAO DESISTO DA CURA!SEU TEXTO ME ACALMOU MUITO.PARABÉNS E OBG.

Conexão Torrica à Montréal disse...

Alan, parabéns pela sua iniciativa de escrever o blog pra ajudar e parabéns também por ter superado a SP. Eu tive a primeira vez ano passado e fui direto pro anti-depressivo e ansiolitico, sem psicólogo :(
Mas comecei a fazer acupuntura pra ansiedade e me ajudou bastante. Agora há poucos dias atrás tive a sensação de que ia engasgar, outra vez medo de andar de metro...mas resolvi mudar alguns hábitos de vida, como tocar o "dane-se" e fazer somente aquilo que está dentro das minhas possibilidades, me cobrar menos e viver a vida mais tranquila. Tb voltei a acupuntura...por eqto está td muito bem...mas resolvi procurar um psicólogo. Obrigada e tudo de bom!

Rosana disse...

Olá, Alan. Primeiramente, quero parabenizá-lo pela iniciativa de compartilhar conosco sua experiência de sucesso na luta contra a síndrome do pânico. Estou tendo crises há dias e a médica me receitou diazepan para controlar as sensações. Irei a um psiquiatra nos próximos dias e estou orando muito a Deus para que eu obtenha sucesso.
Reitero novamente meu agradecimento pela existência desse blog, que tem me ajudado muito. Que Deus abençoe sua vida e te ilumine sempre.

D. Zanotta disse...

Olá, primeiramente quero parabenizá-lo por ter tomado esta atitude de criar um site para ajudar pessoas que sofrem deste mau como eu.
Tem uns meses que sofro disso.. tenho umas crises horriveis, acho que vou morrer, eh tudo muito ruim pra mim pois nao tenho o controle da situação.. meu coração acelera e acho que vou ter que ir para o hospital se nao vou ter um treco.. gostaria muito de vencer isso, e adimiro bastante quem venceu essa batalhapor que na minha opiniao eh muito dificil...
Se puder passar seu email de ctt para eu falar diretamente com voce, ficarei grata..
Beijos, D. Zanotta

Anônimo disse...

Oii adorei o blog pode me add no msn ?? gostaria de poder conversar com pessoas que passaram por essa situação.

nanafreguesia@hotmail.com

abraços!
Elaine

Anônimo disse...

O

Anônimo disse...

Parabéns pelo blog, ele pode ajudar muitas pessoas, eu tive e ainda tenho alguns sintomas do pánico, o difícil para mim agora é que eu não sei se estou tendo algum problema de saudé ou se é só o pánico, já que ele me afeta muito no fisico, tenho pressão alta, dores pelo corpo e até febre. Mas o medo diminuiu muito, nao evito mais sair de casa, sei que qdo tnho alguma sensação ela vai passar. Acreditem ela não é o fim do mundo, eu não me sinto totalmente curado mas hoje ela não me assuta mais, acho que ter panico me ajudou a crescer e me conhecer melhor, façam tudo o que tiveer ao alcançe de vcs até mesmo tomar remédio, que pode ajudar muito a sair do buraco como foi meu caso, é como ir ao dentista qdo vc está com muita dor, ele vai primeiro te dar uma anestesia e depois tratar o dente. As vezes vc está precisando de uma anestesia neste momento então busque um profissional para isso, e qdo a "dor" passar então procure entender o que te levou a isso e busque outras ajudas como uma terapia por exemplo. beijos a todos e boa sorte

RodrigoLeal disse...

hey Alan muito obrigado pelo post mano, tenho 19 anos e comecei a ter essas crises a mais ou menos uma semana, depois que meu cachorro morreu fui ao medico ele me passou um calmantezinho q de nada fez efeito depois fui a outro e ela me passou um medicamento mais forte que me fez dormir pq até então eu não estava mais dormindo e isso fez com que o ciclo se quebrasse de certa forma, já estou melhorando, o contato social com os amigos também tem me ajudado, ao termino do remédio caso volte procurarei um psicologo. Seu blog é de grande ajuda pois mostra a crise como ela realmente é...força a todos que estão passando por esse problema e não deixe de procurar um profissional de confiança, com certeza tem cura, basta correr atrás e eu tenho certeza de que todos querem, recentemente descobri que um primo tbm teve se curou somente com a ajuda de psicologo tipo dinâmica de grupo para descobrir as raízes do problema...e mudando o estilo de vida, como o Alan falou lidar de melhor forma com as situações que lhe geram o stress. antes de dormir ouvir um instrumental calmo e respirar profundamente como um bebê.
no meu caso precisei de remédio pois há quatro dias não dormia.
amigos muito cuidado com os textos que vc lê isso só aumenta as crises. O problema só acontece com pessoas boas de coração mesmo, força amigos além de tudo busque a Deus e isso te dará paz no espírito. força a todos nós ficaremos bem se buscarmos

Anônimo disse...

ola li seu blog e fiquei impressionada com seu depoimento,mas olha quando se está vivendo isso é muito terrivel parece que nao vai ter fim vc sabe ..me diz uma coisa vc esta bem hj em dia ,nao teve mais crises a psicologa te ajudou mesmo ,vc ainda vai ?
obrigado me ajude sim..se puder me mande uma reposta pra o e-mail loivaiohann@gmail.com

Anônimo disse...

Alan, estou a 9 anos me tratando com medicações, por 3 vezes já me senti curada e fiquei em média 1 ano sem medicação nesses intervalos de cura, mas as crises voltam.
Depois de ler seu Blog e também agora sofrendo com a adaptação do antidepressivo, que é horrível nas 4 primeiras semanas, DECIDI vou me curar sem medicação, com ajuda de um psicologo especializado em TCC.
Se vc for do Rio, por favor, me indique o seu. Meu email é alinemascarenhas@hotmail.com
Não aguento mais os remédios, percebi que tudo que vc falou sobre a forma de como lidamos com as pessoas e a situações que nos oprimem realmente ajuda a piorar essa SP.
Muito obrigada por sua ajuda, espero em breve dar um depoimento aqui que fiquei definitivamente curada!

Anônimo disse...

Tatiana disse:

Olá Alan, eu li o seu texto já faz algum tempo e confesso que todas as vezes que leio fico mais calma e os sintomas da SP desaparencem rapidamente. Eu não estou totalmente curada, há alguns meses atrás tive a primeira crise, fiz vários exames, graças a Deus não deram nada, mas mesmo assim sempre que tenho uma crise me dar vontade de fazer uma ressonância magnética, pois acho que tenho alguma doença grave que não está sendo descoberta pelos médicos.
O seu texto está salvo no meu computador, sempre que tenho uma crise, seja lá onde for, vou correndo para casa e ligo o computador só para ler e me sentir bem.

Obrigada por sua disponibilidade em ajudar as pessoas, pois muitas pessoas quando se curam de alguma doença ou sofrem com esse problema do Pânico quando se curam não lembram de ajudar o próximo com sua experiência.

Parabéns! Pode ter certeza de que suas palavras foram muito úteis para milhões de pessoas.
Abraço! Que Deus te abençoe!

Anônimo disse...

Gostei muito do seu Blog, tenho certeza que ajudou e continuará ajudando muitas pessoas como eu que sofro de sp a 1 ano. Obrigada Lomma

Jorge Luiz Nunes Santos disse...

Olá amigos,
não sei se vai ajudar mas enquanto estive no "inferno" o que mais me preocupava é o que iria fazer caso eu tivesse uma outra crise. Quando tomei a decisão de me sentar no meio fio de qualquer calçada e esperar passar, nunca mais tive uma outra crise. Deixei de procurar respostas e resolvi simplesmente "ser feliz assim mesmo". Boa sorte a todos e parabéns pelo Blog!
Te espero aqui, onde o pânico é apenas uma vaga lembrança de um tempo que não nos pertence mais.

Kleber disse...

Realmente devo dizer que foi muito bom o que eu acabei de ler. Principalmente sobre:"você não vai morrer nem enloquecer". Na minha experiência o que tem me ajudado é a leitura de Salmos, principalmente o 23.
Obrigado Alan pelo seu testemunho.

Anônimo disse...

Adorei seu post, tenho 26 anos e desde os 16 convivo com síndrome do pânico.Épocas em que não sinto muito, outras que as crises são muito fortes.Sempre tive ciência de tudo que escreveste no teu blog, sou acadêmica da área de saúde e entendo perfeitamente, mas na hora de por em prática é que complica.Parei a medicação a uns 6 meses, pois o último remédio me engordou 20kg em 2 meses( imagina uma moça com um corpo escultural,ficar deformada em 2 meses... PIOREI AINDA MAIS) e decidi ir retirando o medicamento aos poucos,contra a vontade do meu psiquiátra, pois o meu falava que isso era uma consequência para eu ficar boa, tinha que engordar mesmo,20,30,50 kg se fosse preciso.Agora estou tentando retomar minha vida,está sendo difícil, mas decidi que vou seguir em frente sem remédios, com outras alternativas para a "cura".

Regina disse...

Li seu blog no inicio do ano, 4 dias após uma cirurgia de vesícula. Foi muito útil pra mim. Fiquei mais tranquila embora pairasse a dúvida se de fato iria me livrar dos sintomas.
No meu caso, havia feito um check-up e por isso quando fui parar na emergência me informaram que era ansiedade.Achei estranho, eram tantas sensações desagradáveis.Achei que fosse enlouquecer. Hoje, 11 meses depois digo que vc tem razão, realmente para "ficar bem" é necessário uma série de medidas, a principal delas é reformular a vida, ter mais prazer em viver, relaxar, curtir a vida. Encontrei a yoga e a acupuntura como aliadas além da terapia que ainda faço. No meu caso , ainda tomo sertralina 50mg, mas neste mês começo a diminuir até parar.
Obrigada pelas dicas de leitura, li dois livros sobre o assunto, e tb acho que quanto mais sabemos melhor conseguimos superar.
Um abraço,
Regina.

Fano disse...

Ola pessoal, tive síndrome do pânico e também me curei sem remédios, só movendo meus pensamentos para a direção certa, e ignorando os pensamentos ilógicos que me levavam à ansiedade. Ressalto que já havia feito terapia com psiológos em duas ocasiões antes da SP propriamente dita, essas terapias foram por outros motivos , mas hoje vejo que estes motivos eram um indicio da futura síndrome,e graças a estas terapias conseguir superar a crise sem sofrer muito. Quem quiser procurar um psicológo e não tem tempo, fiz terapia com um psicologo online , em casa mesmo,achei muito interessante o serviço, ele atende pelo skype ou msn. Deem um google em marcos bersam psicologo e confiram, quem sabe pode ajudar. Quem quiser entrar em contato comigo, fanocoutinhos@gmail.com...fiquem a vontade , ajudarei no que for preciso...

(^_^) Fê Suhelen (^_^) disse...

Oi Alan... Oi Pessoal...

Amei o blog. E é verdade td o que vc disse.

Passei por td isso e hj vivo feliz d+...

As vezes tenho a sensação que vou ter uma crise...logo me repreendo, e me controlo...canto feito uma gralha...kkkkk...mas controlo muito bem...
Recuperei minha vida social e profidssional e ainda ajudo uma maiga que está passado pelo mesmo que passamos...

Ela nem sabe o quatnto me ajuda tbm...

Hj to de boa e mto bem!!!

Ah...importantíssimo: Vc que é evangélico - VC NÃO ESTÁ ENDEMONINHADOOOO...só está com sentimentos a flor da pele...totalmente controlável E LOGO PASSA......((sofri demais com pessoas me dizendo que eu estava endemoninhada. Tinha medo de ir pra igreja. Hj prossigo bem junto dos irmão de onde frequento, e muito bem com minha vida com o Senhor Jesus)).

Procure ajuda, de medicos sim...mas de amigos muito mais...vc precisa estar com pessoas...não se isole peloamordeDeus...

Bjins a todos, fiquem na paz!!!

Fê Suhelen.

(^_^) Fê Suhelen (^_^) disse...

Oi Alan... OI Pessoal...

Amei o blog. E é verdade td o que vc disse.

Passei por td isso e hj vivo feliz d+...

Asvezes tenho a sensação que vou ter uma crise...logo me repreendo, e me controlo...canto feito uma gralha...kkkkk...mas controlo muito bem...
Recuperei minha vida social e profidssional e ainda ajudo uma maiga que está passado pelo mesmo que passamos...

Ela nem sabe o quatnto me ajuda tbm...

Hj to de boa e mto bem!!!

Ah...importantíssimo: Vc que é evangélico - VC NÃO ESTÁ ENDEMONINHADOOOO...só está com sentimentos a flor da pele...totalmente controlável E LOGO PASSA......((sofri demais com pessoas me dizendo que eu estava endemoninhada. Tinha medo de ir pra igreja. Hj prossigo bem junto dos irmão de onde frequento, e muito bem com minha vida com o Senhor Jesus)).

Procure ajuda, de medicos sim...mas de amigos muito mais...vc precisa estar com pessoas...não se isole peloamordeDeus...

Bjins a todos, fiquem na paz!!!

Fê Suhelen

(^_^) Fê Suhelen (^_^) disse...

Oi Alan... OI Pessoal...

Amei o blog. E é verdade td o que vc disse.

Passei por td isso e hj vivo feliz d+...

Asvezes tenho a sensação que vou ter uma crise...logo me repreendo, e me controlo...canto feito uma gralha...kkkkk...mas controlo muito bem...
Recuperei minha vida social e profidssional e ainda ajudo uma maiga que está passado pelo mesmo que passamos...

Ela nem sabe o quatnto me ajuda tbm...

Hj to de boa e mto bem!!!

Ah...importantíssimo: Vc que é evangélico - VC NÃO ESTÁ ENDEMONINHADOOOO...só está com sentimentos a flor da pele...totalmente controlável E LOGO PASSA......((sofri demais com pessoas me dizendo que eu estava endemoninhada. Tinha medo de ir pra igreja. Hj prossigo bem junto dos irmão de onde frequento, e muito bem com minha vida com o Senhor Jesus)).

Procure ajuda, de medicos sim...mas de amigos muito mais...vc precisa estar com pessoas...não se isole peloamordeDeus...

Bjins a todos, fiquem na paz!!!

Fê Suhelen

Anônimo disse...

e aí cara, eu sou da colômbia, mas morando algum tempo aqui no Brasil....cheguei à 8 meses e levo quase 1 ano como o SP...é coisa dificil de esquecer...agora lindo sue blog comprendo ainda mais como podemos superar...tenho plena certeza que conseguirei sair de esto...ja não tenho medo e esto vai desaparecendo pouco a pouco...!...o que eu mais gostei foi aquela parte onde vc fala " esto só da aos gente boas!, eu me identifico como esto...e agora penso mais em mim...é minha vida agora, penseí muito nos outros e agora sou eu..agora o mais importante é meu estilo de vida, lebrar que podemos falar e esto com esto, serei capaz de superar com certeza o SP!! abraço e muito ánimo para todos!! vamos...tudo esta dentro da nossa mente, só e confiar em nos mesmo!!!!

arlorenze@hotmail.com disse...

OBRIGADA!

Michelle disse...

Oi Alan,
Meu nome é Michelle e sofro há um tempo deste "problema". Nunca procurei ajuda profissional, sempre quando tenho algum dos sintomas, resolvo por mim mesma afirmando que sou uma pessoa saudável e que não preciso temer nada. Com certeza você tem toda razão com relação a loucura. Trabalhei com um médico que dizia que as pessoas nascem loucas, e não se tornam loucas. Amei o seu blog! Muito rico e edificante. Não é a toa que a blíblia diz em Marcos 9:23 " Tudo é possível ao que crê."
Abraços.

Rose disse...

Olá Alan, suas palavras foram abençoadas, me ajudaram bastante me dando esperança de uma vida melhor!
Que Deus te abençoe!
Rose

Anônimo disse...

luis vagner

alan voce o cara

tenho sp a,1ano e 3.meses
so descobri o a sp depois de 1ano
este blog me ajudou muinto
agora estou muito mas calmo minhas
não tenho muita crise tenho 1/vez por mes mas tenho aguns sitomas dezagradaveis [falta de ar fraqueza não consigo dormir e desrealisacão

Anônimo disse...

alan voce o cara

tenho sp a,1ano e 3.meses
so descobri o a sp depois de 1ano

este blog me ajudou muinto
agora estou muito mas calmo
não tenho muita crise tenho 1/vez por mes mas tenho aguns sitomas dezagradaveis [falta de ar fraqueza não consigo dormir e desrealisacão
mas por não ter condições vou um pisicolugo da unidade de saúde da minha cidade mas as secões não são frequente
fiu a pisquiatra mas a medicasaõ
naõ me dei beim na primeira dose passei mal entaõ resouvi me trata seim medicasaõ voce me ajudou myinto vlw cara tenho 17 anos [maracás bahia]
naõ

Anônimo disse...

alan voce o cara

tenho sp a,1ano e 3.meses
so descobri a sp depois de 1ano

este blog me ajudou muinto
agora estou muito mas calmo
não tenho muita crise tenho 1/vez por mes mas tenho aguns sitomas dezagradaveis [falta de ar fraqueza não consigo dormir e desrealisacão
mas por não ter condições vou um pisicolugo da unidade de saúde da minha cidade mas as secões não são frequente
fiu a pisquiatra mas a medicasaõ
naõ me dei beim na primeira dose passei mal entaõ resouvi me trata seim medicasaõ voce me ajudou muinto vlw cara tenho 17 anos [maracás bahia]
naõ

Anônimo disse...

alan voce o cara

tenho sp a,1ano e 3.meses
so descobri a sp depois de 1ano

este blog me ajudou muinto
agora estou muito mas calmo
não tenho muita crise tenho 1/vez por mes mas tenho aguns sitomas dezagradaveis [falta de ar fraqueza não consigo dormir e desrealisacão
mas por não ter condições vou um pisicolugo da unidade de saúde da minha cidade mas as secões não são frequente
fiu a pisquiatra mas a medicasaõ
naõ me dei beim na primeira dose passei mal entaõ resouvi me trata seim medicasaõ voce me ajudou muinto vlw cara tenho 17 anos [maracás bahia]

Anônimo disse...

alan voce o cara

tenho sp a,1ano e 3.meses
so descobri a sp depois de 1ano

este blog me ajudou muinto
agora estou muito mas calmo
não tenho muita crise tenho 1/vez por mes mas tenho aguns sitomas dezagradaveis [falta de ar fraqueza não consigo dormir e desrealisacão
mas por não ter condições vou um pisicolugo da unidade de saúde da minha cidade mas as secões não são frequente
fui a pisquiatra mas a medicasaõ
naõ me dei beim na primeira dose passei mal entaõ resouvi me trata seim medicasaõ voce me ajudou muinto vlw cara tenho 17 anos [maracás bahia]

Anônimo disse...

alan voce o cara

tenho sp a,1ano e 3.meses
so descobri a sp depois de 1ano

este blog me ajudou muinto
agora estou muito mas calmo
não tenho muita crise tenho 1/vez por mes mas tenho aguns sitomas dezagradaveis [falta de ar fraqueza não consigo dormir e desrealisacão
mas por não ter condições vou um pisicologo da unidade de saúde da minha cidade mas as secões não são frequente
fui a pisquiatra mas a medicasaõ
naõ me dei beim na primeira dose passei mal entaõ resouvi me trata seim medicasaõ voce me ajudou muinto vlw cara tenho 17 anos [maracás bahia]

Anônimo disse...

vlw cara

falo muinto de voce
com meu pscologo

vlw realmente a sp nao
e uma doença voce deixou
muinto claro para min

e como e possivel a cura
passei a acreditar muinto

acredito que a sp e somente uma fase que estou vivendo e que vira
um fim para isso por que sou forte

por que... eu estou com ela
mas ela naõ me teim.....

feliz ano novo para todos que esta
vivendo esse momento .... ab alan

(maracás.ba) seja forte...

João disse...

Pelo que li a respeito do assunto a SP está associada à depressão, a coisas que estão acontecendo com a pessoa que a estão jogando prá baixo, baixando sua auto-estima, coisas da vida que mexem com qualquer um, decepções,frustrações, desilusões, que mexem com a nossa estrutura psicológica, com o nosso bem estar mental...a carga emocional é tanta que o organismo já não suporta, sofrendo um desequilíbrio químico ou hormonal e quando nos damos conta, já estamos nesse fundo de poço chamado "síndrome do pânico".
É claro que para voltar a normalidade, o organismo precisa se reequililbrar quimicamente, se livrar do excesso de substâncias que estão prejudicando o nosso sistema nervoso, sendo necessário uma limpeza mental de todo estresse emocional causador do desiquilíbrio.
Gente, a Fé remove montanhas!
Tudo é possível ao que crer.
A pessoa que está vivenciando a SP tende a pensar que nunca vai sair desse fundo de poço... VAI SAIR SIM, acredite, porque Deus te dá o escape... lute, lute e lute contra esse mal interior que quer te jogar prá baixo. Diga não, não e não prá SP.
Procure elevar sua alta-estima. Diga prá você mesmo, que tudo vai dar certo, auto-estimule-se com palavras positivas, repita-as até acreditar, é como uma criança quando cai e precisa se levantar sozinha, ela acaba conseguindo. (Jesus te ama!) é um exercício mental, pois provavelmente em sua mente você estava fazendo o inverso, se desmerecendo, se depreciando, se achando uma pessoa que não merecia o favor de Deus, lembre-se "Deus é Amor" e outra coisa Ele nunca menospreza a oração de um aflito ou necessitado. Com certeza, quem tem SP sempre reza, ora, clama a Deus.
Então, creia e isso vai passar sim.
Minha cunhada teve isso, após o nascimento do seu filho que a doutora chamou de depressão pós-parto, era pânico mesmo, muito medo, tremores e após três meses tudo passou, com muita fé em Deus (ela estava com problemas de família, com o marido, estava muito triste, muito abalada emocionalmente o que ocasionou o problema). Eu estou há dois meses com o problema da SP, que surgiu após uma cirurgia (estava também sob forte estresse emocional, com problemas pessoais) porém já estou bem melhor, após um mês de crise comecei a tomar um ansiolítico, desses que não causa dependência, apenas para me ajudar a superar o problema, já que ansiedade está presente naqueles que sofrem de SP, e realmente tem ajudado, mas não é a cura...
Já marquei consulta com um psicólogo para tratar e erradicar de vez o problema.
Vivi momentos terríveis, comecei a pesquisar sobre o assunto, encontrei este blog. O Alan está de parabéns...
Nós podemos, nós merecemos e vamos vencer.

Jesus nos ama!

Anônimo disse...

obrigada pela força que eu precisava!!!!!

GRÁTIS DOWNLOAD disse...

eu nem sei mais, li o texto tenho sintomas. NAO tenho problemas de coração, porém SINTO ARRITIMIAS.

SERÁ QUE É A SINDROME DO PÂNICO, POIS NAO TENHO ATAQUES DE PANICO, SOMENTE DESREALIZAÇÃO,E ALGO COMO SE TIVESSEM APERTANDO MEU CEREBRO. Esse rivotril ta me acabando.
SOCORRO !!!!!

tenho problemas fisicos. TENHO MEDO DA MORTE. Preciso operar vesicula e fazer endoscopia, tenho medo de sentir muita dor, ou de dormir com anestesia e morrer, pois tenho broinquite asmatica, e isso tem que ter cuidado, na administração de remedios sedativos.

João disse...

Escrevi um comentário no dia 02/01/2012.
Como já disse a SP vai desaparecer logo.
Acreditem, estou me sentindo melhor a cada dia.
Às vezes sinto que o medo quer me dominar novamente, mas é tão fraquinho... nem de longe se compara às terríveis crises que senti no primeiro mês quando não sabia com o que estava lidando.
É incrivel o mal que nossa mente pode causar a nós mesmos.
Se a minha cunhada vivenciou essa experiência e venceu, eu também vencerei.
Minha cunhada sempre me dizia em certos momentos de crise: "Vai passar...você vai ficar bom, isso não vai durar muito". Ela dizia prá mim que era do efeito da anestesia raquidiana (da cirurgia que tinha feito - Hemorroidectomia) e que isso duraria no máximo três meses, e até uma médica me disse isso.
Se era um efeito pós anestesia, não sei. Só sei que realmente, estou cada vez melhor.
Fiquem ná fé, que esse mal vai embora.
Vi um vídeo de um psicólogo que ele diz que a SP é benigna. Ocasiona mudanças para o bem na vida da pessoa, faz a pessoa repensar sua vida.
Acredito que seja verdade mesmo, pois é o que eu estou fazendo, mudando a minha vida.

Jesus me ama, eu sou forte, eu posso, eu mereço, eu sou mais que vencedor.

Um abraço a todos!

Anônimo disse...

iai escreve a ums dias
26/12/11 tenho sp a um ano e tres
meses hoje fui a um psquiatra
ele me passou fluoxetina fluoxetina
20,mg
boa sorte para todos...

Anônimo disse...

pra casa de meu pai e dormi a tarde toda ali, passou toda aquela loucura dentro de mim. Foi quando voltei pra casa comecei a pesquisar aqui na net sobre síndrome do pânico onde esse BLOG ABENÇOADO POR DEUS, e você Alan com sua atitude de compartilhar sua experiência com a gente, me AJUDOUUUUUUUUUUUU muito, mas muito mesmo, claro que depois fui buscar mais informações, e tem uma entrevista de um medico que me ajudou bastante também, http://www.psicoterapia.psc.br/scarpato/panico.html


Bom hoje depois de praticamente um mês, estou ótimo, claro que durante esse tempo todo tive o medo de ter de novo, mas fui trabalhando minha mente, e como o Alan colocou muito bem e segui não dar importância ao que a mente achava que estava algo errado, como se fosse um começo de um novo ataque, junto ajoelhei nos pés da minha cama, e clamei a Deus como nunca havia feito, e pedi a ELE que me ajudasse, e ele com sua misericórdia infinita, colocou pessoas e livros ao meu dispor, pois fui entendendo que eu estava com pensamentos negativos, me colocando tempo todo pra baixo, e juntou tudo, ansiedade por motivos profissional, stress financeiro, e stress emocional, e sem saber depressivo, coisa que não sou, bom não era ate o SP chegar, mas coloquei nas mãos de Deus aquilo que não depende de mim e estou fazendo a minha parte, e pra quem esta passando por isso e claro crê em Deus Pai, Filho e Espírito Santo, o nome da cantora e Heloisa Rosa a pagina estou postando:http://www.youtube.com/watch?v=el_XR_8AM2Y

Anônimo disse...

pra casa de meu pai e dormi a tarde toda ali, passou toda aquela loucura dentro de mim. Foi quando voltei pra casa comecei a pesquisar aqui na net sobre síndrome do pânico onde esse BLOG ABENÇOADO POR DEUS, e você Alan com sua atitude de compartilhar sua experiência com a gente, me AJUDOUUUUUUUUUUUU muito, mas muito mesmo, claro que depois fui buscar mais informações, e tem uma entrevista de um medico que me ajudou bastante também, http://www.psicoterapia.psc.br/scarpato/panico.html

João disse...

Gente, pensa num cara que já está curado da SP, pois é.... já estou recuperado.
Leiam os meus comentários anteriores...
É exatamente isso, é necessário a gente entender o que está acontecendo conosco. Mas o problema é sempre o mesmo: Sentimentos negativos demais na cabeça nos depreciando, levam a esse fundo de poço, coisas que nos colocam prá baixo.
O Remédio é ter pensamentos/sentimentos positivos a respeito de si mesmo, do tipo "EU POSSO, EU MEREÇO, EU VOU VENCER, "DEUS ME AMA" "SOU MAIS QUE VENCEDOR", etc. e ACREDITAR.
Os pensamentos positivos a respeito de sí mesmo é a chave da vitória contra esse mal.
Se quiserem saber mais detalhes, é só falar comigo, através deste blog mesmo.

FÉ gente e tudo vai dar certo,

Um forte abraço a todos.

Anônimo disse...

Olá Alan,
Este seu post é relamente maravilhoso, particularmente eu fiquei curada. Trabalhei muito nas suas palavras. E realmente gente pode confiar que da certo. Nao tomei remedios e nem fui a atras de ajuda medica, sabia que tinha tanta coisa p trabalhar em mim e a cada crise vinha novos assunto a serem trabalhados. Enfim foram 5 meses de puro trabalho interno. Mudei radicalmente minha alimentaçao anulei todo tipo de doces. Frutas, arroz integral e muito legumes. Começei a fazer exercicio todos os dias coisa que nao fazia. Agora agradeço a Deus em fazer execicio, pq me deixa animada e p cima. No inicio tb nao foi facil fazer exercicio com o coraçao quase saindo pela boca, vcs sabem os sintomas, mas resisti e segui firme.
Agradeço primeiramente a Deus e a confiança em mim mesma foi fundamental, alimentaçao e muito... exercicio.
Espero que cada um de vcs encontre sua cura, vcs vao conseguir se libertar. Grande abraço. Esperança e confiança!

Anônimo disse...

Incrivel...o texto é realmente incrivel. Tive (tenho) alguns problemas emocionais e isso me levaram a uma gastrite há 2 anos atrás, porém minha gastrite nunca me deu os sintomas que a maioria tem (dor no estômago) e eu sempre achei isso estranho, mas depois de fazer a endoscopia e o médico me afimar que eu tinha comecei o tratamento. Tomei váris remédios para gastrite e os meus sintomas (que eram ância) nunca melhoravam. Parei com os remédios e aos poucos fui percebendo que as minhas âncias só aconteciam quando eu estava perto de determinadas pessoas (que eu gosto muito), mas que me lembravam alguma coisa mal resolvida na minha vida. Ainda sofro muito com as crises de ância, falo com essas pessoas por telefone e e-mail e não sinto nada, mas se eu tenho que vê-las pessoalmente minha ância começo e nisso eu faço de tudo para não ter que vê-las. Isso me deixa muito chateada, me fez chorar por diversas vezes, justamente porque são pessoas pelas quais tenho grande carinho. Sei com quem e qual é meu problema, porém ainda não encontrei uma forma de resolvê-lo. Mas 1 coisa eu digo, quando vc esta com a crise e consegue se concentrar em qlqr outra coisa é realmente fascinante...vc não sente nada...por isso eu concordo totalmente com a dica de se concentrar em qlqr outra coisa...eu sei que é dificil...acredite eu sei mesmo...mas tente ... vc verá a diferença instantaneamente.
Para vc que conhece alguem com SP, acredite...nos falar (durante uma crise que isso é psicológico) NÃO VAI AJUDAR...Nós sabemos que é psicologico...nessas horas vcs precisam nos distrair e serem firmes conosco para sentirmos a sua segurança e poder nos estabilizar...falar oq nós já sabemos e não nos ajuda não faz sentido algum.

Eu infelizmente comecei meu tratamento primeiro com o psiquiatra...que me intupiu de remédios que não faziam efeito nenhum em mim e com isso acabei com a idéia ridicula de que meu problema não tem cura...mas vou consertar isso...vou procurar por um psicologo e falar dos meus problemas para encontrar uma solução.

Agradeço o texto..me ajudou bastante. E desejo que todos vcs que assim como eu sofrem com isso...melhorem e que Deus cuide de vcs sempre.

João disse...

Gente, é como disse o Alan tudo isso passa mesmo, todas essas sensações vão desaparecer. As sensações vão ficar cada vez mais fraquinhas até desaparecer, é claro que é preciso uma renovação mental. É preciso pensar positivamente a respeito de si próprio. Todo pensamento ou sentimento negativo deve ser deixado de lado e mudar para uma maneira positiva, sentimentos positivos, emoções positivas. É esse o mistério. Jesus nos ama.
Nós merecemos, nós podemos e somos mais que vencedores em Cristo Jesus.
O que eu passei com essa SP já é passado, pois eu mudei meus pensamentos e consequentemente meus sentimentos, minhas emoções e tudo foi mudando, passou tudo.
Acredite, se você ainda está sofrendo com a Síndrome do Pânico, mude de atitudes em relação a si mesmo(a). Não se deixe levar pelos sentimentos ou emoções negativas.
Tome uma atitude, pare de reclamar ou de se achar coitadinho(a) e comece a vislumbrar as mudanças.
Você merece ser feliz.
Deus abençoe a todos!
Jesus te ama!

Anônimo disse...

Obrigada por compartilhar isso,amo meu namorado e quero que ele supere,quero ajudá-lo como for possivel.Vou compartilhar com quem precisa!Obrigada!

Fabio disse...

Olá,

Me chamo Fabio, tenho 30 anos e estou passando por esse inferno há algum tempo. Antes de mais nada gostaria de agradecê-lo por este post, por ter abdicado do seu tempo para ajudar os outros. Talvez não saiba (acredito que desconfie, hehe) a importância de suas palavras para uma pessoa que está sofrendo com isso agora, assustada, fragilizada, desamparada, muitas vezes incompreendida. Pois já me ajudou muito, só de ler, já me senti melhor, mais forte para encarar este problema! Sim, desde sempre encarei como um "problema" (apenas mais um) e não como doença, como vc mesmo disse, pois sempre fui uma pessoa saudável. Após o primeiro ataque, onde tive a nítida sensação de que iria morrer, fui a um cardiologista. Fiz vários exames e Graças a Deus deu tudo ok, então continuei minha vida normalmente (ou quase), pois havia algo errado com meu corpo. Já não me sentia seguro nem de ir para a academia achando que poderia ter um mal súbito. Após algum tempo tentando me enganar, tentando acreditar que estava tudo bem, que aquilo ia passar, os sintomas reapareceram. Só que agora com mais frequência e maior intensidade e agora sim interferindo na minha vida. Pra resumir, acabei seguindo o mesmo caminho que vc, por coincidência, pois só li o texto depois: médico (cardiologista) - psicólogo (por indicação de uma conhecida, também psicóloga) e psiquiatra (por indicação de uma pessoa que teve pânico e está bem). Estava relutante em procurar ajuda psicológica no começo mas foi a melhor coisa que fiz, agora tenho consciência de que só assim conseguirei vencer essa fase. Optei por associar os remédios à terapia e comecei com a medicação hoje (diga-se de passagem), foi um dia difícil, esquisito, continuo assustado com o turbilhão de sensações que assolam o corpo e a mente, continuo com medo, "medo de enlouquecer", de perder o controle, de desistir, desistir de mim mesmo, aliás, como disse anteriormente graças ao seu depoimento já me sinto melhor. Acredito muito no que disse, que o pânico é algo bom, claro, bom não é mas é necessário, é como uma "febre" indicando que algo está errado e precisamos mudar imediatamente para o nosso próprio bem! Mais uma vez, MUITO OBRIGADO! Você está salvando vidas! Deus te abençõe!

Fabio disse...

Olá,

Me chamo Fabio, tenho 30 anos e estou passando por esse inferno há algum tempo. Antes de mais nada gostaria de agradecê-lo por este post, por ter abdicado do seu tempo para ajudar os outros. Talvez não saiba (acredito que desconfie, hehe) a importância de suas palavras para uma pessoa que está sofrendo com isso agora, assustada, fragilizada, desamparada, muitas vezes incompreendida. Pois já me ajudou muito, só de ler, já me senti melhor, mais forte para encarar este problema! Sim, desde sempre encarei como um "problema" (apenas mais um) e não como doença, como vc mesmo disse, pois sempre fui uma pessoa saudável. Após o primeiro ataque, onde tive a nítida sensação de que iria morrer, fui a um cardiologista. Fiz vários exames e Graças a Deus deu tudo ok, então continuei minha vida normalmente (ou quase), pois havia algo errado com meu corpo. Já não me sentia seguro nem de ir para a academia achando que poderia ter um mal súbito. Após algum tempo tentando me enganar, tentando acreditar que estava tudo bem, que aquilo ia passar, os sintomas reapareceram. Só que agora com mais frequência e maior intensidade e agora sim interferindo na minha vida. Pra resumir, acabei seguindo o mesmo caminho que vc, por coincidência, pois só li o texto depois: médico (cardiologista) - psicólogo (por indicação de uma conhecida, também psicóloga) e psiquiatra (por indicação de uma pessoa que teve pânico e está bem). Estava relutante em procurar ajuda psicológica no começo mas foi a melhor coisa que fiz, agora tenho consciência de que só assim conseguirei vencer essa fase. Optei por associar os remédios à terapia e comecei com a medicação hoje (diga-se de passagem), foi um dia difícil, esquisito, continuo assustado com o turbilhão de sensações que assolam o corpo e a mente, continuo com medo, "medo de enlouquecer", de perder o controle, de desistir, desistir de mim mesmo, aliás, como disse anteriormente graças ao seu depoimento já me sinto melhor. Acredito muito no que disse, que o pânico é algo bom, claro, bom não é mas é necessário, é como uma "febre" indicando que algo está errado e precisamos mudar imediatamente para o nosso próprio bem! Mais uma vez, MUITO OBRIGADO! Você está salvando vidas! Deus te abençõe!

Anônimo disse...

Ola Alan ñ sei se agora em 2012 vc ainda esta com o blog ativado mais quando lê tudo q vc postou pra mim foi um calmante para alma,por q tenho isso SDP e Depressão a 6 anos só tomando remedio e sem conseguir tratamento vou fazendo o q posso porem agora esta ficando pior ate o emprego larguei e sair de casa ta sendo um sacrificio mais lendo este blog depois de tantos anos postado pode saber que surte efeito quando lemos e quero te agradecer por ser corajoso e colocar seu problema para todos pois sabemos q as pessoas tem preconceito em relação.Fica com Deus vc é maravilho

Anônimo disse...

Caro amigo muito obrigado, realmente me senti mais forte e esclarecido após ler o seu depoimento.

Anônimo disse...

oi meu nome e beth tenho 33anos sofro de sp desde os 26anos procurei mta ajuda e ainda procuro pois nao obtive a cura tao esperada mas peço a deus que me ajude pois tem horas que acho que nao vou vencer tomo remedios e vivo enm costante luta cada dia que passo bem e uma vitoria rezem por mim .mto obrigado.

Anônimo disse...

estou tomando fluoxetina 20,mg
a dois meses não tenho mais alguns
sitomas/não mais/ crises/desrrealização/tremores/..

mas tenho um pouco de ansiedade
i não consigo dormi

meu psicologo me falou que estou
evoluindo rapido

nos primeiros dias com meu psicologo tive crises e tremores
treimia muinto hoje não estou mas
desse jeito

estou estudando treinando karate

a procima consuta com o psicologo
sera no dia 21/03 ´/ e vou au psiquiatra no dia 23/03

estou muinto feliz agradesso a deus
e a esti blog........

estou desponiveu para trocar ideia
para ajudar tenho 17 anos me chamo
luis vagner moro em maracás bahia
avenida getulio vargas vlw.......

Carol disse...

Gostei muito do blog, só não concordo em vc dizer que não se trata de uma doença. A SP foi detalhada como uma doença no Compêndio de Psiquiatria, bem como a Depressão e outras doenças de caráter mental.

ingled disse...

Cara é incrivél como suas palavras parece as minhas,fiquei tranquila em saber que não vou morrer por isso ou enlouquecer por conta da sindrome do panico.vi na net muitas coisas ruins sobre o panico fiquei horrorizada mais depois que li seu depoimento mudei de ideia.Valeu você vai ajudar muita gente com esse depoimento.Deus te abençoi.

Blog Naruto disse...

Bom não sei se você Alan vai ler o meu comentário mas eu queria te agradecer muito de coração, você é uma prova que uma pessoa pode fazer algo grande, mudas várias outras pessoas. Enfim meu nome é Delano tenho 20 anos, aos 15 anos descobri que eu era homossexual apesar de nunca ter tido contato com outro homen, não contei pra minha família, pois tinha medo da reação deles e de meus amigos, guardei isso até os meus 20 anos, quando a síndrome do pânico ocorreu, no começo eu não fazia ideia do que estava acontecendo, tinha crises que não paravam e eu sempre parava no hospital, onde tomava soro e calmantes, voltava pra casa e no dia seguinte tinha crise de novo...fui até um ponto que ia tantas vezes no hospital que as pessoas deviam achar que eu estava ficando louco...fui a um psiquiatra, ele confirmou que eu estava com síndrome do pânico e passou um remédio pra min, mesmo assim durante um mês sofri bastante e não aguentei mais, num impulso de raiva, tristeza, e outros sentimentos contei a minha família sobre a minha opção sexual, no fundo eu tinha esperança de que se eu me abrisse a síndrome do pânico ia embora, mas não foi o que ocorreu, hoje enfrento a minha família ( que me apoia apesar de tudo ) enfrento a síndrome do pânico que já faz 5 meses, e estou em depressão, achei seu blog sem querer, mas como foi bom, não tenho palavras pra te agradecer, você simplesmente descreveu tudo que eu queria saber, muito obrigado, nunca pensei que ia passar por isso, estou na pior fase da minha vida, mas tenho meus pais, um amigo que em aceita, minha psicologa , e espero que um dia eu possa esquecer esse inferno que estou vivendo. Pode ter certeza, quando eu superar isso, vou chorar como nunca chorei antes mas de alegria e você também será um dos motivos da minha vitória!

Anita Campos disse...

Boa noite, sou a Anita, protuguesa, tenho 20 anos e acabei de ter um leve ataque de pânico um dos muitos que tenho tido à 1 ano... E queria agradecer-lhe do fundo do coração a paz de espírito que me trouxe ao ler este blog. Escreveu precisamente o que queria ouvir e as minhas dúvidas foram-se todas. Sou muito forte, acredito nisso, e só isto me abate de vez em quando. Mas com este depoimento, quero acredita que vou vencer isto e que não vou ter mais nenhum, NENHUM ataque de pânico. Meu medo de morrer é angustiante mas isto vai passar. Obrigada por ter escrito este blog e por ter tido a coragem de o fazer. Senti-me acompanhada :).
Cumprimentos a todos, Anita Campos.

Anônimo disse...

To passando por isso mais tenho fe q deus vai me ajudar esse texto me deu muita forca pra lutar mais preciso.conversar com alguem q ja passou ppr isso e se curou por favor falem comigo meu email e lyacg@hotmail.com obrigada pelo poster espero ficar boa bjoos

Marya disse...

Alan, Deus te abençoe pela coragem e determinação e principalmente por essa mini aula maravilhosa que vc dá pra quem precisa! Esperança é sempre bem vinda para quem está com esse "probleminhaa" hehehehe Beijos e fica com Deus!

mayara disse...

oi leitore tbm passei por isso mas hoje já me sinto melhor,tenho conversado mt com deus e ele tem me ajudado a me livrar desses pensamento ruins,quero q saibam q essa nossa doença e espiritual,com mt oração e jejum conseguimos vencer esse mal q vem do inimigo para tiar nossa paz e alegria,mas o senhor levou todas as nossas enfernidades,espero q tenha ajudado vcs pois sei mt bem oq tem passados as tende bom animo,Allan pode ter certeza q vc vai colher o melhor por ajudas todas essas pessoas

Marcio Leonart disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Fabio disse...

Bom, quando achei esse blog, no meio de tanta informação e num momento de profundo desespero, ele me acalmou. Até então, nem sabia o que tinha mas me identifiquei. Num segundo momento, após ter diagnosticado a SP, deixei um posto aqui no dia 18/02/12. Hoje, passados mais de 2 meses do post, me sinto outra pessoa. Na época do outro post não conseguia nem sair de casa, hoje minha vida é praticamente normal, como era antes. A diferença é q tomo remédio pra ansiedade de manhã e relaxante muscular a noite mas melhorei relativamente rápido. Pratico atividades físicas todos os dias (caminhada ou bike) e procuro me alimentar bem. Foi muito doloroso reler meu post anterior mas ao mesmo tempo muito bom, pois como disse, hj sou outra pessoa. Na época não via a luz no fim do túnel, hj vejo e escrevo aqui para ajudar quem estiver angustiado a ter forças e certeza de que passa! É uma luta diária, um passo de cada vez mas tenha certeza, vc não está sozinho nessa e esse sofrimento tem fim! Só seguir os passos e as recomendações médicas e seguir em frente!

karminha disse...

gostei muito mesmo e de uma certa forma esta me ajudando muito sempre que fico angustiada com medo de ter uma crise leio o que vc escreveu essa sindrome do panico com a minha vontade ,a ajuda da minha psicologa e com muita fé em deus ficarei curada para sempre

Anônimo disse...

adorei tudo, sp é uma doença que se vc deixar ela tomar conta de vc, vc se tornará uma pessoa ilimitada a fazer certas atividades que antes do sp pareciam ser simplis. o segredo é vc reconheçer o que é o sp. vc verá que isso é normal. vc nao é a única pessoa do mundo que está passando por isso tá.. eu tive sp, foi á pior coisa que me ja aconteçeu!, ficava me perguntando pq isso comigo!! pq eu!!, medos vinherao. a vista escureçia derrepente, o coraçao desparava, tonturas constante, dificuldade de se relacionar com os amigos por me sentir esquesito e ansioso, medo de pegar o metro e ele quebrar,medo de sair sozinho., medo de passar mal na rua. kkkkkk. é meu irmao isso nao é mole nao. mais também nao foi o fim do mundo!! sabe aquele ditado que diz; pra tudo tem jeito so nao pra morte!, .. é isso mesmo. tem jeito sim.. tem cura sim. nao é facil, mais VC que tem que vencer isso! enfrentando mesmo os dinossauros que a mente cria. enfrente, enfrente, enfrente,enfrente,desanimou!,enfrente, enfrente que aos poucos sua mente vai se reducando ao poucos, talvéz muito mais rápido do que vc esperava tá. hoje vou a qualquer lugar sozinho,.tenho meu trabalho novamente e meus planos para o fulturo. nao estacione esperando alguem pegar nas suas maos e te ajudar tá! eles nao vao vazer isso. so vc sabe o que se passa em vc. vamos lá coragem vá a luta.. boa sorte,

antoniofonseca disse...

Boas, acabei de ler o teu blog do prencipio ao fim, muito bom meus parabens, minha situaçao é muito parecida ate a idade xD vale apena ler e saber que n somos unicos a ter este problema, sou portugues e ha muito poucos blogs portugueses sobre o assunto, ja li montes deles e este foi o melhor que li ate agora. um abraço e mais uma vez parabens

luana disse...

muito obrigado pela ajuda,fiquei mais corajosa.bjs

Anônimo disse...

Tive esse tipo de crise pelo menos uma 4 vezes nos últimos 4 meses. Na primeira e na segunda vezes fui para no hospital. O que me aliviou foi Rivotril e depois o médico me receitou Atenolol 25mg (o que me ajudou na quarta vez e controlou minha pressão).

O que eu achei estranho é que isso começou quase 1 ano depois do término do meu namoro e nesse período fiquei desempregado (o que gera preocupação) e tive uma maldita tosse que durou meses e que me deixava com falta de ar (isso realmente me deixava em pânico).

Pesquisei na internet sobre ansiedade e crise de pânico até encontrar esse excelente texto falando sobre o assunto. Antes disso encontrei um artigo, cujo trecho diz o seguinte:

"As crises de pânico são mais fáceis de diagnosticar do que a ansiedade generalizada. São súbitas, muitas vezes sem desencadeante externo e duram apenas 5 a 10 minutos, embora possa parecer ao doente que duram uma eternidade. Uma crise de pânico é caracterizada pela presença de, pelo menos, quatro dos seguintes sinais e sintomas:

-Alterações respiratórias.
-Tonturas, falta de firmeza no andar ou desmaios.
-Palpitações.
-Tremores.
-Sudação abundante.
-Dores ou mal-estar no peito.
-Náuseas e indisposição abdominal.
-Aperto na garganta ou sensação de asfixia.
-Afrontamentos; arrepios de frio.
-Sensações de dormência ou formigueiro nas mãos ou nos pés.
-Vertigens.
-Medo de perder o controle psíquico.
-Medo intenso de morrer."

Te agradeço pelas dicas e sempre vou me lembrar de contar até 100 ou cantar minha música preferida.

JOEL PEDRA RARA

Anônimo disse...

Obrigado por vc existir fera pessoas como vc é que fazem a diferença no mundo seu depoimento foi incrivel eu cheguei a chorar de emoção boa..horas OBRIGADOOOOOOOOOO

Anônimo disse...

estou com despersonalização direto ! somente passa com calmante, passei por muito stress e ainda passo alguem sabe como lidar com esse stress?

Michele Kovalski disse...

Tenho apenas 19 anos,e recentemente descobri que tenho sidrome do panico,atraves da internet,pois vi os sintomas e batem certinho com o q eu sinto.Fui ao hospital com urgencia,pq parecia q tava morrendo.essa semana em consultei com clinico geral ele me disse que eh psicologico mas que 1º é pra eu fazer um chek up,pra ter certeza que esta tdo bem.vou fazer os exames essa semana.pra depois ia ao psicologo,pois o medico pediu pra eu nao tomar nenhuma remedio antes dos exames.Depois de ter lido seu blog,posso dizer que isso me ajudou mto,mto msmo.estou ciente que é psicologico,e qndo começa o ataq de panico,eu tento respirar fundo e me distrair,pois sei que isso vai passa.mas enquanto nao passa,a sensaçao é horrivel.tenhu certeza que esse seu depoimento ajudou,esta ajudando ou vai ajudar mtas pessoas.pois tdo q vc falou ´e oq eu sinto,ateh mesmo a parte em q vc citou que a gente repara nas coisas que nao davamos valor,e nesse momento estou dando mto,principalmente a minha familia e a Deus,e concerteza esta me ajudando no dia adia,fazendo mudar tdo e pra melhor,ateh mesmo na alimentaçao.vou ateh começar começar academia,fazer minha carteira de habilitaçao,esta mudando o meu jeito de conviver com as pessoas,principalmente no meu trabalho,antes eu era muito timida,nao falava muito,agora estou "faladeira"(rsrsrsrsr),guardava muito pra mim as coisas,meus sentimentos,eu nao botava pra fora,principalmente quando eu e meu marido brigavamos,nao posso dizer a Deus e agradecer a ele por ta passando por isso,mas eu penso que as vezes somos obrigados a passar pela desgraça,pra dar valor em algo e principalmente nas pessoas,pessoas que querem nosso bem.As vezes o medo toma conta de mim,mas peço a Deus pra ele me proteger,sou ciente que minha fé a ele tem q ser maior q meu medo,mas ele me entende e me ajuda.é uma momento de superaçao e vitoria.tenhu certeza que vou ganhar essa guerra.Muito Obrigada :D que Deus lhe abençoe

Áurea disse...

Boa tarde já escrevi meu comentário aqui a mais ou menos 3 anos atrás..Nossa e como é bom lê e relêr este depoimento do Alan.Bom acho que tive a crise um e alguns dias a mais que ele se não me engano!Tive a primeira crise dia 20.02.2008 e agora meus irmãos estou aqui escrevendo meu depoimento totalmente diferente do outro..e tenha certeza você também escreverá um novo depoimento..Costumo dizer que Deus reescreveu a minha história e se você crê Ele também reescreverá a sua.Sou católica praticante, semprefui antes mesmo da doença me aflingir.Acho que Deus me preparou para ela(doença) através da minha fé(não digo religião)digo fé!Fé em alguém que pode tudo!Jesus sentiu isto que nós(eu já curada)você sente ou pode ainda vir a sentir(depois de mim minha irmã sentiu.Em Sua Palavra Lc.22 Levou consigo Pedro, Tiago e João e disse-lhes: "A minha alma está triste até à morte. Ficai aqui e vigiai comigo". Depois, andou um pouco, pôs-se de joelhos e orou, dizendo: "Pai, se for possível, afasta de mim este cálice! Mas seja feita a vossa vontade e não a minha".
Depois de orar assim por três vezes, apareceu-lhe um anjo do céu para o consolar. Jesus, prolongando a sua oração, caiu em agonia e começou a suar sangue que escorria até o chão.Jesus sentiu tanto medo da Sua Paixão e Morte que suou sangue..Então quando eu tomei posse desta palavra eu fui me curando..e claro com a medicação também.Mas a fé me ajudou muito..Eu só conseguia dormir com uma cruz de CRisto no peito e até amanhecia o dia com a marca gravada!E com o terço na mão(minha irmã em uma de sua crise fez o mesmo e me disse:irmã dormi a noite toda!)Gente precisamos de ajuda espiritual também de Deus..Porque é uam doença é..mas o inimigo de DEus aproveita destes momentos para nos tirar a fé N'ele que Ele tem o controle de tudo sobre a nossa vida!Eu sou uma experiência viva aqui que vos fala!Se você é católico busque a sua fé!E se é protestante busque a sua fé...Eu comungava quase todos os dias!E comungo até hoje!Então vos digo..se eu consegui sair deste inferno, vocês também sairão basta buscar a ajuda dos médicos e da Igreja..Gente somos feitos de alma..Temos que alimentá-la também!A sim como os remédios nos fazem bem a espiritualidade também!Tenho ajudado a muita gente falando disto!Aconteceu um fato comigo ainda ontem...Fui a suipa do Jacarezinho uma comunidade carente aqui no Rio de Janeiro..e lá houve uma operação do Bope e lá dentro do fogo cruzado eu começei a sentir algo estranho(medo de morrer na operação) e logo senti uma dor na nunca e pensei noss e agora aqui dentro sem poder sair me lembrava da mediacação que não tomava mais(rivotril) ai coemçei a dá dor de barriga(Um dos meus antigos sitomas)e logo me veio em mente..rezar..ai coemçei não sabia se rezava o Pai e Nosso ou a Ave Maria.rsrsrsrsrsrsrsr.Ai depois pensei bom estou aqui e daqui sair seria bem pior..lá fora está morrendo alguém..com as balas perdidas..(e morreu realmente)saiu nos jornais na terça -feira.Sai de lá bem tranquila..com medo sim..um medo natural...e nada mais senti!A minha fé me fez ser forte!Rezar me fez esquecer também os sintomas..tirei a atençaõ dele e nem fui ao banheiro!!Gente eu sei é muito difícil até mesmo rezar nestes momentos,mas temos que ser mais fortes!O que me ajudou muito foram as oraçoes das pessoas por mim!Nunca tive vergonha de expôr a minha situação de me chamarem de louca!Isto faz parte da vida cada pessoa vê as coisas de sua maneira..Todos vocês me eu vejo o retato pelo o meu email eu rezo por você na hora!Tenho uma pasta só com os relatos..E guardo para rezar!Firme e coragem..Jesus diz:''Referi-vos essas coisas para que tenhais a paz em mim. No mundo haveis de ter aflições. Coragem! Eu venci ocoragem eu venci o mundo"João 16.33 Áurea

landriela benati disse...

ADOREI ESSA POSTAGEM Q VC FEZ POIS TENHO A SINDROME DO PANICO A 9 MESES E TOMO MEDICAMENTOS MAIS QUERO ME LIVRAR DESSES MEDICAMENTOS E ME (CURAR)DESSA COISA RUIM OBG PELAS DICAS ADOREI

emi disse...

Gostei muito do texto, e descreve realmente o que estou vivendo. Tive boa melhora nos últimos dias me concentrando em outros afazeres e com menos medo de cuidar do meu bebe de 4 meses. começo com a psicologa amanhã e estou muito confiante. Obrigada.
abraço.

Anônimo disse...

Cara Deus te abençõe, muito bom colocar sua experiencia, e que teve CURA. Sei que incentivou e incentiva, ajuda muita gente, como eu tbm. Que todos que passem por essa coisa TERRÌVEL, sejam LIBERTOS de uma vez por todas em nome de JESUS..!
Abraços
Marcia

Erico disse...

Eu tenho síndrome do Pânico, e acho que fiquei assim depois de uma experiência muito ruim que eu tive com maconha! Ás vezes eu penso que estou fora da realidade, que as outras pessoas estão me vendo fazer coisas erradas e rindo de mim, e não consigo mais me concentrar em nada! Até conversar com as pessoas se tornou algo dificil, porque eu acho que não estou conseguindo acompanhar o raciocínio delas, ou que estou falando besteira, e isso me deixa muito triste, pois eu fico pensando: por que justo comigo???!Enfim, é algo muito difícil! Você acha que não tem mais saída! Que você ficou louco de vez! Que sua vida nunca mais será a mesma! Você não ver uma luz no fim do túnel!

Anônimo disse...

Ola Alan, parabens pelos depoimentos sobre a SP. Nos ajuda muito, ficamos mais tranquilos em ler e poder entender que a nossa situação tem resolução. Meu pensamento é que não saberia quando iria me livrar dela. Faz tempo que tenho SP, na verdade sempre desconfiei que tinha algo errado comigo, mas não sabia do que era e porque me sentia assim. Ate hoje não sei, creio que pq tive vários sustos , e algumas vezes situações tristes, mas que tudo graças a deus se resolveram, e ate acho que não era motivo para eu ter criado isso em mim. Descobri que tenho SP, pois passava mal, tremia, ficava sufocada, tonta, a visão embaçava, meu coração acelerava, os pés suavam, ate me estranhava, parecia não ser eu, o ambiente era estranho, eu parecia não reconhecer as pessoas, mas sabia que reconhecia, mas conciente achava que não, e isso me assustava, tinha medo de ficar louca, de acharem que estava e pensava será que vou morrer meu Deus?As vezes como hoje, me sinto assim o ambiente estranho, mas tento me concentrar em algo e passa. Não quero me acostumar c medicamentos, eu sei que isso tudo vai passar, tive até medo de conversar sobre o assunto com meu namorado e ele achar que estou ficando maluca sabe... e acabar o perdendo. relaxo e os sintomas passam graças a Deus. Como vc disse algumas coisas que lemos, nos assusta, tambem li coisas do mtipo, ate de ouvir que so iria melhorar se eu tomasse remedio, que a cura não vem assim, so miria controlar, mas que seria a minha vida inteira. mas sei q não é isso. Deus nos ajudará, a fé é maior que tudo. Se apeguem coim Deus. Ele nos livrará disso. Obrigada por criar esse blog, sempre que tenho recaidas passo por aqui e vejo que isso tudo vai passar. deus te ilumine
Luana
luana-lua21@hotmail.com

Pati disse...

Alan, obrigada pelas palavras. Venho lutando para vencer a SP há 6 anos, e saber de pessoas curadas me fortalece. Eu amo muito a minha vida e quero aproveitá-la ao máximo. Tenho épocas que me volta os medos, e isso é um inferno.
Voc~e teria algum e-mail onde pudesse nos comunicar?
E se possível, a Áurea que comentou logo acima, também gostaria do seu contato. Acredito muito em Deus e tenho fé.
Abraços

Pati disse...

Alan, obrigada pelas palavras. Venho lutando para vencer a SP há 6 anos, e saber de pessoas curadas me fortalece. Eu amo muito a minha vida e quero aproveitá-la ao máximo. Tenho épocas que me volta os medos, e isso é um inferno.
Voc~e teria algum e-mail onde pudesse nos comunicar?
E se possível, a Áurea que comentou logo acima, também gostaria do seu contato. Acredito muito em Deus e tenho fé.
Abraços

Marlene Nogueira disse...

Oi Alan..Parabéns querido, realmente achei muito interessante o seu blog, realmente conviver com a síndrome do pânico não é nada fácil, mas tenho fé que em breve conseguirei me livrar e te digo que a cada leitura sobre o assunto, encontro mais alternativas para me livrar das crises. Já faço terapia ha muito tempo, mas ainda tenho crises, gostaria de saber de você quantos anos você teve crises? eu tenho há 20 anos, levo uma vida normal, mas tenho crises.

Agradeço pelas suas informações, acredite me ajudou muito..

Abraços

Marlene

Anônimo disse...

oii estou passando por momentos muitos dificeis ler o seu depimento ,esta me dando um suporte.tenho fe em DEUS que vou sair dessa! obrigada por dividir sua esperiencia com as pessoas isso ajuda e muitoooo..bjaooo

Anônimo disse...

Colaborando com seu depoimento, apesar de ainda não ter superado a síndrome, faço terapia, tomo Paroxetina, faço Yôga (quando a hipocondria permite, claro) e acupuntura. Tem ajudado, mas ainda não foi o suficiente, pois ainda estou descobrindo as causas do meu stress.

Anônimo disse...

Alan, seu depoimento veio em melhor hora para mim. Eu não superei a síndrome do pânico ainda, talvez esteja muito longe disso, mas saber que você superou tão bem me deu esperanças. O problema das pessoas que sofrem disso é o controle excessivo sobre todas as situações, mas percebemos que controlar a morte é impossível e isso gera muita insegurança e desconfiança com o nosso corpo que, nesse caso, teria o papel de traiçoeiro. Sabendo disso, e de tudo que envolve a síndrome em cada situação específica, já é um passo para a melhora.
Abraços.

CINTIA disse...

Uauuuuuuu,parabéns ... é bem assim mesmo q vc diz. Dei até risadas (muitas)pq me vi em situações q vc colocou. Hoje graças a DEUS estou curada,mas já cansei de ir p/ o hospital em função desses sintomas HORRIVEIS.
Um bj

Anônimo disse...

Está chegando o começo da noite e já sinto um certo pânico, que certamente vai piorar quando escurecer completamente. Nos ultimos dias tenho estado assim, não consigo dormir. Acordo com desespero, falta de ar, suor intenso, tenho vontade de sair correndo. Pior de tudo, estou grávida e o medo de ir ao hospital para ganhar o bebe é que me faz a cada dia ter uma crise pior. Tenho medo de hospital, medo de anestesia, medo de morrer. Preciso de ajuda

Anônimo disse...

Oi ...eu li e gostei ...eu tenho SP..sei as causas mas continuo com medo de tomar uma atitude...sofro muita pressão familiar e não sei dizer não...a um ano tenho crises quase que diarias ja fui retirada de dentro de onibus,fui parar no pronto socorro umas 40 vesez,ja fiquei paralizada dois dias do pescoso para baixo e as dores eram quase que insuportaveis.
Tenho crises quase que diarias mais estou tentando tomar descisões mesmo assim (elas parecem monstros)mas eu vou conseguir ,ja consigo ir ate o portao de casa isso é uma vitoria pra mim.meu nome é katia e tenho 29 anos

Anônimo disse...

Há alguns anos atras cheguei a ter algumas crises de mal estar intenso, suores,sensação de desmaio e um medo intenso de alguma coisa que eu não sabia o que era... Dava dentro de lugares fechados, em filas de banco, na escola, a vontade que me dava era de sair correndo dali imediatamente,parecia que eu não iria conseguir respirar naqueles ambientes... Uma vez, chegando em casa resolvi fazer um balancete de minha situação, da minha vida para tentar saber O QUE EU PODERIA FAZER POR MIM MESMA.
Procurei deixar o emocional de lado um pouco (porque o emocional não traz respostas, o EMOCIONAL APENAS SENTE, MAS NÃO PENSA, NÃO RACIOCINA)...e procurei ver a coisa RACIONALMENTE. DECIDI DENTRO DE MIM MESMA QUE IRIA VENCER ISSO. Se eu tinha criado aquela situação de sensação de morte em alguma circunstancia da minha vida ( talvez um estresse prolongado, talvez uma circunstancia em que me vi com muito terror, etc.etc.)eu poderia "descriar" a situação...
Foi um processo mais ou menos prolongado onde eu decidia logo de manhã que eu iria vencer, que eu é quem decidia se ia passar mal ou não... Decidi pegar firme na minha vitória sobre a SP.. ..

continua no proximo post

Anônimo disse...

continuação do post anterior..

Tomava chás caseiros antes de dormir para ter uma noite de sono normal.. Durante o dia chás caseiros. Li muitos livros de auto-ajuda, que falam do poder mental... Procurei usar a minha fé e confiança em Deus... Passei a dedicar algum tempo em meditar sobre Deus e o quanto eu estava desligada Dele. Li em livros que podemos conversar com Deus.. Do jeito que eu estava não dava para continuar e então decidi tentar de tudo, até conversar com Deus!!!! rsrs
Resolvi um dia ficar sozinha em meu quarto, coloquei uma musica suave, daquelas que a gente pega no youtube, que duram 1 a 2 horas, fiz um exercicio de respiração (procurem pranayama na internet, pois acalma a mente)e vi que minha mente se acalmou e nenhum pensamento negativo apareceu.. eu pensei: é a hora de conversar com ELE!
Resolvi que aquele dia eu tinha tirado para resolver o meu problema com Deus e
fiz um longo e sofrido desabafo com a Divindade que tanto falam por ai, falei da minha infância, de quanto sofri com algumas coisas, falei da minha adolescencia, dos meus medos e receios mais íntimos, falei das minhas dificuldades para me manter no controle de mim mesma, falei das mágoas que tinha de algumas pessoas, falei das dificuldades que tinha de perdoar injustiças que me fizeram...enfim, usei aquele momento para um desabafo geral da minha vida... não tive pressa, chorei tudo o que tinha de chorar, falei tudo o que tinha engasgado dentro de mim.. coloquei para fora meus medos, minha insegurança e tudo o que tinha vontade de dizer...chorei pelas perdas que tive na vida, desde amigos, amores e pessoas da familia a quem tanto amava.. chorei pelas oportunidades perdidas e depois, quando estava vazia de tudo, de mágoas, de rancores, de medos e... de lagrimas.. me sentindo completamente vazia.. resolvi que era hora de preencher aquele vazio com um pedido a Deus, de forma muito confiante e orei como nunca tinha orado, pedi como nunca tinha pedido e pedi a paz da minha alma, pedi a coragem, a luz, pedi a força de carater, pedi garra, determinação, pedi saude fisica, emocional e mental, pedi oportunidade novas para eu me sentir confiante, pedi para me ajudar a perdoar o que não tinha perdoado nos outros... Pedi a Deus segurança e proteção onde estivesse e finalmente, depois de pedir tudo o que eu tinha direito rsrs resolvi pedir que DEUS ENTRASSE EM MINHA VIDA E TOMASSE CONTA DE MINHAS EMOÇÕES E PENSAMENTOS!! Acho que esse ultimo pedido que fiz foi o que mais me valeu porque algo mudou dentro de mim que até hoje não se explicar, só sei dizer que passei a sentir uma força dentro de mim, uma segurança, uma tranquilidade, uma serenidade que jamais tinha tido... Acho que algo muito sobrenatural aconteceu naquele momento... não procurei racionalizar, apenas senti essa força...
E posso dizer que daquele dia em diante as coisas foram melhorando, comecei a nem pensar mais em medos, acordava e dormia sem pensar nisso... foi algo natural...no outro dia parecia que eu era outra pessoa... Ai corri atrás de um contato maior com Deus, procurei reforçar a minha fé, procurei saber mais sobre a força do pensamento positivo... e posso dizer que me curei com a minha propria força de vontade...
Então digo que é possivel, desde que vc QUEIRA E TOME UMA ATITUDE DE CUIDAR DE SI MESMO E SE LIGAR ao DIVINO. Não importa a sua fé, a sua religião, importa que vc se religue a ELE...

Thomaz Ferreira disse...

Alan, Tenhu crises de panico a 1 mes... um dia estava aki em casa e si correndo pro hospital com medo de morrer, outro dia na escola ambulancia me socorreu fuipro medico o medico falou...
"seu corção ta melhor que o meu"
eu comesei a chorar de raiva pensando "ele não sabe oque eu passei" meus braços furmigarão minhas pernas meu coração fico a mil por hora...
mas quando entrei no consutorio percebi que realmente não morri rsrs
e pensei ele esta certo eu tenhu transtorno do panico.
comesei a pesquisar ja estou com pisycatra marcado e psicologo, mas pesquisando aqui vi seu post e posso te falar uma coisa...
Cara vc é sensacional, pode ter certeza que vc ajudou muita gente e eu estou incluido nisso, eu pensava que estava condenado que um dia morreria e seria rapidamente... mas agora percebi que isso não eh uma doente e sim um problema a ser resolvido, cara oque vc disse eh a mais pura verdade , eu tive uma infancia peturbada tive problemas com drogas a 4 anos atras cuido do meu avo de 88 anos hoje com muito problermas minhas mãe não me ajuda meu stress estava muito alto como vc disse....
eu parei de fumar cigarro a 6 meses isso tras efeitos colaterais e colaborou tbm para meu trantorno ...
não tenhu muitas palavras gostaria de falar apenas que suas palavras foram milagrosas em minha vida ... chorei 3 veses lendo seu blog porque vi minha vida sair do buraco hoje dia 24/8,Muito obrigado meu grande amigo alan por isso vc eh um santo, vc deve ter passo por coisas muito piores que eu e hoje se tornou uma grande pessoa e eu vo me inspirar em vc pode ter certeza....
Amigo não sei se vc tem facebook mas eu sou "thomaz ferreira" tenhu 26 anos
Meu msn eh thomaz.ferreira@hotmail.com.... espero um dia poder falar com vc ... e espero que outras pessoas precisem de ajuda me incontrem para eu poder ajudar como vc me ajudou ....irei passar tudo isso e mostrar que a nossa vida não esta perdida mas sim comesando hoje mas de um jeito muito mais saudavel e com mais qualidade e mais sabedoria... muito obrigado ....
Eu não vou escrever mais que estou muito feliz ate posso tar falando de mais ....só mais uma palavra OBRIGADO eu e minha esposa te agradece.

joe disse...

Parabéns pelo seu depoimento, eu tbm tenho SP só q no meu caso foi diagnosticado como Transtorno de Ansiedade Generalizada (TAG). To tomando remédio mas pra mim acho q não surtiu efeito. O que me ta ajudando foi o feito de mudar meu pensamento e quando tenho ataque peço por mais e mais e o mais assustador q possa ser isso é que realmente ta funcionando.

Tinha ataque todo santo dia e as vezes mais de uma vez por dia sendo q deixei de trabalhar pois não conseguia olhar pro PC e agora aos poucos ta voltando td ao normal só que pra melhor.

Comprei um livro na net q tem me ajudado bastante a não ter medo da ansiedade pois é justamente esse medo q nos faz refem por tanto tempo.

Nunca perca a esperança e fé em si msm e em Deus q td vai passar pois vc não nasceu com esses sintomas. Abç a tds.

Anônimo disse...

adorei sua materia,tenho 1 amiga q esta passando por isso e mandei o enderenço do blog pra ela.espero q a ajude.bjo boa sorte.

Mercia disse...

Oi ALAN....As informacoes postas no seu blog chegaram para mim no momento certo...Meu psiquiatra disse que eu tava com excesso de ansiedade, mas nao detectou que era sindrome de panico e nem minha psicologa. mais lendo seu texto me vir nele completamente. gostaria que se possivel vc conhecesse minha historia e me ajudasse. te peço ate por favor. teria algum e-mail que eu pudesse entrar em contato com voce. queria muito falar com vc de alguma forma, pois vejo que vc conseguiria me ajudar muito em conjunto com a psicologa e o psiquiatra... Por favor naõ me negue essa oportunidade de me curar completamente eu lhe peço. Mercia
renatamercia1@hotmail.com

Anônimo disse...

Obrigada... de verdade realmente sinto tudo que está escrito... já li textos e me senti melhor... pois muito triste estar em locais legais, com sua familia e se sentir totalmente em crise, achando que você não está ali... eu achei também que estava possuida... e com medo de algumas crenças... sai da realidade, tenho medo de remedios... e por isso vou procurar um psicolo... quero descobrir o que desencadea a crise... QUERO FICAR LIVRE DESTE PROBLEMA.. ja que aprendi que não se trata de doença

Um grande abraço
Que Deus lhe abençõe
Obrigada.

Anônimo disse...

Obrigada!!! Estou passando por este problema, depois de ter ficado varios meses internada por um problema serio de saúde. Vamos ter fé em DEUS e fazer a nossa parte... Obrigada pelo o que escreveu. Me ajudou muito... Andréia

Anônimo disse...

Olá Alan,
Faz quase cinco meses que, cada vez que o pânico chega em meu corpo, que eu paro e leio seu blog, tudo de novo! E o curioso disso tudo é que em todas vezes que isto acontece meu corpo se acalma de tal maneira que sinto como se nada fosse me abater (Triste saber que quem passa por isso sabe que não é bem assim) estou prestes a procurar ajuda, já convivo com este pequeno probleminha faz três anos e com certeza muito de minha melhoria e talvez as maneiras como eu lido com a SP eu tenha aprendido aqui. Me chamo Carolina, tenho 15 anos e hoje sou grata a ti por essa sua coragem de expor e querer ajudar as pessoas que sofrem disto, obrigada por compartilhar esta experiência... Você começou o post dizendo que talvez tu ajudaria dezenas, uma ou até mesmo ninguém com este teu conhecimento... Alan, você me ajudou pra caramba cara! Demais! Que Deus te conceda tudo de bom na vida, te cuida meu querido! s2

Anônimo disse...

Alan
Obrigada. Li seu texto todo chorando e sorri em algumas passagens. Acho q tenho SP mas ainda não fui ao médico pq tenho medo até de me sentir mal no consultório. Suas palávras foram de grande valia, me sinto bem melhor. Obrigada.

LUCAS NOGALI disse...

11/10/2012
meu nome eh lucas e eu quero agradecer por me ajudar com seu texto. minha namorada me mandou e eu li por celular.. me ajudou a entender mto e me deixou mais calmo... sempre em minhas crises tenho medo de morrer. minha cabeca inventa doencas do nada e tenho vontade de sair andando pra qualquer lugar... o q me acalma bastante eh dirigir... me deixa mto mais calmo. eu tenho colite e me deixar nervoso.. ter minhas crises... so piora a minha colite...dai com a crise vem a dor e o medo piora.. mas agora vou tentar me controlar mais.. mesmo vc como eu sabendo q eh o mais dificil de tudo...alan.. um abraco muito obrigado pela ajuda e agradeco minha namorada por mostrar seu texto.. segue meu email. lucasnogali@gmail.com

LUCAS NOGALI disse...

11/10/2012
meu nome eh lucas e eu quero agradecer por me ajudar com seu texto. minha namorada me mandou e eu li por celular.. me ajudou a entender mto e me deixou mais calmo... sempre em minhas crises tenho medo de morrer. minha cabeca inventa doencas do nada e tenho vontade de sair andando pra qualquer lugar... o q me acalma bastante eh dirigir... me deixa mto mais calmo. eu tenho colite e me deixar nervoso.. ter minhas crises... so piora a minha colite...dai com a crise vem a dor e o medo piora.. mas agora vou tentar me controlar mais.. mesmo vc como eu sabendo q eh o mais dificil de tudo...alan.. um abraco muito obrigado pela ajuda e agradeco minha namorada por mostrar seu texto.. segue meu email. lucasnogali@gmail.com

shirlei disse...

BOA NOITE!EU TENHO SP A QUASE 1 ANO.TOMO REMEDIOS QUE PARECE SER PIOR QUE AS CRISES;ODEIO ME SENTIR AGITADA .EM DEZEMBRO FARÁ 1 ANO QUE DESCOBRI.POCUREI VARIAS MATERIAS SOBRE ESTE PROBLEMA E FICAVA TRISTE COM A RESPOSTAS,AI DO NADA ENCONTREI SEU BLOG,NOSSA FIQUEI MUITO FELIZ.FIZ MINHA FILHA MAIS VELHA LER E FALAVA ,FILHA TEM CURA,SE ELE CONSEGUE EU TBM VOU CONSEGUIR.PARABENS POR SUA VITORIA.

Cleverson Berion disse...

Alan ' seu texto é de uma sensibilidade sem igual '
Só quem passa ou quem passou por isso compreende sua intenção ao escrevê-lo...
Visto que a última postagem do blog foi em 2008' provavelmente não lerás meu comentário ' mas de acordo com minha insistência o faço assim mesmo ' Gostaria de entrar em contato contigo ' se isso for possível ...
Meu e-mail é c.berion@hotmail.com
Meu G+ é Cleverson Berion
Um abraço !

Anônimo disse...

Eu começo a sentir medo assim que a noite se aproxima.
Eu sou totalmente dependente da minha mãe e ja sou maior de idade . Nao deveria ser assim .
Tenho medo de perde-la mas depois que li o blog tive outra visao ' tomara que eu consiga ' sempre achei que este era um fardo que deveria carregar para vida toda , algo que Deus me impusesse , enfim seja isso ou nao Ele está no comando .
Paz e bem a todos

Haroldo fernando disse...

Boa noite alan tudo que vc disse e o que acontece comigo,vc acha q devo procurar um psicologoou um psiquiatra, seu blog é divino parabens cara, vc é um guerreiro,me responde c nao for encomodo haroldofernando3@gmail.com,vlw

Cleverson Berion disse...

Voltei para partilhar com alguém' caso uma pessoa ao menos leia o que escrevo agora ...
Final de outubro agora neste fim de semana ( 26-27-28/10/2012) eu reconquistei minha confiança após cerca de 5 anos sem .
Meu maior medo , além de todos os outros que todos sabem bem né, como ficar louco , sozinho numa multidão , ou em casa a noite em dias de chuva forte , ah então , meu medo sempre foi perder a minha mãe . Parece que meu cordão umbilical nunca fora cortado ' é algo inacreditável '
Eu chorava as vezes por ter que ficar longe dela quando ia ao trabalho para vocês terem uma ideia .
Enfim, neste fim de semana ela viajou para São Paulo , eu moro no interior do Rio . Eu ja sabia desta viajem ha quase duas semanas ' pois ela vem se programando , mas a ficha foi cair poucos dias antes da tal viajem '
Estava começando a sentir um medo incontrolável nos dias que antecediam o passeio dela '
Mas por graça de Deus eu li este blog na 4ª feira e consegui colocar o foco da minha mente em outro lugar novamente depois de tanto tempo '
Para vocês terem uma ideia eu nao tinha algumas crises por dia ' eu tinha alguns raros momentos sem ela na minha semana toda '
Eu sofria sempre que possível calado ' tinha a sensação a todo tempo que iria ficar surtado ' isso ANTES DE LER ESTE BLOG E CONVERSAR COM DEUS '
Eu não viva mais e sim vegetava ' fui algumas vezes ao hospital no meio de uma crise ' o medico me disse que era sinusite ' e o pior ' é que eu estava dentro do cinema ' havia acabado de entrar mas tive que sair né?! Crise não escolhe hora para acontecer , apenas acontece '
Fui ao psicólogo por inumeras vezes mas já estava até desanimando ' pensei muitas e muitas vezes em suicídio ' nao nego '
Poucas as pessoas nesta situação não pensam nisso certo ?
MAs o que não me permitiu que eu fizesse isso ou melhor quem não permitiu foi Deus '
Só com a graça Dele pude ser forte e suportar meus dias de inferno ' ou melhor ' meus anos né já que enfrento isso desde os 15 anos aproximadamente '
Porque escrevi tudo isso ? E não consegui expressar nem 1% do que queria ' porque quero dizer a vocês que consegui passar um final de semana tranquilo ' embora eu tenha tido alguns momentos de fraqueza '
Mas o mais importante é que sei que posso suportar qualquer tipo de tribulação '
E sei que além dessa vida tem uma que é eterna '
Como disse santa teresa ' "A vida na terra é tal como uma noite chuvosa e breve "
Ou seja ' vale todo este sofrimento ' embora agora ele já esteja mais brando que antes e agradeço isto a Virgem Maria que foi minha intercessora no Céu e ao Allan que foi meu intercessor na Terra '
Por tudo isso louvo o nome de Cristo nosso Senhor '
Fiquem em Paz

Irmã Natalia de Oliveira Alves disse...

EU FICO MUITO TRISTE E ME COBRO MUITO QUANDO TENHO CRISES SINTO FRAQUEZAS PELO CORPO,É MUITO TRISTE EU FUI PASSEAR COM MEU ESPOSO E FILHO PARA UBATUBA ESTAVA CONTROLANDO TUDO MEUS MEDOS E TEMORES ATÉ QUE NA VOLTA COMEÇOU A ME DAR CRISE E MEU ESPOSO NÃO TEM MUITA PACIÊNCIA ELE FALA VC SEMPRE SENTE AS MESMAS COISAS VC JA DEVERIA TER SE ACOSTUMADO COM ISSO,VE SE PARA E ISSO ME MÁGOA MUITO POIS EU NÃO QUERIA ESTAR ASSIM EU SEMPRE TIVE PROBLEMAS NA FAMILIA MAIS EU TINHA UMA VIDA NORMAL ESSA SINDROME COMEÇOU DEPOIS QUE EU PERDI MEU PRIMEIRO FILHO,POIS A MÉDICA NÃO ME PREPAROU PARA ME DAR A NOTICIA QUE MEU FILHO ESTAVA MORRENDO EM MEU VENTRE,ENFIM ESTOU ESGOTADA E SEM RUMO JÁ MARQUEI PSICOLOGA DE NOVO POIS JA PASSEI COM VÁRIAS MAIS NADA JÁ TOMEI CALMANTES E NADA,SOU NOVA E NÃO QUERO CONTINUAR ASSIM MESMO PORQUE AGORA EU TENHO UM FILHO E NEM ELE NEM MEU ESPOSO E NEM MINHA FAMILIA MERECEM ISSO MEU EMAIL É onatalia2005@ig.com.br SE VC PUDER ME DAR UMAS DICAS EU AGRADEÇO..

Gabriel disse...

Oi Natália, meu nome é Gabriel, gostei muito do seu comentário e me identifiquei com os sintomas que você citou. Se você novamente passar por esse site por favor publique um endereço de e-mail ou perfil em algum site de relacionamento que posse entrar em contato contigo. Gostaria de conversar sobre muitas coisas relacionadas a Desrealização. Obrigado!

Patricia N. disse...

Alan, queria dizer que o seu blog me deu um alívio e uma sensação de "liberdade". Me sinto bem agora mas sei que é momentâneo.
Não fui ao psicólogo ainda mas sei que preciso ir. Descobri que sofro disso sozinha mas todos os sintomas batem.
Tudo começou quando fui assaltada 1 ano atrás, não vi a arma mas o bandido disse que iria atirar e eu fiquei muito traumatizada porém na época não tinha reações como tontura, coração acelerado e sensaçào de desmaio.
A alguns meses atrás fui asaltada nivamente e a mesma situação. Cara de moto ameaçando me matar se não desse o celular. No memento agi com perfeita calma e ainda ajudei a aminha amiga a se acalmar porénm desse dia em diante não consigo marcar um compromisso sem ficar imaginando coisas horríveis que possam acontecer, eu ser assaltada novamente e o bandido me matar. Medo de ser sequestrada, de que alguem está me seguindo o tempo todo. Não me sinto segura em lugar algum e sempre fico imaginando coisas horríveis que podem acontecer se eu sair de casa, principalmente se eu for dirigir... medo que roubem o carro.
É uma somatória de medo com a ansiedade de ver meu namorado que está vindo me ver e mora longe... Medo que algo aconteça com ele são muitos medos...

Sei da necessidade de perceber que esses medos são desnecessários mas os motivos são reais. Aí que está minha maior dificuldade. Quando me forço a pensar que esse medo é irreal a pensamento de que "nada pode impedir que isso aconteça" toma conta de mim e sinto os sintomas e choro sem parar....

Queria uma ajuda neste momento, só para eu conseguir me controlar e ter pelo menos alguns minutos de paz.

Anônimo disse...

Oi Alan! Espero que nao tenha desistido do blog, pois acredito que finalmente encontrei alguem que pode me ajudar: você.

Anônimo disse...

Boa noite!
Preciso de ajuda, ainda nao consegui sair do inferno.

selma disse...

Alan , Amei seu blog! Creio que definitivamente agora estou curada. Porque já fiz tudo que vc falou. E deu certo, mas isso já tem anos. cara se todos seguissem isso , seriam curados, mas fica o medo até em acreditar que isso é possível. E É POSSÍVEL MESMO! Sou exemplo vivo disso. Gostaria que me enviasse o manual do Bernard Rangé. Já tive um , mas emprestei e não me devolveram. selmamariabcosta@hotmail.com Obrigado! Selma

Cleverson Berion disse...

A Selma tem razão ao falar a respeito do livro escrito por Bernard Rangé ...
Recomendo a todos ' está disponível ( não em pdf, mas em documento Word ) neste site :

http://www.recantodasletras.com.br/e-livros/1293586

Anônimo disse...

boa noite , eu tenho 19 anos e tenho sindrome do panico , gostei muito da sua postagem , hoje em dia eu ja nao sinto mais disparos no coraçao , formigamento nas maos e tal , mais quando chega no fim da tarde qe eu vou descançar , ai vem a sensaçao de medo começo a achar qe vou perder o controle e qe vou fikar louco ,e muito ruim so qe passa pra falar!! mais agora eu vou seguir seu conselho e procurar um psicologo . obrigado e deus ti abençoe voce e todos qe esta passando por esse mal . abraços

Luiz disse...

Sei nem como explicar o alívio que senti ao ler seu depoimento...tenho 19 anos eu sofro com isso há quase dois. Estou completamente perdido, e me ajudou demais ler seu blog que encontrei por acaso. Espero que você leia isso :)

No mundo da Lua (* disse...

Alan,sempre tive medo de pesquisar sobre o problema durantes os quase 7 anos que passei lutando contra esse problema. E somente hoje,resolvi procurar no google "superar pânico",e o primeiro a clicar foi seu blog.Comecei a chorar assim que comecei a ler...parecia que estava me vendo em suas palavras...vi que realmente é isso q estou passando e que não estou sozinha,que não vou enlouquecer de fato..pois até agora foi o medo que mais me atormentou.O meu choro foi de alívio,quando vc começou a citar tudo aquilo q achei q so eu sentia e q eram sintomas de loucura ou q de repente ia ter uma amnesia e esquecer tudo..todos...pq eh como se eu tivesse fora da realidade em alguns momentos..flutuando.Entao ler isso q vc escreveu foi perfeito nesse momento pra mim.A unica parte q me dxou desconfortavel foi no topico "me sinto melhor apos ter lido todo esse texto", em que vc pareceu inseguro sobre se tem cura total ou nao,e se pode enlouquecer ou morrer...enfim.Até ai estava super confiante,me sentindo otima,aliviada,mas qdo li a parte em q vc disse q ha artigos q acham q eh possivel essas coisas acontecerem...fiquei murcha.E aí?como vou saber agora? pq se os artigos existem,entao foram feitos trabalhos..entao sera q nao eh verdade?
A forma sobre como vc chegou a conclusao de q n pode acontecer ficou meio confusa e solta...o q mais kero eh parar de pensar justamente nisso...me ajuda...

Cleverson Berion disse...

Esse comentário é pra você veterinária - que eu não sei o nome e tem o blog No mundo da Lua -
No último parágrafo do tópico em questão que você mencionou' a frase do Alan foi essa:
" Continue a batalhar contra o medo, se trate, e voce se livrara deste problema PARA SEMPRE."
Ou seja ' a cura deste problema psicológico em que nos encontramos existe sim ' e mais uma vez volto a reforçar ' o texto do Bernard Rangé é excelente assim como as palavras do Alan ' e pode nos ajudar muito ' até mesmo quem não sofre deste problema !

Basta colar o link :

http://www.recantodasletras.com.br/e-livros/1293586

Até mais

selma disse...

Obrigado Cleverson, adorei reler Bernard Rangé. Infelizmente é uma sensação péssima, essa do pânico, a gente desconfia de tudo e de todos, queremos explicação demais, e se pararmos pra analisar é muito simples,a ansiedade nos castiga, nos leva ao medo, somos perfeccionista demais, pra que isso? Temos que respeitar todos e o tempo de tudo, pensar muito dá problema. Vamos relaxar nossa mente, ela tem limites. Hoje me curei ainda faço terapia , problemas sempre vamos ter, mas estou quase parando tb, e com sucesso. RELAXA GENTE!!!. Isso serve pra mim tb. A cura é certa, Deus nos deu poder pra isso . Deu tb a ciência pra nos ajudar, nós estamos cercados de cura. Depois de muitos anos de Pânico já viajei ao exterior duas vezes, e foi ótimo não senti nada, nem no avião, levei remédio , mas não precisei. Boa sorte e sucesso a todos! Só mais uma vez : ISSO TEM CURA!

selma disse...

Obrigado Cleverson, adorei reler Bernard Rangé. Infelizmente é uma sensação péssima, essa do pânico, a gente desconfia de tudo e de todos, queremos explicação demais, e se pararmos pra analisar é muito simples,a ansiedade nos castiga, nos leva ao medo, somos perfeccionista demais, pra que isso? Temos que respeitar todos e o tempo de tudo, pensar muito dá problema. Vamos relaxar nossa mente, ela tem limites. Hoje me curei ainda faço terapia , problemas sempre vamos ter, mas estou quase parando tb, e com sucesso. RELAXA GENTE!!!. Isso serve pra mim tb. A cura é certa, Deus nos deu poder pra isso . Deu tb a ciência pra nos ajudar, nós estamos cercados de cura. Depois de muitos anos de Pânico já viajei ao exterior duas vezes, e foi ótimo não senti nada, nem no avião, levei remédio , mas não precisei. Boa sorte e sucesso a todos! Só mais uma vez : ISSO TEM CURA!

selma disse...

Obrigado Cleverson, adorei reler Bernard Rangé. Infelizmente é uma sensação péssima, essa do pânico, a gente desconfia de tudo e de todos, queremos explicação demais, e se pararmos pra analisar é muito simples,a ansiedade nos castiga, nos leva ao medo, somos perfeccionista demais, pra que isso? Temos que respeitar todos e o tempo de tudo, pensar muito dá problema. Vamos relaxar nossa mente, ela tem limites. Hoje me curei ainda faço terapia , problemas sempre vamos ter, mas estou quase parando tb, e com sucesso. RELAXA GENTE!!!. Isso serve pra mim tb. A cura é certa, Deus nos deu poder pra isso . Deu tb a ciência pra nos ajudar, nós estamos cercados de cura. Depois de muitos anos de Pânico já viajei ao exterior duas vezes, e foi ótimo não senti nada, nem no avião, levei remédio , mas não precisei. Boa sorte e sucesso a todos! Só mais uma vez : ISSO TEM CURA!

selma disse...

Obrigado Cleverson, adorei reler Bernard Rangé. Infelizmente é uma sensação péssima, essa do pânico, a gente desconfia de tudo e de todos, queremos explicação demais, e se pararmos pra analisar é muito simples,a ansiedade nos castiga, nos leva ao medo, somos perfeccionista demais, pra que isso? Temos que respeitar todos e o tempo de tudo, pensar muito dá problema. Vamos relaxar nossa mente, ela tem limites. Hoje me curei ainda faço terapia , problemas sempre vamos ter, mas estou quase parando tb, e com sucesso. RELAXA GENTE!!!. Isso serve pra mim tb. A cura é certa, Deus nos deu poder pra isso . Deu tb a ciência pra nos ajudar, nós estamos cercados de cura. Depois de muitos anos de Pânico já viajei ao exterior duas vezes, e foi ótimo não senti nada, nem no avião, levei remédio , mas não precisei. Boa sorte e sucesso a todos! Só mais uma vez : ISSO TEM CURA!

Cleverson Berion disse...

Ei Selma ( que isso ' por nada )' gostaria de conversar contigo pela internet ' eu tenho uma dúvida e acho que pode me ajudar ...
Se estiver de acordo adicionemo-nos em alguma rede social do seu gosto '
Até mais '
E gostei bastante do que disse ' é um ótimo depoimento ' Beijo

vivi disse...

Ola Alan, gostei muito do seu blog. Desde q comecei a ter crises eu limuito sobre essa sindrome, e isso me ajudou muito, li alguns livros do Augusto Cury tb q me ajudaram. Tenho relutado muito qto ao uso de medicamento, o psiquiatra me receitou a medicacao mas nao tomei. Ainda nao encontrei um psicologo, mas acredito q assim q comecar ax sessoes eu melhorarei e me ajudara bastante. Fiquei 1 mes sem trr crise e stava me sentido muito bem, ate q tive outra crise e chorei muito, pois estava tao bem q achei q nao teria mais crise, nao quero mais sentir isso. O q mais me incomoda é o medo de morrer, medo de deixar meu esposo d meus filhos. Sera q é normal a crise durar mais q 1 hora?

Cleverson Berion disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

Força a todos, que como eu, tem síndrome do pânico...
lembrem-se:
"não há problema que não possa ser solucionado pela paciência"
chico xavier

Francisca Perez disse...

Com todo meu carinho quero agradece-lo por deixar sua experiencia aqui p que pessoas como eu sintam se aliviadas ao ler e saber que o mundo nao esta acabando, que podemos resolver isso c sabedoria. Tive 3 crises esta semana e Fui parar no hospital as 3 x cada vez com diagnostic diferente. Na ultima sindrome do panico, nunca imaginei q algo assim poderia acontecer comigo porque sempre fui uma pessoa centrada eu penso forte mesmo, alem De como VC mencionou uma pessoa muito boa, capaz De sofrer p nao fazer outros sofrerem. Lendo seu artigo sei q sou forte suficiente p me livrar disso, meu pensamento certo e positivo eh inspirado em VC. Muito obrigado! Deus abencoe...

Rafael Amorim disse...

Olá!!também ja tive ''SP'',mas não tenho mais e não usei remedio,fiz tratamento com a psicologa(que me ajudou muito)visitei seu blog,pois tenho um amigo que ta passando por isso e quero pode-lo ajuda-lo da melhor maneira possivel(já que passei pela mesma coisa)o ruim devido o sistema publico as consultas demoram meses para acontecer e fica dificil começar o tratamento o mais rápido possivel,tem alguma ideia do que posso fazer (já ta quase no grau de não sair de casa)tem consulta marcada,mas so daqui a 2 meses!!

muito obrigado(li cada palavra do seu texto)^^

meu e-mail:rafal.animetv@hotmail.com

Deuzana disse...

Obrigado pelas suas grandiosas palavras,já tinha lido sobre quase tudo sobre panico,mais suas palavras foram as melhores,já a mais de 8 anos q sofro desse mal,mas nunca perdi a esperança de q um dia irei me livrar desse mal,agora sim tenho certeza q sim ,muito obrigadoa mesmo.

Priscila Oliveira disse...

Oi Alan,

Parabéns pelo blog e pela sua vontade de ajudar os outros..
Passei por 2 semanas muito dificeis com crises de panico. Hoje estou me sentindo bem melhor e agora, depois de ler o seu depoimento me sinto muito mais corajosa para seguir em frente.
Ainda bem que existem nesse mundo pessoas como você que se preocupa em ajudar os outros!
Muuitissimo obrigada!

Fique com Deus e em paz!

Ariane Mercurio disse...

Nossaaa Obrigada queridoo!!! Sem palavras pra agradecer!!

MFFS disse...

Oi Alan,

Muito obrigado pelo texto, só em ler já traz um alívio. Desde 2002 ou 2003, não me recordo bem, aprendi a conviver com a SP. Passei acho eu, uns dois anos tomando remédios e após conversar com um médico amigo meu, fui aconselhado a abondonar os remédios. Porém, passei por dificuldades, anteriormente já prevista pelo médico, que foi a abstinência aos remédios. No entanto, com a ajuda da família, amigos e fé em Deus, hoje me sinto muito bem, viajo, participo de algumas atividades sociais, etc. Levo uma vida normal. O importante em minha situação creio que foi atividade física. Sempre faço caminhada sozinho, que antes era impossível e até tomo umas cervejas com os amigos. Valeu Alan. Um abraço.

Anônimo disse...

Seu texto foi muito, muito confortante, estava muito ansiosa, mas suas palavras me deram grande ânimo para continuar a lutar! Valeu

Anônimo disse...

Olá Alan, estava navegando sobre o asunto da cris e do panico e encontrei o seu blog, realmente já li muitas coisas ruins sobre o assunto e sua palavras me incentivaram, pois de repente durante a noite acordei muito mal com pânico e sensações fisicas horríveis, fui ao clinico , fiz exames, o mesmo me encaminhou ao psicologo e psiquiatra, estou tomando remédio, passando pela psicologa e agora farei acupuntura, ou seja estou buscando tudo para sair dessa situação horrível, pois naõ consigo , sair de casa e nem trabalhar, já estou sofrendo a 3 meses e não vejo a hora de não ter mais as crises de ansiedade e a sindrome do panico. Suas palavras me trouxeram ânimo. Que Deus te abençoe....

Anônimo disse...

Oi Alan, parabéns e obrigado pelo texto, venho sofrendo desse mau desde agosto de 2012, sempre fui muito ancioso, nervoso, mais passava e tudo voltava ao normal, porém no começo de 2012, terminei um relacionamento com uma pessoa que amava muito, fiquei muito triste, desanimado, mais nada comparado com a Sindrome do Panico, mas ficava ansioso e nervoso de mais, porém em Agosto comecei a ter sintomas, como se tivesse um bolo na minha garganta, me atrapalhando a respirar, engolir, mais achava que fosse passar, até que os sintomas foram piorando, agitção, palpitação, sensação de estar ficando louco, ou ter um infarte, medo de desmaiar no meio da rua, suando muito, quantas e quantas vezes fui parar no pronto socoorro, pensanso q estava tendo um infarto ou avc, mediam minha pressão e estava alta, nunca tive pressão alta, tenho 27 anos, as vezes estou conversando com as pessoas, e fico com medo de desmaiar, ou passar mau na frente delas, encerro o assunto falo que tenho que ir no banheiro, e saio da conversa, nunca tive isso, era uma pessoa feliz, nem sabia que existi a S.P. uM DIA PASSANDO MUITO MAL, fui ao médico, e ele disse que posso ter Sindrome do Panico, então comecei a pesquisar e ver que batia tudo, mais isso foi recente, ainda não procurei um tratamento, mas estou sofrendo muito, sofro calado, poius tenho medo da minha namorada e minha família achar que estou louco, muitas vezses descontei na bebida alcóolica, porém no outro dia , as crises eram piores, parece que ia acabar meu ar, precisava gritrar para alguém, porém estou consciente de que preciso de tratamento. Estou sendo firme, não abandonei o trabalho, nem a faculdade, porém estou meio isolado, sofrendo muito, Vou me casar agora em julho, e estou com medo de passar mau durante o casamento, ninguém sabe o que passo, sempre inventou desculpa, que estou com do9r de cabeça, para não sair com amigos, e só quero ficar em casa com a namorada, ela est´pa estranhando, pois eu era muito animado, vou ter que me abrir com ela, Espero que Deus me ajude, e que eu consiga um tratamento, e tenha forças para a lutar, pois ja pensei muitas besteiras, amigos se puderem me ajudem, moro no ABC paulista, conhecem algum psicólogo ou psiquiatra, que ajudaram vcs. Muito Obrigado, não queria mais ter essa sensação de desmaio,Obrigado. Alguém sabe me dizer se é normal subir as pressão durante a crise? Obrigado.

Cleverson Berion disse...

Nem sempre encontra-se pessoas que compreendam o que é a SP dentro da família mas é importante que você converse com as pessoas em que você confia e pelo visto com sua futura esposa . Abra o jogo com ela até porque isso não pode servir como motivo de desavenças no futuro de vocês.
A respeito da procura do profissional você está agindo de forma certa ' mas como sou do interior do RJ não conheço ninguém para indicar ' no entanto você pode procurar alguém que lhe transmita confiança e faça isto o quanto antes .
Só uma dica ' se puder optar por não usar medicamentos ' faça isto , porque você irá querer viver sem uso deles o restante de sua vida e para retirá-lo é um pouco cansativo ' já que exige do corpo e da mente devido aos efeitos pós tratamento e à abstinência !
Espero ter podido ajudá-lo .

Larissa - Foz do Iguaçu/PR disse...

Olá..adorei ter encontrado esse Blog! Tenho a sindrome do panico há aproximadamente 17 anos, já fiz tratamento com remédios através do psiquiatra, mas o que realmente me ajudou muito foi a Terapia Cognitiva Comportamental com um psicólogo. A enfase nessa terapia é enfrentar as crises e passar a conviver com elas, é exatamente o que voce conta no Blog, com o passar do tempo elas vão ficando cada vez menos frequente. Hoje nao posso dizer que nao tenho crises e que nao evito lugares que possivelmente eu teria uma crise, até mesmo porque meu medo maior é ficar sozinha, mesmo dentro da minha casa, mas posso dizer que VIVO, e a cada dia é uma nova experiencia e batalha, e cada vez que consigo passar por elas me sinto a pessoa mais corajosa do mundo! isso me deixa muito feliz, hoje penso em ser mãe e sei que será um desafio por ser uma pessoa super ansiosa e pela responsabilidade de cuidar de outro ser humano sabendo da limitaçao que tenho e que nao deveria existir, mas como eu não sou de desistir de nada vou enfrentar e vou conseguir! adoro ajudar pessoas que possuem esse problema pois com a experiencia que criei sei que em alguma coisa eu posso acrescentar... quando descobri que tinha a síndrome do panico eu já tinha passado pelo menos uns 08 anos sofrendo sem saber o que eu tinha. Sempre pratiquei esportes e sou viciada em academia, isso me ajuda muito, já fiz Yoga e recomendo! as técnicas de respiração são excelentes!
Espero ter ajudado...

Joyce,Elaine,Karina e Thais disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

muito bom Alan ! se for possível me add , gostaria de tirar umas duvidas... joyce.brilhante@hotmail.com

obrigada

Anônimo disse...

Este panico é algo doloroso mas engraçado ' não querendo diminuir e ridicularizar o que cada um de nós passamos .
Quero dizer que ao mesmo tempo em que se quer morrer por causa da dor que se sente e pelo medo de viver quer-se também correr para um hospital com a intenção de um médico não o deixar morrer '
Seria irônico se não fosse trágico '
Mas certifiquem-se que tudo isso passa ' isso é FATO !
A cura está ( para alguns pode parecer estranho ) no coração de cada um ' ao invés de viver em função do cérebro viva em função dos sentimentos - CORAÇÂO .

Anônimo disse...

Senhor anonimo é tragico msm kkkk .... mais animaçao galera , começei meu tratamento hoje tenho tudo isso ai , mais nao fico correndo para o hospital não !!! o negocio é a gente focar nas coisas boas , realmente tudo passa , ja tive exemplos na familia que foram curadas sem tratamento pois não se conhecia sobre o assunto .....

joyce.brilhante@hotmail.com

Anônimo disse...

Muito obrigado, seu texto me ajudou muito, pois estava começando a ter uma crise... ver que outras pessoas superaram a SP me ajuda muito...

valeu!!!

garden disse...

nossa eu ja sofro com isso a mais de anos, ja tomei remedios, hj em di nao estou tomando, mas vejo q minha vida n ta lagal,é como se eu vivesse em uma rotina diaria e qdo tenho q fazer algo d diferente daquilo eu sofro demais...é dolorido, eu n consigo trabalhar, tenho medo d ficar só em casa e o pior d tudo é nao ter c quem conversar, pois as pessoas acham q tudo isso é falta d determinação, agora to no dilema se volto ou nao a tomar os remedios, pois n quero viver assim, estou muito isolada e nao sei o q fazer

Anônimo disse...

Parabéns pelo blog, continue neste caminho!! fico muito satisfeita em pensar que não estamos sozinhos nesta e que tem pessoas no mundo e no Brasil que passam pelo mesmo tipo de problema, e agora estou mais focada no tratamento! Obrigada!

Bruna disse...

Olá!! Acabo de conhecer o seu blog, gostaria de ter conhecido há dois anos quando tive minha primeira crise. Fico feliz em saber que há solução, que não se trata de uma doença, pois assim fica mais fácil lidar com as situações. De início fui encaminhada a um psiquiatra, passei a fazer uso de dois medicamentos e comecei a fazer terapia o que me ajudou muito. Hoje ainda faço uso de uma medicação mais “fraca”, porém, ainda não consigo deixa-la e isso me angustia. Já tive quatro crises, não é fácil, ainda não tenho controle sobre os meus pensamentos, eles me sabotam, bloqueiam o meu aprendizado, minha concentração e isso têm dificultado sobretudo minha vida acadêmica. Passei por momentos difíceis nestes últimos anos (me mudei de lugar por conta dos estudos, deixei a minha zona de conforto, outro lugar, outra forma de vida outro clima, muito stress e muita responsabilidade) não aguentei e os primeiros sinais físicos apareceram: taquicardia, náusea, ondas de calor. Logo mais, o estado constante de medo incontrolável, incompreensível. Medo de ir ao ponto de ônibus, de ficar sozinha por um pequeno intervalo de tempo, de tomar banho de porta fechada. Sempre fui muito independente, o medo maior era o de não poder ir e vir, de não poder direcionar minha própria vida de ter me tornado uma incapaz. Queria te agradecer por tornar isso tão mais acessível. Animo-me em saber que é possível superar e eu creio que superarei também. PARABENS!!

Anônimo disse...

Me chamo Denilson,
Obrigado pela iniciativa do blog,
parabéns por sua superação, espero conseguir vencer esse problema também,vou procurar tratamento já!
Boa sorte à todos, , ,

Anônimo disse...

estou muinto beim cara
estou em tratamen com paroxetina...40mg rivotrio 2mg....

ja faz mais de um ano que não tenho mais crises e auguns sitomas
hoje estou muinto legal estou.....
confiante
ja receber alta da pscologa
estou so na medcão

voltei ao normal com algumas coisas
esto no karater outra vez faixa verde...
mas estou com um problema em relação as drogas canabs

minha pscologa falou que meu problema era com erva ou seja maconha que desencadeou a primeira
crise tenho 19.anos me chamo
..luiz wagner .[maracás bahia]..

Anônimo disse...


luiz wagner estou confiante
que vou me equelibra
falta apenas um pouco

vor surgeri ao meu psquiatra
sertralina o que vocé acha

Anônimo disse...

Esse blog é uma benção de DEUS,nos traz a realidade de que é possível vencer o pânico sem medicação.

Anônimo disse...

Este texto foi maravilhoso p mim,me ajudou muito por estar passando por essa cituaçao,consegui ter mais auto-confiança. Realmente foi uma bençao inspirada por DEUS, pois vc, acho que nem imagina as centenas de pessoas q acabou ajudando, iclusive eu q estava desesperada.Meu muito obrigada e q DEUS te abençoe ainda mais.

santista virtual disse...

Olá meu caro blogueiro, cheguei hoje 24/05/2013 e deparei-me com um e-mail em minha caixa postal enviado por uma amiga conhecedora desse problema que carrego hoje eu sei tratar-se de sindrome de pânico pelos sintomas ja muito conhecidos e amplamente divulgados. então eu te pergunto:
Quais situações de stress um menino de 10 anos estaria exposto?
Descobriu a sexualidade e masturbou-se pela primeira vez ou ficou sabendo por um amiguinho mais velho como ele tinho vindo e de que forma colocado no mundo? Que sua mãe tão amada e idolatrada rendia-se aos desejos da carne? e fazia sexo com seu pai? ou frustra-se ao se apaixonar por sua professora primária e não ser correspondido?tudo isso são situações estressantes, comuns a todas as crianças nessa faixa etária, então por que apenas uma pequena fração dessa população cêrca de 1% vai desenvolver a sindrome? não levaria em conta ai uma presdesposição genética? uma doença física químico cerebral em desiquilibrio? não seriam essas substâncias nocivas no sangue uma descarga de adrenalina muito alta deflagrada pelas supra renais?obedecendo a esse comando químico cerebral? Perdoe-me caro colega blogueiro, mas a síndrome do pânico é mais complexa do que vc possa imaginar? e sua experiancia individual é única portanto serve de refência como tratamento terapeutico, embasado em que pesquisa,sua própria experiencia pessoal? Então vai aqui um exemplo de experiencia que a sindrome de pânico tanto mata como aleja...hoje conto 51 anos como disse tenho sindrome de pânico desde os 10 anos passei por inúmeras terapias inclusive aquela doa mais ignorantes, que recorrem a um centro espírita para uma sessão de descarrego.Aos 40 anos de idade havia terminado meu curso superior de direito e estava pronto pra assumir o cargo de delegado da Pf. quando fui acometido no dia 31/07/2000 por um A.V.C.H "Acidente Vascular Cerebral Hemorrágico"popular derrame cerebral.que evoluiu para hemiplegia esquerda após uma microcirurgia intracraniana em carater emergencial fiquei com algumas sequelas. perdi totalmente o movimento do membro superior esquerdo e parcialmente membro inferior esquerdo e uma conquente traqueoplastia devido a complicações, após varios dias de entubação em uma U.T.I.mais precisamente a estenose total da traquéia.bem peesoal, sobrevivi.Porem sou um caso raríssimo poquissimas pessoas saem vivas após serem atropeladass por um trem. hoje faço tratamento com neurologista, cardiologista e um psiquiatra competente.que explicou-me uma coisa que apesar de ser uma experiencia única respondeu a um monte de respostas a perguntas que me ocorreram após toda essa verdadeira saga o hormonio adrenérgico qdo. liberado em doses maiores que o normal durante muito tempo , causa o endurecimento das artérias, facilitando o rompimento de algumas delas.causa provavel da minha hemorragia cerebral. não quero com isso meu caro blogueiro desnerecer seu trabalho,até mesmo pq poucos profissionais dessa area tão complexa qto.a das funções cerebrais necessitam de maior preparo e estarem mais atentos a não tratarem apenas os sintomas e sim atacar a causa.cuiden-se não banalizem a doença pq ela passou de disturbio a uma doença em 1974
essa minha pequena contribuição ao artigo. abraço e parabéns pelo execelente trabalho.....

santista virtual disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

Meus amigos '
Não comecem nem a ler o comentário infeliz deste Santista Virtual .
É fake , não sabe nada a respeito do problema da crise ...

Está falando coisas desnecessárias para desanimar quem quer se curar .

As crises não matam e se conseguirem o equilíbrio elas na verdade somem e todos se sentirão melhor que antes .

O rapaz acima quer desanimar '
não percam tempo com ele.

santista virtual disse...

Olá meu caro blogueiro, cheguei hoje 24/05/2013 e deparei-me com um e-mail em minha caixa postal enviado por uma amiga conhecedora desse problema que carrego hoje eu sei tratar-se de sindrome de pânico pelos sintomas ja muito conhecidos e amplamente divulgados. então eu te pergunto:
Quais situações de stress um menino de 10 anos estaria exposto?
Descobriu a sexualidade e masturbou-se pela primeira vez ou ficou sabendo por um amiguinho mais velho como ele tinho vindo e de que forma colocado no mundo? Que sua mãe tão amada e idolatrada rendia-se aos desejos da carne? e fazia sexo com seu pai? ou frustra-se ao se apaixonar por sua professora primária e não ser correspondido?tudo isso são situações estressantes, comuns a todas as crianças nessa faixa etária, então por que apenas uma pequena fração dessa população cêrca de 1% vai desenvolver a sindrome? não levaria em conta ai uma presdesposição genética? uma doença física químico cerebral em desiquilibrio? não seriam essas substâncias nocivas no sangue uma descarga de adrenalina muito alta deflagrada pelas supra renais?obedecendo a esse comando químico cerebral? Perdoe-me caro colega blogueiro, mas a síndrome do pânico é mais complexa do que vc possa imaginar? e sua experiancia individual é única portanto serve de refência como tratamento terapeutico, embasado em que pesquisa,sua própria experiencia pessoal? Então vai aqui um exemplo de experiencia que a sindrome de pânico tanto mata como aleja...hoje conto 51 anos como disse tenho sindrome de pânico desde os 10 anos passei por inúmeras terapias inclusive aquela doa mais ignorantes, que recorrem a um centro espírita para uma sessão de descarrego.Aos 40 anos de idade havia terminado meu curso superior de direito e estava pronto pra assumir o cargo de delegado da Pf. quando fui acometido no dia 31/07/2000 por um A.V.C.H "Acidente Vascular Cerebral Hemorrágico"popular derrame cerebral.que evoluiu para hemiplegia esquerda após uma microcirurgia intracraniana em carater emergencial fiquei com algumas sequelas. perdi totalmente o movimento do membro superior esquerdo e parcialmente membro inferior esquerdo e uma conquente traqueoplastia devido a complicações, após varios dias de entubação em uma U.T.I.mais precisamente a estenose total da traquéia.bem peesoal, sobrevivi.Porem sou um caso raríssimo poquissimas pessoas saem vivas após serem atropeladass por um trem. hoje faço tratamento com neurologista, cardiologista e um psiquiatra competente.que explicou-me uma coisa que apesar de ser uma experiencia única respondeu a um monte de respostas a perguntas que me ocorreram após toda essa verdadeira saga o hormonio adrenérgico qdo. liberado em doses maiores que o normal durante muito tempo , causa o endurecimento das artérias, facilitando o rompimento de algumas delas.causa provavel da minha hemorragia cerebral. não quero com isso meu caro blogueiro desnerecer seu trabalho,até mesmo pq poucos profissionais dessa area tão complexa qto.a das funções cerebrais necessitam de maior preparo e estarem mais atentos a não tratarem apenas os sintomas e sim atacar a causa.cuiden-se não banalizem a doença pq ela passou de disturbio a uma doença em 1974
essa minha pequena contribuição ao artigo. abraço e parabéns pelo execelente trabalho...
abraços
santista virtual.

Áurea. disse...

Concordo como anônimo sobre este nosso amigo santista virtual...Cada caso é um caso.Eu tive a síndrome em 2008 e minha irmã 2010 e só alguns sintomas eram iguais..E cada ser é diferente.Eu só tenho alguns sintomas em um grau muito elevado de estress.Mais quem não fica ansioso em um estress?Todos nós temos reações de medo e de estress em situações difíceis.Tive uma infância muito difícil..Perdi meu pai aos 2 anos e meio de idade, passei por várias necessidades junto de minha mãe e irmãos e é claro que isso afetou-me um pouco mais isso não fez com que eu tivesse este estress.O mais importante de quem tem a sindrome é saber que ela não mata ninguém e que passa.No meu caso eu fugi de certas situações que me levava a ter os sintomas e sei que nem todos podem fugir é o caso de minha irmã que tem filhos pequenos e problemas de relacionamento.O que me ajudou e me ajuda é a fé..Buscar a Deus acima de tudo!Frequento as missas e comungo e isso é que tem me dado forças para sobreviver a cada dia..Tenho os meus medos é claro mais sei lidar com eles!Fiquem com Deus amigos.

Cleverson Berion disse...

Olá Áurea , encontrei algo em comum entre nós dois além do Pânico ' kkkkkkk

Também é católica e pelo visto amante da eucaristia .

Podemos conversar a respeito da fé ?

Se não pudermos não tem problema também ' rs

Beijo

Anônimo disse...

Li todo o blog e estou me sentindo muito bem nesse momento. As minhas crises de panico apartir de agora não serão como antes, me lembrarei de todas as dicas que vc deu. Muito obrigada Alan, tenho certeza que vc ajudou muita gente e eu indicarei o seu blog a pessoas com o mesmo "problema".

Anônimo disse...

Alan, o link do manual para tratamento não está funcionando. Você pode disponibilizar?
Grata.

Anônimo disse...

Ola
Adorei o seu blog!
Foi uma imensa ajuda!
Pra entender um pouco mais por o que eu estou passando!
Obrigada mesmo!
Caso alguem queira me ajudar,
mande email. nanda_fini@hotmail.com
Porque eu moro em outro pais e aqui nao tem esse tipo de ajudo que seria pisicologo!
Entao convesar com alguem seria de bom ajuda!.
Beijos

fabiana disse...

Oi Alan,
fazem sete meses q venho me tratando desse terrivel problema, mas graças ao seu blog, fui deixando as crises lá atras, cada vez mais fracas ,menos tempo e cada vez uma mais longe da outra.Graças a DEUS,atravez de vc tive essa ajuda maravilhosa e abençoada. Muito obriga por compartilhar isso c todos aqueles q precisam, fique c DEUS...um abraço.

SMSilva disse...

Muito bom!!! deixando meu OBRIGADA aqui registrado tambem!!!!!!!!!!=)

O Cantinho da M disse...

Olá, o "Consultório da M" é um espaço onde podem colocar os vossos desabafos e pedir conselhos. Tenho alguma formação na área da psicologia e uma grande experiência pessoal a nível de problemas como ataques de pânico, ansiedade e agorafobia. Tentarei ajudar-vos em tudo o que conseguir ;) Visitem-nos
http://ask.fm/ConsultorioDaM

mimi disse...

...fiz de tudo e não consigo me curar....quanto mais leio...pior parece ser...quanto mais me informo...mais fraca fico...
tentei tudo...e de nada adiantou...

de onde tirar coragem?

Dalila disse...

Ola, adorei seu blog e as dicas, tenho síndrome do panico a dois anos e desde então não tenho mais paz, faz muito tempo que não tenho uma crise forte, mas vivo sempre com medo, alias tenho medo de tudo, mas isso não me impede de fazer nada, trabalho, namoro tenho uma vida normal, mas estou sempre com medo, não queria ser assim, queria ser normal como eu era antes... Mas enfim estou tentando me controlar e tem dado certo... queria conversar com mais pessoas sobre isso, me sinto muito melhor falando com pessoas que também tem a sindrome, pessoas que vão me entender sem me julgar...Enfim adorei sua tragetoria e sua coragem, queria ser assim. Abraçoss

Dalila disse...

Oii mimi li seu post depois de ter deixado meu comentário... então o que tem me ajudado a ser forte é Deus,pois ainda não sei como estou vivendo, mas tenho dois livros ótimos que me ajudam muito,são esses: "Cura das emoções em cristo" e "psicologia do medo", nestes livros tem varias historias e dicas para amenizar os medos, sou superrrrrrr anciosaaa, e isso me destroi, mas depois que passei a estudar os sintomas e conversar mais com pessoas que possuem o mesmo problema me sinto mais tranquila, não estou curada ainda, mas tenho certeza que Deus vai me ajudar a superar só preciso ter mais fé nele e em mim. Se quiser conversar me manda um email dalila_ferreira00@yahoo.com.br, alias quem quiserr, podemos trocar experiencias e dicas...atéeee

Érica disse...

Oi Alan.... primeiramente gostaria de te dizer que vc não tem idéia do bem que me fez ler tudo isso!minha primeira crise foi no dia 9 de julho, estava no cinema com meu marido e filho e confesso que realmente achei que iria morrer! depois disso tive que ir duas vezes ao hospital achando que estava infartando! até que desabafei com a medica e ela me disse que é SP... ainda não procurei ajuda... mas passo o dia tendo que me concentrar pra não ter um ataque! isso me angustia muito! mas lendo suas palavras vc me fez ver que existe uma luz no fim do tunel! e me encheu de vontade de viver! afinal tenho um filho de 3 anos e uma filha de 3 meses! tenho vergonha de dizer pra minha familia o que estou passando! só meu marido sabe e me entende! mas vc me ajudou muito e desde de já te considero um grande amigo sem ao menos te conhecer! Muito obrigado! mesmo! erica.rms@hotmail.com

Anônimo disse...

É, realmente anjos existem, acabei de descobrir mais um....sim vc....ALAN, espero sinceramente que vc saiba o qto de bem vc ja deve ter feito por tantas pessoas...meu muito obrigado. MAS TBM QUERO DEIXAR UMA DICA: VCS JÁ PERCEBERAM QUE QDO VCS FAZEM AMOR, TODOS OS SINTOMAS DESAPARECEM....RSRS INTERESSANTE NÃO, POIS BEM COMIGO FOI ASSIM, E AI QUE ME DEU UM CLIQUE NA EPOCA DAS CRISES E VI QUE REALMENTE TUDO ISSO ESTA NA NOSSA MENTE E QUE SE VC MUDAR O FOCO OS PROBLEMAS SE VÃO...MUITO LEGAL ESSA CONSTATAÇAO, MAS SABEMOS QUE SÓ ISSO NÃO RESOLVERA O PROBLEMA SÓ VAI AJUDAR VC A SE TOCAR PARA PODER A VER QUE SIM DA PRA SAIR DESSA, E TBM É MUITO IMPORTANTE SEGUIR AS DICAS DO ALAN E É CLARO O SEU PSICOLOGO. ATE MAIS FIQUEM COM DEUS

Juliana Pavão disse...

Então...gostei muito de todas as informações,são muito pertinentes.Só acho que vc está equivocado quando diz que está curado.Eu tenho Síndrome do Pânico há mais de 20 anos e posso te garantir que,as vezes,ficamos períodos como se não tivéssemos nada,porém,os sintomas reaparecem sim.Vc só enfrenta o problema há oito meses é normal achar que está curado,no começo eu também pensava assim.O que acontece na verdade,por experiência própria, é que com o passar do tempo e tratamento conseguimos identificar e controlar os sintomas,porém não acredito em uma cura permanente,haverá períodos(até anos) que irá parecer que se conseguiu a cura,porém os sintomas da ansiedade sempre irão acompanhar quem sofre desse mal.Mas,é possível melhorar muito a qualidade de vida. Beijos!!

Juliana Pavão disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Angela disse...

Alan estou vendo seu comentário hj, estou com esse problema e é terrível vc tem facebook? gostaria de falar mais sobre o assunto de alguem que ja passou por isso. grata

Anônimo disse...

BOM DIA! a síndrome do Pânico é realmente horrível, parei de tomar o remédio por conta, porém depois de 5 meses, começo a ter o sintomas novamente. Acredito que e você não trata ela volta pior, que bom que no eu caso deu certo com uma psicóloga, mas cada caso é um caso, ou seja,em alguns casos o uso do remédio é inevitável.

Anônimo disse...

ola pessoal meu nome é Rodrigo. E sofro com a SP a mais de 4anos os sintomas q eu sinto é desrealizaçao e suor frio.. as vezes parece que eu to flutuando q ñ sou eu msm.. ja ñ aguento mais esse sofrimento!! espero q posam me ajudar... abraços pra tdos vc6

Su disse...

Olá amigo.....gostei do seu blog...tenho pânico há 11 anos já fiz vários tratamentos com remédios com psicólogo e nada resolveu... alguns pioraram a situação...a única fase boa que tive foi na gravidez quando os sintomas desapareceram e demoraram a voltar... já cheguei a pensar algumas vezes que tinha me livrado desse monstro mas de repente ele volta me atormentar... quando voltaram vieram com força total...agora aos 35 anos tenho crises horríveis... fiz a burrada de contar para alguns familiares que agora me olham como se fosse uma louca.... minha afilhada um dia falou que não podia vir na minha casa porque a mãe dela tinha medo de mim...quero viajar para os EUA mas gelo em pensar que não tenho como fugir do avião se quiser e com certeza vou fazer escândalo se tiver uma crise...que vergonha...deixo de fazer tantas coisas que gostaria por medo...meu marido diz que tenho medo até de gelatina...tenho boa saúde e sei que não é físico...mas não muda nada... qualquer susto ou nervoso que passo logo uma semana depois as crises me pegam quando menos espero...chego a acordar no meio da noite e ter que sair para fora respirar...um desespero e medo incontroláveis e não sei porque e de que vem isso...o maior desejo da minha vida é me livrar disso...é uma prisão malígna...um buraco negro sem fim...já desisti de me curar a penso que tenho que aprender a conviver com isso...MEU MAIOR SONHO É UM DIA SER LIVRE!PARA APROVEITAR TUDO O QUE A VIDA OFERECE DE BOM!!

sasa swet disse...

boa noite, meu pai leu sua postagem e mandou eu ler... sofro disso faz 8 anos..parece que a todo momento vou morrer.. consegui terminar meu curso de direito... foi mt dificil.. e agora voltei a ter crises... eu realmente preciso de ajuda.. estou realmente indo ao inferno.
se vc puder se comunicar cmg eu agradeço...
samilabreu@ig.com.br

Anônimo disse...

Alan
Nossa foi muito bom ter entrado aqui. Meu sobrinho foi diagnosticado com a síndrome do pânico e fui pesquisar sobre isso. Então fui lendo a respeito e comece i a sentir uma certa semelhança com o que venho passsando então fiz um teste em site e deu que poderia estar com a síndrome. Vi que tenho todos os sintomas, comecei a ficar nervosa e pensar que não, que isso não era nada. Tenho muitas tonturas e formigamento nos membros, vista embaçada, taquicardia, náuseas, dores de cabeça,acho que há mais ou menos um mês tive uma crise bem séria que agora estou convecida de que seja síndrome do pânico. Fiquei muito mal e pensei que ia morrer (kkk), pois é, minha irmã ficou preocupada comigo e ficou me acalmando e queria me levar no pronto - socorro, mas eu não quis pois não gosto muito de sair de casa e ficar em locais com muita gente pois tenho uma certa agonia, fico nervosa (agora sei que tbm é um sintoma), então marquei uma consulta com um médico, e ele me diagnosticou como sendo labirintite. Assim sendo toda vez que tenho uma fraquesa nas pernas, tonteira tomo o remédio. Mas eu sinto muito fraqueza e sempre acho que mnha pressão está baixa.Nunca fui de gostar de música, as pessoas acham estranho, principalmente quando ela está alta, acho muito barulhenta e tenho a impressão de que a música ocupa muito espaço e eu não consigo resirar. Tenho problemas tbm para respirar, não consigo respirar e fico muito nervosa mas sempre achei que era por causa das inúmeras pneumonias que já tive e devido à bronquite e rinite e outras ites que eu tenho. Mas vejo agora que pode ser outro sintoma. Tenho claustrofobia, detesto festas pois não gosto de música , nem bebo pois acho que vou passar e sempre fico nervosa com as pessoas perto. Assim sendo quando entro em algum lugar por exemplo sala de aula, sempre me sentei próxima à porta,para poder sair se alguma coisa acontecer. Essa questão da desrealização que vc fala, eu venho sentido nos ultimos meses, eu acho. Sempre tenho a impressão de que não sou que estou aqui e costumo pensar em mim em 3 pessoa, como se essa aqui não fosse eu, como se tivesse mudado daqui. Eu tbm sempre fui durmir com a tv ligada ou lendo algum livro. Pois sempre demoro para dormir e começo a pensar coisas ruins ai tenho que ficar rezando para que eu pare de pensar as coisas ruins e conseguir dormir. E ultimamente venho me sentindo muito mal e acordo sobressaltada várias vezes à noite. Sinto me fracassada e meu coração acelera muito quando eu vou ao supermercado.

Anônimo disse...

Olá Alan, gostei muito desses artigos, tudo que vc falou eu sinto na pele, estou com esse problema a 8 meses mas estou conseguindo me controlar agora, eu ainda sofro pois tenho sintomas ainda principalmente a pressão q fica alta quando fico com medo de morrer. Eu gostaria de uma opnião sua, eu tô afastado do trabalho mas estou para voltar e eu me sinto muito mal com meu supervisor, fico num mix de raiva e medo e isso me da crises, vc tem uma idéia como posso trabalhar isso?

Laísla disse...

Estava tendo uma crise e resolvi entrar na internet para me distrair, acabei achando sei blog que me trouxe novas esperanças.
O blog é realmente ótimo, e espero que daqui há algum tempo eu conte minha experiencia de como consegui superar as crises.
Muito Obrigada

Amanda disse...

Nossa, vc teve uma das melhores atitudes possiveis escrevendo esse blog.

Eu passei por uma depressao forte e me recuperei incrivelmente rapido com ajuda psicologica, psiquiatra, remedio, massagem, reiki, religiao, familia, namorado, amigos, enfim, todos os recursos que eu tinha. Claro que esses 6 meses que passei por isso pareceram uma eternidade naquele momento. Lembro de pensar que teria que esperar 3 semanas para os remedios fazerem efeito e chorar desesperadamente pq nao conseguiria aguentar.

Sempre sofri mta pressao da minha familia, e em uma discussao com minha mae tive uma sindrome do panico terrivel (quando contei pra ela dos meus planos de fazer eutanasia pq nao suportaria viver assim e essa era uma forma de tirar da minha cabeça a idéia de suicidio - vivo na Suiça e eutanasia é permitido aqui). Liguei para um amigo e fui para o hospital aqui. Sabendo do historico de depressao, o medico ja imaginou que fosse sindrome do panico, como minha psiquiatra me falou, elas andam juntas.

Sempre fui uma pessoa mto feliz, achava ridicula a ideia de suicidio, meus amigos nao conseguiam acreditar que eu estava com depressao. Eu aguentei mta pressao a vida inteira e sempre olhava pelo lado positivo, ignorava o stress e ia levando. Meu corpo deu varios sinais de que a coisa nao tava boa, paralisia da face, gastrite, refluxo... mas eu era mto ocupada pra pensar nisso.

Tive 4 crises bem fortes de sp, mas depois disso aprendi a lidar e consegui controlar. Como nao dormia direito, minha psiquiatra me receitou Trittico pra dormir. O problema é que a combinaçao desse medicamento com Citalopram (pra depressao) aumenta a ansiedade e depois de algumas semanas (quando o remedio começa a fazer efeito), tive crises terriveis. Nunca deixei de fazer nada por causa disso, mesmo que me sentisse terrivel. Acho que isso ajudou um pouco. Depois dessas crises ainda nao consegui me recuperar 100%, mas estou no caminho. Faz apenas 2 meses que descobri que o remedio estava agravando as crises (nao que esse seja o problema). Agora estou a 3 semanas substituindo meu chefe, e claro mto stress acumulando, mas aprendi varios metodos pra "liberar" esse stress. Faço yoga, pintura, corrida, academia. Mas tive uma crise na ultima sexta e foi quando achei teu blog. Imediatamente imprimi (e tenho na bolsa) e enviei para algumas amigas que sofreram ou sofrem com isso.

O que mais odeio é a sensaçao de que nada é real. Mas depois que li teu blog, to aceitando isso e fazendo até piadinhas (na minha cabeça), como seria legal se tudo fosse virtual, como uma matrix ;).

Eu pensei o mesmo que vc quando tive depressao, eu quero ajudar o maximo de pessoas possiveis passando por isso pq nao tem palavras que consigam explicar o que é passar por isso. Graças a Deus agora eu ja nao consigo entender como eu pensava daquele jeito ou me sentia assim, mas quero mto dar minha contribuiçao. Como vc, pesquisei mto, mas MTO! Li varios livros, artigos, sites (dos bons e ruins - que deveriam ser proibidos!), conversei com varias pessoas e sempre tive minha melhor amiga do meu lado. Ela passou por isso tbm e esta a muitos anos sem problemas nenhum.

Vc fez um excelente trabalho! Muito obrigada!!!

Amanda disse...

E como vc disse, tudo isso serviu pra que eu fizesse uma reorganizaçao / limpa da minha cabeça e minha vida. Hoje vejo como minhas prioridades mudaram, como sei mto mais sobre mim e estou mto mais preparada pra diversas situaçoes.

Me ajuda mto ainda pensar numa frase que minha mae sempre me diz: "Isso tambem vai passar". Ela sempre me diz isso quando estou mto feliz pra que nos momentos tristes eu me lembre que tudo passa.

Dou mto mais valor a mim mesmo hoje, a minha paz e alegria, acima de tudo e todos.

«Mais antigas ‹Antigas   201 – 400 de 474   Recentes› Mais recentes»

Google